Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/95319
Title: Dotações Seguras e Qualidade dos Cuidados de Enfermagem: Estudo em Contexto Hospitalar
Authors: Neves, Teresa Margarida Almeida
Orientador: Rodrigues, Vítor José Lopes
Parreira, Pedro Miguel dos Santos Dinis
Graveto, João Manuel Garcia do Nascimento
Issue Date: 30-Apr-2020
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: ENQUADRAMENTO: A evidência científica tem imputado à dotação segura de enfermeiros um papel central na qualidade dos cuidados de saúde, sobretudo em ambiente de hospitalar. Com base no modelo proposto por Donabedian, a dotação e outros elementos de estrutura, nomeadamente o ambiente de trabalho e o commitment organizacional, tendem a influenciar o processo de cuidados, com impacto nos resultados sensíveis aos cuidados de enfermagem. Em contexto hospitalar, diferentes estudos reconhecem a subdotação de enfermeiros e o ambiente de trabalho desfavorável à prática como potencialmente preditores de práticas de cuidados menos seguras, do aumento de eventos adversos (EA) e da taxa de mortalidade hospitalar. Porém, em Portugal pouco se conhece acerca desta associação, pese embora os dados estatísticos apontem a escassez de enfermeiros ao nível nacional. OBJETIVOS: Caracterizar as dotações de enfermagem, no contexto hospitalar do centro e norte de Portugal; avaliar o impacto da dotação segura na qualidade e segurança dos cuidados, considerando o efeito mediador do processo de cuidados, no contexto hospitalar do centro e norte de Portugal; avaliar as qualidades psicométricas de instrumentos de avaliação da estrutura, processo e resultado (E-P-R), adaptados à enfermagem e ao contexto hospitalar português. MÉTODO: Realizou-se um estudo transversal, com enfermeiros de 12 unidades hospitalares públicas, do centro e norte de Portugal. Os dados (objetivos e percetivos, de E P R) foram recolhidos entre janeiro e setembro de 2015. O estudo desenvolveu-se em três etapas: (a) análise das propriedades psicométricas dos instrumentos – Practice Environment Scale of the Nursing Work Index (PES-NWI), Questionário de Commitment Organizacional (QCO), Escala de Intenção de Saída (EIS) e Escala de Eventos Adversos associados à Prática de Enfermagem (EEAAPE); (b) estudo do impacto das dotações seguras na qualidade dos cuidados, com uma amostra de 850 enfermeiros; (c) estudo do impacto das dotações seguras na qualidade dos cuidados, com uma amostra de 55 enfermeiros gestores. RESULTADOS: Da ETAPA a), após análise fatorial confirmatória evidencia-se bom ajustamento global dos instrumentos (PES-NWI: χ2/df=2,81; CFI=0,92; GFI=0,92; RMSEA=0,05; QCO: χ2/df=6,56; CFI=0,91; GFI=0,93; RMSEA=0,08; EIS: χ2/df=2,88; CFI=0,99; GFI=0,97; RMSEA=0,08; EEAAPE, subescala Práticas de Enfermagem (PE): χ2/df=2,88; CFI=0,90; GFI=0,86; RMSEA=0,05; subescala Eventos Adversos (EA): χ2/df=4,62; CFI=0,93; GFI=0,95; RMSEA=0,07). Verificou-se estabilidade dos instrumentos, apresentando invariância de medida forte, exceto a subescala EA que detém invariância estrutural. Na ETAPA b), com base na proposta da Ordem dos Enfermeiros, identifica-se dotação insegura em 90% dos serviços (desvio: x ̅=-38,30% de enfermeiros), sobretudo em medicina interna e hospitais centrais. A subdotação é percebida por 82,19% dos enfermeiros. Foram propostos dois modelos de equações estruturais. O primeiro apresenta ajustamento global aceitável (χ2/df=2.94; CFI=0.86, PCFI=.81; PGFI=0.76, RMSEA=0.05), identificando-se o efeito da adequação da dotação percecionada pelos enfermeiros nos EA (βefeito_total= 0,18; variância explicada (VE): 53%), sendo a relação mediada pelo ambiente de trabalho e pelas PE (efeito direto das PE nos EA: β= 0,64). O segundo modelo apresenta bom ajustamento (χ2/df=2,37; CFI=0,88, PCFI=0,83; PGFI=0,77, RMSEA=0,04), evidenciando o efeito direto da dotação segura (em número e competência) na taxa de mortalidade (βefeito_total=-0,83; VE: 70%) e indireto nos EA (βefeito_indireto= 0,08; VE: 62%). O ambiente de trabalho e o commitment afetivo e normativo são também preditores dos resultados, considerando-se o papel mediador das PE. A ETAPA c) sustentou-se em dois modelos. No primeiro, a Path analysis destaca o efeito positivo da dotação percebida pelos enfermeiros gestores na qualidade dos cuidados (número enfermeiros: βefeito_total=0.23; competências: βefeito_total=0.12; VE: 64%), mediado pela capacidade de resposta, do uso de novas técnicas e métodos de trabalho, da capacidade de vigilância do utente e dos EA (efeito direto na qualidade: β=-0.23). O trabalho em equipa (β=-0.33) e a capacidade de resposta (β=-0.26) apresentam efeito direto nos EA. O modelo apresenta bom ajustamento (χ2/df=1.25; CFI=0.96, GFI=0.92, RMSEA=0.07). Da Path analysis, o segundo modelo apresenta bom ajustamento (χ2/df=0.49; CFI=1.00, GFI=0.97, RMSEA=0.00), revelando o efeito da dotação percebida na qualidade (número enfermeiros: βefeito_total=0.06; competências: βefeito_total=0.30; VE: 53%), mediado pela capacidade de resposta, envolvimento em projetos de melhoria contínua e cuidados centrados na pessoa. Todas as trajetórias dos diferentes modelos são estatisticamente significativas (p≤0,05). CONCLUSÕES: O estudo assinala a escassez de enfermeiros, condicionando a dotação segura em 90% dos serviços analisados. Sublinha-se o efeito significativo das dotações seguras na qualidade e segurança, em todos os modelos testados. Destaca-se o efeito de outros fatores estruturais (ambiente de trabalho, commitment, trabalho em equipa, capacidade de resposta) e do processo de cuidados na segurança e qualidade. Os achados suportam-se em indicadores objetivos e na perceção de enfermeiros da prestação direta de cuidados e gestores. A análise das qualidades psicométricas da PES NWI, QCO, EIS e EEAAPE sugere adequação dos instrumentos para aplicação em contexto português. Revela-se premente a intervenção estratégica na melhoria da dotação segura, de outros fatores estruturais e do processo de cuidados, de modo a mitigar EA e a reduzir a taxa de mortalidade. Os resultados permitem sustentar a tomada de decisão, visando a melhoria da qualidade dos cuidados e a sustentabilidade do sistema de saúde.
Description: Tese no âmbito do Programa de Doutoramento em Ciências da Saúde, ramo de Enfermagem, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/95319
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese_Dotação Segura.pdf10.18 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

26
checked on Oct 8, 2021

Download(s)

5
checked on Oct 8, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons