Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/95016
Title: A dimensão comunicacional na patrimonialização doespaço urbano: estudo da midiatização e da mediaçãocultural nos centros históricos de Coimbra e João Pessoa
Authors: Paiva, Jamile Miria Fernandes 
Orientador: Peixoto, Paulo Jorge Marques
Keywords: Patrimonialização; Centro Histórico; Exposição do patrimônio; Midiatização; Mediação cultural; Patrimonialization; Historic Center; Heritage Exhibit; Mediatization; Cultural Mediation
Issue Date: 18-Sep-2020
Abstract: Esta tese constitui um estudo sobre a abordagem comunicacional da patrimonialização do espaço urbano. Mais concretamente sobre exposição dos centros históricos de Coimbra e de João Pessoa. Parte da perspetiva que mediatização e mediação são conceitos distintos que guardam entre si uma relação de interdependência, procurando relevar que a operatividade simbólica do objeto patrimonial vai além de seus aspectos materiais, inserindo-se num complexo sistema social e político. A análise dessas duas dimensões dos processos de patrimonialização ocorreu por via de uma pesquisa centrada em uma abordagem qualitativa, concretizada através de entrevistas semiestruturadas com agentes institucionais, e ancorada na perspetiva que o espaço urbano patrimonial funciona como objeto comunicacional. Tomando a patrimonialização como um processo que não tem fim quando ocorre a atribuição formal do estatuto de patrimônio, pode-se perceber a relevância que a exposição vem ocupando na produção de uma nova imagem para as cidades históricas, segundo as lógicas simbólicas e econômicas predominantes nas sociedades contemporâneas. Nesse sentido, a midiatização e a mediação cultural, apesar de apresentarem naturezas distintas, são práticas e dispositivos que colocam em evidência questões locais acerca da exposição do patrimônio urbano como lugar de experiência, o que envolve uma constante procura por uma melhor comunicação com o público. O modo como tais práticas vêm sendo empreendidas nas últimas duas décadas nos centros históricos das cidades investigadas, situadas em países distintos, como Portugal e Brasil, torna evidente que é preciso saber lidar com o crescente protagonismo da recepção, para que a transmissão do passado não perca o sentido. Nesse contexto, no quadro de uma sociologia pragmática, partimos do seguinte problema de pesquisa: na exposição do patrimônio urbano, a midiatização e a mediação cultural têm efetivamente sido utilizadas como ferramentas estratégicas na publicização e de transmissão do centro histórico como objeto patrimonial? A análise permite perceber que, atualmente, o centro histórico de Coimbra beneficia de medidas de proteção em escala internacional, o que exige novas formas de mobilização patrimonial em relação às políticas culturais e educativas de sensibilização das narrativas do lugar. No que respeita ao centro histórico de João Pessoa, a intervenção no patrimônio urbano encontra-se apoiada em um passado que, pensado como histórico, procura promover a dinamização sociocultural e econômica da própria cidade. Por esse viés, este estudo permitiu evidenciar que a exposição do espaço urbano, como objeto patrimonial, em resposta a novas demandas e oportunidades nos centros históricos, como uma produção cultural específica, é altamente dependente de recursos mobilizáveis e da autonomia local da política patrimonial num contexto em que a cidade está em constante transformação.
This thesis develops a study on the communicational approach to the patrimonialization of urban space. More precisely the exposition of the historical city centers of Coimbra and João Pessoa. It emerges from the perspective that media coverage and mediation are distinct concepts that keep a relationship of interdependence among themselves, trying to highlight that the symbolic operability of the heritage object goes beyond its material aspects, inserting itself in a complex social and political system. The analysis of these two dimensions of the patrimonialization processes took place through a research centered on a qualitative approach, concretized through semi-structured interviews with institutional agents, and anchored in the perspective that the urban heritage space functions as a communicational object. Assuming patrimonialization as a process that does not end when there is a formal attribution of the status of heritage, one can perceive the relevance that the exhibition has been occupying in the production of a new image for historic cities, according to the symbolic and economic logic prevailing in contemporary societies. In this sense, mediatization and cultural mediation, despite having different natures, are practices and devices that highlight local issues about the exposure of urban heritage as a place of experience, which involves a constant search for better communication with the public. The way such practices have been undertaken in the last two decades in the historical centers of the studied cities, located in different countries, such as Portugal and Brazil, highlight that it is necessary to know how to deal with the growing protagonism of reception, so that the transmission of the past does not lose sense. In this context, within the framework of a pragmatic sociology, we start from the following research problem: in the exhibition process of urban heritage, have mediatization and cultural mediation been effectively used as strategic tools in the publicity and transmission of the historic city center as a heritage object? The analysis shows that, currently, the historic city center of Coimbra benefits from protection measures on an international scale, which requires new forms of heritage mobilization in relation to cultural and educational policies to raise awareness of the local narratives. With regard to the historical city center of João Pessoa, the intervention in urban heritage is supported in a past that, thought as historical, seeks to promote the socio-cultural and economic dynamism of the city itself. Accordingly, this study allowed us to show that the exposure of urban space, as a heritage object, in response to new demands and opportunities in historical city centers, as a specific cultural production, is highly dependent on mobilizable resources and the local autonomy of the heritage policy before the city in constant transformation.
Description: Tese no âmbito do Programa de Doutoramento em Sociologia – Cidades e Culturas Urbanas, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/95016
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A dimensão comunicacional na patrimonialização do espaço urbano.pdf6.11 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

36
checked on Jun 11, 2021

Download(s)

6
checked on Jun 11, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.