Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96397
Title: Essays On The Eurozone Banking Performance: Profitability, Risk, Remuneration And Efficiency
Authors: Proença, Catarina Alexandra Neves
Orientador: Augusto, Mário António Gomes
Murteira, José Maria Ruas
Keywords: Political connections; Gender diversity; Earnings Management; Bank Performance; Remuneration; Bank Efficiency; ECB; GMM; DEA
Issue Date: 16-Jul-2021
Abstract: The present dissertation addresses banking performance from several different perspectives, a general purpose that, to a large extent, was motivated by the various factors that led to the 2007/2008 global financial crisis. In particular, the low effectiveness of directors’ boards, remuneration policies with high-risk components, and earnings management can be considered amongst the most relevant drivers of this crisis. Accordingly, in order to pursue its general objective, the text is organized into three central chapters, in addition to the Introduction and final concluding section. Each chapter addresses one of the above three themes, using data on Eurozone banks directly supervised by the European Central Bank (ECB), considering the regulatory changes resulting from Directive 2013/36/EU (CRD IV), the imposition of a gender quota in the ECB and the implementation of the International Financial Reporting Standard 9. Chapter 2 investigates the influence of gender diversity upon the impact of board members’ political connections banks’ profitability and risk. Empirical results indicate that for high gender diversity the relationship between political connections and, respectively, profitability and risk, is U-shaped and inverted U-shaped. Empirical evidence also suggests that women’s greater ethical concern and risk aversion help mitigate the negative effects of political connections, shielding institutions’ interests from personal agendas’ adverse effects. Chapter 3 addresses the impact of political connections of banks’ Directors on the boards’ remuneration policies, as well as the influence of gender diversity on this impact. Statistical evidence suggests that political connections have a negative impact on remunerations, a hint that directors with political connections may prefer other types of benefits, rather than remunerations, as they may aim at future political positions and do not want to be associated with high remunerations. Gender diversity seemingly attenuates this negative effect, a finding that may be associated with the fact that women usually have greater ethical concerns, thereby promoting a more adequate remuneration policy. Chapter 4 addresses the impact of earnings management on Eurozone banks’ efficiency, examining its chronological evolution until the implementation of International Financial Reporting Standard 9. Empirical results suggest that efficiency is negatively affected by earnings management, as measured by discretionary loan loss provisions. Meanwhile, when total provisions are considered as earnings management proxy, results indicate a positive impact of loan provisions on allocative efficiency, contrarily to a negative effect of discretionary provisions. This finding helps stress the importance of defining earnings management as discretionary loan provisions, for the appropriate analysis of the former’s effect on banking efficiency.
A presente Tese aborda a performance bancária sobre diversas perspetivas, um objetivo geral que, em grande medida, foi motivado pelos vários fatores que conduziram à crise financeira global de 2007/2008. Em particular, a baixa eficácia dos Conselhos de Administração, políticas de remuneração com componentes elevadas de risco e a gestão de resultados podem ser consideradas como as causas mais relevantes desta crise. Neste sentido, e para prosseguir este objetivo, dividiu-se o estudo em três capítulos centrais, para além da Introdução e de uma secção final com a Conclusão. Cada um desses capítulos volta-se para uma daquelas temáticas, tendo sempre como referencial os bancos da Zona Euro supervisionados diretamente pelo Banco Central Europeu (BCE) e as alterações regulatórias resultantes da Diretiva 2013/36/EU (CRD IV), da imposição de uma quota de género no BCE e da implementação da International Financial Reporting Standard 9. O Capítulo 2 investiga a influência da diversidade de género no impacto das conexões políticas na rendibilidade e no risco bancário. Os resultados mostram que quando a diversidade de género é elevada, a relação entre conexões políticas e, respetivamente, rendibilidade e risco, é em forma de U e em forma de U invertido. Tal sugere que as caraterísticas diferenciadoras das mulheres, como o facto de serem mais éticas e mais avessas ao risco, ajudam a mitigar os efeitos negativos das conexões políticas, salvaguardando os interesses das instituições dos efeitos adversos das agendas pessoais dos seus administradores. O Capítulo 3 aborda o efeito das conexões políticas dos elementos dos Conselhos de Administração dos bancos na sua remuneração, assim como a influência da diversidade de género nesse efeito. A evidência estatística sugere que as conexões políticas têm um impacto negativo nas remunerações, sendo indicativo que os administradores com conexões políticas podem preferir outros tipos de benefícios, ao invés de remunerações, pois no futuro podem aspirar a novos cargos políticos, não querendo estar associados a remunerações elevadas. A diversidade de género atenua esse efeito negativo, resultado este que está associado ao facto de as mulheres geralmente apresentarem maiores preocupações éticas, promovendo políticas de remuneração mais adequadas. O capítulo 4 aborda o impacto da gestão de resultados na eficiência dos bancos da Zona Euro, analisando a sua evolução até à implementação da International Financial Reporting Standard 9. Os resultados empíricos sugerem que a eficiência é negativamente afetada pela gestão de resultados, medida pelas provisões discricionárias. Além disso, quando se considera as provisões totais como proxy da gestão de resultados, os resultados indicam um impacto positivo das provisões na eficiência de afetação, contrariamente ao efeito negativo das provisões discricionárias. Este resultado mostra a importância de definir a gestão de resultados pelas provisões discricionárias, para uma análise apropriada do seu efeito na eficiência bancária.
Description: Tese no âmbito do Doutoramento em Gestão de Empresas, orientada pelo Professor Doutor Mário António Gomes Augusto e pelo Professor Doutor José Maria Ruas Murteira e apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/96397
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese_Catarina Proença_final.pdf2.54 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

26
checked on Nov 26, 2021

Download(s)

1
checked on Nov 26, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.