Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96423
Title: Analysis of the thermo-mechanical conditions in friction stir based technologies
Authors: Andrade, David Gomes
Orientador: Rodrigues, Dulce
Leitão, Carlos Miguel Almeida
Keywords: Friction stir based technologies; Friction stir based technologies; Modelling; Thermo-mechanical conditions; Friction Stir Welding; Condições termomecânicas; Modelação; Friction Stir Welding
Issue Date: 6-Sep-2021
Project: SFRH/BD/130196/2017 
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Friction stir based technologies (FSBT), such as friction stir welding (FSW) and processing (FSP), are assumed as environment-friendly techniques for the joining/mechanical enhancement of several materials. In spite, FSW and FSP have already been explored in important sectors of the transportation industry and in research, an exact knowledge of the thermo-mechanical conditions developed during welding/processing is still missing. There is no systematic information on the contact conditions between the FSW/P tool and the materials being processed and its relationship with process parameters and base materials mechanical, microstructural and surface properties, which difficult the control of the heat generation and plastic deformation during welding/processing. FSW/P processes are widely used for welding/processing heat treatable and non-heat-treatable aluminium alloys. On the other hand, although steels are the most commonly used material for engineering applications, due to its high melting temperature, challenges related to the tool design and wear are the most important limitations in the welding/processing of these materials. In this work, the main friction stir based mechanisms, occurring during the welding/processing of heat treatable (AA2017-T451, AA6082-T651 and AA7075-T651) and non-heat-treatable (AA5083-H111) aluminium alloys and of a mild steel (DC01), a high strength steel (HC420 LA), a dual-phase steel (DP600) and three different galvanised steels (DC01-ZE25/25, DX51D-Z140 and DX51D-Z200) were analysed using experiments and numerical simulation. The welds were produced under a varied range of welding conditions, which enabled to analyse the influence of the tool dimensions, rotational speed, traverse speed, base material mechanical and surface properties on the welding/processing mechanisms. The experimental work included performing a thermal analysis of the welding apparatus and conducting the mechanical, morphological and microstructural characterization of the welds. The thermo-mechanical conditions during welding were assessed by registering the evolution of the welding temperatures and tool torque. The welding/processing mechanisms were also investigated by creating a database, containing experimental results from the literature, and relating the processing parameters with the process outputs, such as the tool torque and temperature. Additionally, the experimental data was coupled with numerical simulation from a 3D thermo-mechanical model for the FSW/P processes. A parametric finite element analysis of the processing parameters, tool dimensions and base material plastic properties on the evolution of the contact condition, strain rate, material flow, temperature and tool torque was conducted. The investigation enabled to conclude that the tool dimensions have a very important influence, not only on the heat generation but also on the volume of material being stirred during welding/processing, while the tool rotational speed governs the heat generation and the strain rates experienced in the stirred volume. The traverse speed and the base material thickness were also found to be important factors governing the heat dissipation during welding/processing. The tool geometry was also found to have a strong influence in the weld formation mechanism. For tools with a pin, it was found that the temperature and the sticking fraction evolve in the same way with the processing parameters. The formation of defects was observed for contact conditions close to full slipping, due to the absence of proper material stirring. Meanwhile, for pinless tools, no material stirring across the base material interface in lap welding was observed, which enabled to produced lap welds with no hooking or cold lap defects, and good mechanical strength, even for very high traverse speeds in linear welding or using very short process cycle times in spot welding. The data from the experiments were used for developing and calibrating analytical models of the process, which were validated by fitting welding/processing data available from previous research works. Equations for predicting the torque and temperature evolution with several process parameters were developed.
