Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96050
Title: Comportamento termofisiológico do corpo humano em postos de trabalho em ambientes frios
Other Titles: Thermophysiological behavior of the human body working in cold environments.
Authors: Silva, António Maria Costa e
Orientador: Raimundo, António Manuel Mendes
Keywords: Ambientes térmicos frios; HuTheReg; Postos de manufatura; Stress térmico; Comportamento termofisiológico do corpo humano; Cold thermal environments; HuTheReg; Manufacturing stations,; Heat stress; Thermophysiological behavior of the human body
Issue Date: 6-Sep-2021
Serial title, monograph or event: Comportamento termofisiológico do corpo humano em postos de trabalho em ambientes frios
Place of publication or event: Departamento de Engenharia Mecânica
Abstract: This work aims to perform an analysis of the thermophysiological behavior of the human body when exposed to prolonged periods of work in cold thermal environments, namely in manufacturing stations. Exposure to this type of environment is recognized as a contributing factor to adverse effects on the human body. These vary in degree of severity, and in extreme cases can have fatal consequences.Therefore, it becomes essential to predict these effects and try to mitigate them. To do this, we usually resort to software that simulates the thermophysiological response of the human body. The HuTheReg software is a fundamental ally in this process. This simulation software considers the human body supposedly divided into 22 (twenty-two) sections, each one corresponding to a part of the body, which is assumed to be composed of 5 layers.In a first stage, we will use data, obtained in field work, related to real situations of workers exposed to environments relevant to the study in question. Considering these same data, the simulation, using the SEnergEd software, was performed for the working day of a worker, obtaining the values of temperature evolution of human body parts with importance for the health and well-being of workers. It is thus possible to predict possible thermophysiological reactions. Once these reactions have been predicted, if they are undesirable, corrective measures can be taken to allow the workers to work safely and without fear for their well-being. It was possible to conclude that the levels of heat stress to which workers in the manufacturing and shipping and commercial areas are subjected do not present the potential to be dangerous to the workers. However, the conditions at these workplaces are not perfect, and there is still room for improvement.
Este trabalho tem por objetivo realizar a análise do comportamento termofisiológico do corpo humano quando exposto a períodos de trabalho prolongados em ambientes térmicos frios, nomeadamente em postos de manufatura. A exposição a este tipo de ambientes é reconhecida como fator contribuinte para efeitos nefastos no organismo humano. Esses mesmos variam em grau de gravidade, podendo em casos extremos ter consequência fatais.Assim sendo, torna-se essencial prever esses mesmos efeitos e tentar mitigá-los. Para tal, recorre-se normalmente a softwares de simulação da resposta termofisiológica do corpo humano. O software HuTheReg, apresenta-se como um aliado fundamental neste processo. Este software de simulação considera o corpo humano supostamente dividido em 22 (vinte e duas) secções, cada uma correspondente a uma parte do corpo, a qual é assumida como composta por 5 camadas.Numa primeira fase, recorrer-se-á a dados, obtidos em trabalhos de campo, relativos a situações reais de trabalhadores expostos a ambientes relevantes para o estudo em causa. Tendo em conta esses mesmos dados foi realizada a simulação, recorrendo ao software SEnergEd, relativa à jornada de trabalho de um operário, obtendo os valores de evolução da temperatura de partes do corpo humano com importância para a saúde e o bem-estar dos trabalhadores. É, assim, possível prever eventuais reações termofisiológicas. Previstas essas mesmas reações, caso sejam indesejáveis, tomar medidas corretivas que possibilitem aos trabalhadores jornadas de trabalho com segurança e sem receios pelo seu bem-estar. Foi possível concluir que os níveis de stress térmico aos quais os trabalhadores das zonas de manufatura e zonas de expedição e comércio se encontram sujeitos não se apresentam com potencial para elevada perigosidade para os trabalhadores. No entanto, as condições verificadas nesses postos de trabalho não são perfeitas, havendo ainda espaço para melhoria das mesmas.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/96050
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Antonio-Silva_2014208912_Relatorio-MiEM.pdf2.83 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

4
checked on Nov 25, 2021

Download(s)

4
checked on Nov 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons