Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96414
Title: Compor livros de fora para dentro: impressões poéticas e tipográficas de João Cabral de Melo Neto
Authors: Moreira, Priscila Oliveira Monteiro
Orientador: Portela, Manuel
Serra, Pedro Emanuel Rosa Grincho
Keywords: O Livro Inconsútil; arquivo literário; correspondência; livros em tipografia; edições artesanais
Issue Date: 19-Jul-2021
Abstract: Embora seja um momento conhecido de sua biografia, a relação entre João Cabral de Melo Neto e seus livros artesanais foi apenas esboçada. Entretanto, são catorze os impressos pelo projeto editorial intitulado “O Livro Inconsútil” ao longo dos seis anos de sua duração. Iniciado em Barcelona em 1947, Psicologia da composição foi o primeiro publicado à mão pelo poeta, justamente um título que evoca o duplo sentido do ato criativo – tanto no nível textual quanto no projectual, manifestado nos recursos tipográficos utilizados para dar forma ao conteúdo. Ao reunir todas as edições manuais feitas por João Cabral, foi preciso interrogar cada uma delas para contemplá-las como uma coleção, como um conjunto coeso. A duração de “O Livro Inconsútil” coincide com o intervalo entre livros determinantes para a poética do autor. A evolução da técnica poética referente a este intervalo é majoritariamente associada, por parte da fortuna crítica, à relação com Joan Miró; entretanto, a pesquisa documental realizada revela que João Cabral era uma personalidade ativa na dinâmica com vanguardas literárias proibidas de publicar tanto pela ditadura espanhola quanto portuguesa. Seu empreendimento amador foi uma experiência estética, mas também uma escolha política, razão pela qual esta incursão gráfica pode iluminar parte relevante de um período formativo autoral. Como não há um arquivo literário que concentre toda a sua produção, foi necessário reunir este acervo disperso a partir do recorte temático e cronológico referente aos anos de duração de sua tipografia. Por isso, esta investigação é fruto de pesquisas realizadas nos seguintes espaços públicos: Biblioteca Adolfo Casais Monteiro, na Universidade do Porto; Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa; Biblioteca de Catalunya, em Barcelona; Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, na Universidade de São Paulo. As correspondências inéditas foram coletadas no Arquivo-Museu de Escritores Brasileiros na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro. Após esta busca minuciosa, foi possível identificar uma “página cabralina” ao traçar elementos gráficos em comum nas edições, o que oferece margem à interpretação de que aquilo que é premente em sua poética também se manifesta em sua criação tipográfica.
Although it is a well-known moment in his biography, the relationship between João Cabral de Melo Neto and his artisanal books was only outlined. However, the editorial project entitled “O Livro Inconsútil” printed fourteen works over the six years of its duration. The project started in Barcelona, in 1947, and Psychology of Composition was the first book published by hand by the poet, a title that evokes precisely the double meaning of the creative act, both at the textual and at the projectual level, which is manifested in the typographic resources used to shape the content. After gathering all the manual editions made by João Cabral, it was necessary, in this study, to interrogate each one of them to contemplate them as a collection, as a cohesive set. The duration of “O Livro Inconsútil” coincides with the interval between books that are decisive for the author's poetics. The evolution of the poetic technique relative to this interval is mostly associated, by part of the critical fortune, with the relationship with Joan Miró; however, the documentary research carried out reveals that Cabral was an active personality in the dynamics with literary vanguards forbidden to publish by both the Spanish and Portuguese dictatorships. His amateur enterprise was an aesthetic experience, but also a political choice, which is why this graphic incursion can illuminate a relevant part of the author's formative period. Since there is currently no active literary archive that concentrates all of his production, it was also necessary to gather and organize the dispersed collection according to the selected themes and time frame referring to the years in which Cabral developed his typography. Therefore, this investigation is the result of research carried out in the following public spaces: the Adolfo Casais Monteiro Library, at the University of Porto; the National Library of Portugal, in Lisbon; the Library of Catalunya, in Barcelona; and the Brasiliana Guita and José Mindlin Library, at the University of São Paulo. Unpublished correspondences were collected at The Brazilian Museum Archive of Literature at House of Rui Barbosa Foundation, in Rio de Janeiro. After this thorough search, it was possible to identify common graphic elements in editions published by João Cabral, allowing us to recognize his design style, which offers scope for the interpretation that what is visible in his poetics is also manifested in his typographic creation.
Description: Tese no âmbito do Doutoramento em Materialidades da Literatura orientada pelo Professor Doutor Manuel José de Freitas Portela e co-orientada pelo Professor Doutor Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/96414
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Português - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Priscila Monteiro - Compor livros de fora para dentro.pdf9.18 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

9
checked on Nov 26, 2021

Download(s)

1
checked on Nov 26, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.