As técnicas friction stir welding (FSW) e friction stir processing (FSP), são técnicas amigas do ambiente utilizadas para a soldadura/processamento de diversos materiais. Neste sentido, apesar dos processos de FSW e FSP já terem sido analisados em setores da indústria de transportes e em diversos trabalhos científicos, ainda não há um conhecimento exato das condições termomecânicas desenvolvidas durante o processo de soldadura/processamento, uma vez que as condições de contacto entre a ferramenta e os materiais processados não são ainda totalmente compreendidas, nem a sua relação com os parâmetros de processo e com as transformações mecânicas, microestruturais e superficiais dos materiais de base, o que dificulta o controlo da geração de calor e da deformação plástica durante o processo de soldadura/processamento. As referidas técnicas são amplamente utilizadas para soldar/processar ligas de alumínio tratáveis termicamente e não tratáveis termicamente. Por outro lado, embora os aços sejam muito utilizados em aplicações de engenharia, o desgaste da ferramenta é uma importante limitação para a soldadura/processamento desses materiais. Nesse sentido, neste trabalho os principais mecanismos térmicos e mecânicos, que ocorrem durante a soldadura/processamento em ligas de alumínio tratáveis (AA2017-T451, AA6082-T651 e AA7075-T651) e não tratáveis (AA5083-H111) termicamente, aço macio (DC01), aço de elevada resistência (HC420 LA), aço bifásico (DP600) e em três aços galvanizados (DC01-ZE25/25, DX51D-Z140 e DX51D-Z200) foram analisados através da realização de diversos ensaios experimentais e simulação numérica. Foi testada uma gama alargada de condições de soldadura o que permitiu analisar a influência da velocidade de rotação e avanço, das condições de contacto e das propriedades do material de base nas condições termomecânicas do processo. Durante o processo de soldadura foi sempre registada a evolução da temperatura e do torque da ferramenta. Os mecanismos de soldadura/processamento foram também investigados através da criação de uma base de dados com resultados experimentais da literatura, relacionando os parâmetros operatórios com o torque e a temperatura. Adicionalmente, os dados experimentais foram complementados através da análise numérica de um modelo termomecânico 3D dos processos FSW/P. Foi realizada uma análise paramétrica sobre a influência dos parâmetros de processo, dimensões da ferramenta e propriedades plásticas do material de base na evolução das condições de contacto, taxa de deformação plástica, transporte de material, temperatura e torque da ferramenta. A investigação realizada permitiu concluir que a as dimensões da ferramenta têm uma influência muito importante, não só na geração de calor, mas também no volume de material processado, enquanto a velocidade de rotação governa a geração de calor e a taxa de deformação plástica. A velocidade de avanço e a espessura do material de base são também fatores importantes que governam a dissipação de calor durante o processo de soldadura/processamento. A geometria da ferramenta também influência o mecanismo da formação da junta soldada. Para ferramentas com pino, verificou-se que a temperatura e as condições de contacto evoluem da mesma forma com os parâmetros de processamento. A formação de defeitos foi observada para condições de contacto próximas ao escorregamento total, devido à ausência de fluxo de material adequado. No entanto, para ferramentas sem pino, não ocorre mistura do material ao longo da espessura das chapas a soldar, o que permitiu a produção de soldaduras em junta sobreposta sem a formação de defeitos e com boa resistência mecânica, mesmo para velocidades de avanço muito elevadas ou tempos de ciclo de soldadura curtos para soldadura por pontos. Por fim, os dados experimentais e numéricos foram utilizados para o desenvolvimento e a calibração de modelos analíticos, capazes de prever a evolução do torque e da temperatura com os diversos parâmetros operatórios do processo. Por fim, o estudo efetuado permitiu concluir que é possível utilizar ferramentas sem pino para produzir soldaduras em aço em junta sobreposta com excelente qualidade. Para ferramentas sem pino, não ocorre mistura do material ao longo da espessura das chapas a soldar, o que permitiu a produção de soldaduras sem a formação de defeitos e com boa resistência mecânica, mesmo para velocidades de avanço muito elevadas ou tempos de ciclo de soldadura curtos para soldadura por pontos.
Description: Nova submissão da tese, com a data da capa correta.
Doctoral Thesis in Steel and Composite Construction, supervised by Professor Dulce Maria Esteves Rodrigues and Professor Carlos Miguel Almeida Leitão, submitted to the Department of Civil Engineering, Faculty of Sciences and Technology of the University of Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/96423
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Civil - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese versão final.pdf14.21 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

25
checked on Nov 26, 2021

Download(s)

2
checked on Nov 26, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons