Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94971
Title: Contributo da resiliência individual e do coping diádico na qualidade de vida familiar de sujeitos com filhos integrados na educação inclusiva
Other Titles: The role of individual resilience and dyadic coping in family quality of life in subjects with offspring integrated in inclusive education
Authors: Ferreira, Bárbara Cristina Martins da Costa
Orientador: Carvalho, Maria Madalena Santos Torres Veiga
Keywords: resiliência; coping diádico; qualidade de vida; educação inclusiva; stress parental; resilience; dyadic coping; quality of life; inclusive education; parental stress
Issue Date: 18-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Contributo da resiliência individual e do coping diádico na qualidade de vida familiar de sujeitos com filhos integrados na educação inclusiva
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Resumo: Todas as famílias enfrentam momentos de crise ao longo do seu ciclo evolutivo, sendo crescente o número de exigências externas devido às transformações sociais, económicas, políticas e climáticas a que o seu contexto está sujeito. O nascimento de uma criança deficiente poderá colocar as famílias em maior risco de stress, desvantagem financeira e rutura familiar, o que pode afetar as dinâmicas conjugais e a perceção da qualidade de vida familiar.A presente investigação tem como objetivo principal compreender se a resiliência individual e o coping diádico têm influência na qualidade de vida familiar de indivíduos com filhos/as integrados/as na Educação Inclusiva. A amostra recolhida envolveu 36 adultos numa situação conjugal de casamento ou união de facto, com filhos/as com idades compreendidas entre 3 e 17 anos e um diagnóstico que implicou a necessidade de medidas de Educação Inclusiva.Na análise de regressão realizada, o Coping Diádico explicou 17.30% da variância na Qualidade de Vida, o que indica que os esforços que um ou ambos os parceiros empreendem para enfrentar e gerir as situações de stress têm influência na perceção da qualidade de vida do sistema familiar. Por outro lado, não foi encontrada uma relação estatisticamente significativa entre resiliência e qualidade de vida, tendo este constituído um resultado inesperado.Em suma, este estudo incidiu sobre uma população potencialmente sujeita a stressores crónicos e pretendeu contribuir para a compreensão acerca da resiliência individual e do coping diádico enquanto processos que permitem mitigar eventos stressantes, promover uma perceção positiva acerca da relação conjugal e da qualidade de vida familiar.
Abstract: Every family face moments of crisis along its evolutive cycle, with the number of external demands increasing due to the social, economic, politic and climatic changes the family context is exposed. The birth of a disabled child may put families at greater risk of stress, financial disadvantage and family breakdown, which could in turn impair the conjugal dynamics and family quality of life perception.The main goal of this study is to understand if the individual resilience and dyadic coping have an influence in family quality of life in subjects whose offspring is integrated in Inclusive Education. The sample is comprised by 36 adults in a conjugal situation of marriage or non-marital partnership, with offspring between the ages of 3 and 17 with a diagnosis that posed the necessity of Inclusive Education measures.In the regression analysis carried out, we found the Dyadic Coping explained 17.30% of the variance in Quality of Life, which suggests the efforts undertaken by one or both conjugal partners to face and manage stress situations influences the family system quality of life perception. On the other hand, we didn’t find a significant statistical correlation between resilience and quality of life, which was unexpected.In conclusion, this study focused on a population exposed to chronic stressors and intended to contribute to the understanding of individual resilience and dyadic coping as processes that allow the mitigation of stressing events and promote a positive perception of the conjugal relationship and family quality of life.Key Words: , , , , .
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94971
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação_Barbara___Final.pdf637.77 kBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

17
checked on Sep 10, 2021

Download(s)

4
checked on Sep 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons