Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96377
Title: Construtores do Brasil Grande: trabalho e trabalhadores na rodovia Transamazônica (1970-1974)
Authors: Braga, Magno Michell Marçal
Orientador: Nunes, João Paulo de Avelãs
Vieira, Vera Lúcia
Keywords: Amazônia; Amazon; Trabalho; Trabalhadores; Transamazônica; Work; Workers; Transamazon Highway
Issue Date: 7-Jul-2021
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A experiência da classe trabalhadora mobilizada em torno da construção da rodovia Transamazônica é objeto maior de reflexão desta tese. A Transamazônica nasceu filiada ao Programa de Integração Nacional (PIN) no auge da ditadura civil-militar em 1970 e teve a incorporação do território amazônico à lógica do capital nacional como pano de fundo da estratégia do Estado, que contava com o Nordeste como área de repulsão de um exército de mão de obra, além de grandes empresários interessados no megaempreendimento de construção civil e nos grandes projetos agropecuários com financiamentos subsidiados. O PIN tinha como prioridade da primeira fase a construção de um grandioso eixo rodoviário seguido por um plano de colonização às margens das rodovias Transamazônica (BR-230) e Cuiabá-Santarém (BR-163). Previa um grande plano de migração dirigida pelo Estado em direção às margens das nascentes rodovias com vistas a, supostamente, resolver dois problemas que o país experimentava: a tensão social no Nordeste (que se agravava com a seca de 1970) e a efetiva integração da região Norte, vista como “espaço vazio”, à lógica do capitalismo brasileiro. Sua execução exigiu a migração de milhares de trabalhadores chamados a “construir o Brasil Grande”. Após o governo Médici o projeto foi abandonado, deixando um rastro de destruição ambiental e problemas sociais que geram demandas até os dias atuais.
The experience of the working class mobilized around the construction of the Transamazônica highway is a major object of reflection in this thesis. Transamazônica has arised affiliated to the National Integration Program (PIN) during the civil-military dictatorship in 1970, with the incorporation of the Amazon territory into the logic of national capital as the backdrop of the State's strategy, which relied on the Northeast as source of an army of labor, as well as large businessmen interested in the mega construction enterprise and in large agricultural projects with subsidized financing. The first phase of the PIN priorized the construction of a huge highway, followed by a colonization plan on the margins of the Transamazônica (BR-230) and Cuiabá-Santarém (BR-163) highways. It also provided a major State-led migration plan towards the margins of the new highways in order to supposedly solve two problems that the country was experiencing: the social tension in the Northeast (which was aggravated by the 1970 drought) and the effective integration of the North region, which was seen as an “empty space”, to the logic of Brazilian capitalism. Its execution required the migration of thousands of workers called to “build the Big Brasil”. After the Médici government, the project was abandoned, leaving a trail of environmental destruction and social problems that generate demands until today.
Description: Tese no âmbito do doutoramento em História Contemporânea, orientada Professor Doutor João Paulo de Avelãs Nunes e coorientada pela Professora Doutora Vera Lúcia Vieira e apresentada ao Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/96377
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de História - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE Magno Braga - Construtores do Brasil Grande (1).pdf11.98 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

14
checked on Nov 26, 2021

Download(s)

6
checked on Nov 26, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.