Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96403
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCardoso, Abílio Manuel Ventura Hernandez-
dc.contributor.authorBrito, Flávio Costa Pinto de-
dc.date.accessioned2021-11-17T15:50:28Z-
dc.date.available2021-11-17T15:50:28Z-
dc.date.issued2021-06-11-
dc.date.submitted2020-12-22-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/96403-
dc.descriptionTese no âmbito do Doutoramento em Estudos Artísticos/Estudos Fílmicos e da Imagem, orientada pelo Professor Doutor Abílio Hernandez Cardoso e apresentada à Faculdade de Letras/ Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes, da Secção de Artes/ Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra.pt
dc.description.abstractO presente trabalho pretende se inserir nas linhas de pesquisa dedicadas a estudar a História do Cinema, observando as ações desempenhadas por pessoas com significativa, razoável ou ínfima experiência profissional, diante de uma câmera, seguindo as indicações dadas por outra, com o intuito de conferir um grau maior ou menor de realidade. A análise dessa subjetiva representação do real poderia estar diretamente relacionada às delimitações fronteiriças, convencionalmente estabelecidas ao longo da história, para distinguir o gênero ficcional, do documentário e do experimental, de acordo com o teor de veracidade adotado nessa relação. Estas distinções seriam, a princípio, responsáveis por definir o que consideramos como “boa atuação”, mediante a capacidade do intérprete se metamorfosear em uma personagem sem permitir que o espectador reconheça os artifícios empregados nessa operação, do contrário estaríamos diante de uma “má atuação”, quando o artifício seria identificável, como uma máscara mal ajustada. Entretanto, sabemos também que há uma terceira categoria, constituída pela “não atuação”, isto é, aqueles que consideramos “pessoas reais”, denotando uma subjetividade sem fim entre aquilo que é, o que aparenta ser com extrema habilidade e o que não consegue se assemelhar. Dentro deste contexto, torna-se imperativo investigar como as outras artes, sobretudo o teatro e a pintura, lidaram com a questão da mímesis e da veracidade e o quanto a naturalidade dessa representação pode também estar atrelada a conhecidos fatores externos, políticos e econômicos, que controlam a experiência cinematográfica e audiovisual desde seus inícios.pt
dc.language.isoporpt
dc.rightsembargoedAccesspt
dc.subjectDireção no Cinemapt
dc.subjectPerformancept
dc.subjectMimesispt
dc.subjectTeatropt
dc.titleNão ator não existept
dc.title.alternativeMímesis, direção e performance no cinemapt
dc.typedoctoralThesispt
degois.publication.locationBrasilpt
dc.peerreviewedyes-
dc.date.embargo2023-06-11*
dc.identifier.tid101450842pt
dc.subject.fosCinemapt
dc.subject.fosTeatropt
dc.subject.fosDireçãopt
dc.subject.fosAtuaçãopt
dc.subject.fosperformancept
thesis.degree.disciplineID03020378-
thesis.degree.grantor00500::Universidade de Coimbrapt
thesis.degree.leveldoutor-
thesis.degree.nameDoutoramento em Estudos Artísticos/ Estudos Fílmicos e da Imagempt
thesis.degree.grantorUnit00505::Universidade de Coimbra - Faculdade de Letraspor
uc.date.periodoembargo0por
uc.rechabilitacaoestrangeiranopt
uc.date.periodoEmbargo730pt
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextembargo_20230611-
Appears in Collections:FLUC Secção de Artes - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento
Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese Final Corrigida.pdf1.69 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show simple item record

Page view(s)

20
checked on Dec 24, 2021

Download(s)

2
checked on Dec 24, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.