Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94960
Title: QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO IDOSA, INTERVENÇÃO DO SERVIÇO DE APOIO DOMICILIÁRIO E DO SERVIÇO SOCIAL NA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ANADIA
Other Titles: QUALITY OF LIFE OF ELDERLY POPULATION, INTERVENTION OF HOME SUPPORT SERVICE AND SOCIAL WORK IN THE SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ANADIA
Authors: Simões, Mónica Fernandes
Orientador: Luz, Maria Helena Gomes dos Reis Amaro da
Keywords: Envelhecimento; Qualidade de vida; Serviço de Apoio Domiciliário; Serviço Social; Utentes/Idosos; Aging; Quality of life; Domiciliary Support Service; Social Work; Users / Elderly
Issue Date: 9-Oct-2019
Serial title, monograph or event: QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO IDOSA, INTERVENÇÃO DO SERVIÇO DE APOIO DOMICILIÁRIO E DO SERVIÇO SOCIAL NA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ANADIA
Place of publication or event: Serviço de Apoio Domiciliário da Santa Casa da Misericórdia de Anadia
Abstract: The monograph that forms the present work results from the stage developed in the Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA) in the context of the Domiciliary Support Service (SAD), thus translating the internship, the way in which this Master's Social Work.The SAD is one of the privileged social responses, of a formal nature, in terms of care for the elderly, and is the one that has assumed the greatest growth among the different modalities of providing support to them. Data from the Social Charter - 2017 Report (GEP / MSESS, 2017) report that in the period between 2000 and 2017, the increase of this service was around 71%. The SAD is one of the forms of support developed within the framework of the solidarity network and to which the Private Social Solidarity Institutions (IPSS's) contribute a great deal, including the Misericórdias, which seek primarily to provide support at home of the elderly and contribute to the quality of life of these publics. In this context, the general objectives of the empirical study, contextualized by the institutional reality, sought to understand the quality of life of elderly people integrated into the SAD of the SCMA, as well as to understand the role of SAD and Social Work in the quality of life of these elderly people. With a more specific focus it was intended to characterize the sample composed of elderly users, family helpers and social worker / technical director of the social response, to ascertain analytical elements of the general quality of life of the elderly and elements coming from their perception about the quality of life in its relationship with SAD; to perceive the contribution of SAD to the quality of life of the elderly, in terms of (in)satisfied needs, care and expectations regarding this service; understand the concepts and practices anchored to the Social Work, enhancing the quality of life of the elderly in the institutional context.In order to reach the objectives outlined, the qualitative methodology was favored, leading to the accomplishment of an empirical study with the typology of a single exploratory case study, of a holistic nature (Yin, 1993). 14 participants (elderly, family helpers and social worker). Data collection instruments were multiples and benefited from theoretical-documentary sources, diary / field notes and a semi-structured interview protocol. The dominant methodology in terms of data analysis continued the analysis of content, but the study also turned to simple statistical analysis for the more systematic presentation of data referring to elements of characterization of the sample.The interpretation of the results allowed us to verify, regarding the interviews and the analytical elements of the quality of life of the elderly, that it is associated, in terms of health and functional aspects, to the absence of mental health problems, that is to say, memory of daily life; with regard to social support and participation, care provisioned by relatives, mostly children; the environment in which the elderly are inserted, the security and comfort felt at home. It should be noted that the elderly affirm that they feel satisfied with life and future concerns capable of influencing their quality of life, those related to the deterioration of their health and / or living in a state of dependency. The influence of SAD on the quality of life of the elderly is perceived as decisive for the satisfaction of basic needs, namely, food, household cleaning, personal hygiene and clothing, and improvements have been suggested that influence the quality of life in terms of flexibility schedules.Regarding services provided by family helpers, the results of the study report that household tasks have an influence on the quality of life of the elderly, increasing their comfort and consequent happiness and satisfaction; the tasks that focus on personal attention to the elderly are important to combat the loneliness of these publics; the tasks that foster the relationship between the elderly and the environment translate opportunities for them to participate in activities that break their daily monotony and tasks in the family support favor the proximity between the family and the elderly.At the level of Social Work, the auscultation made it possible to verify that the central approaches of the professional intervention committed to the quality of life of the elderly result from an action that seeks to integrate the elderly, encourage their self-determination, motivate the professionals, pursue the quality policy, among other aspects. The contribution of SAD to the quality of life derives from individualized and personalized services at home, and the challenge to Social Work in this area arises from the need to meet the growing demands on quality of care.
A monografia que configura o presente trabalho resulta do estágio desenvolvido na Santa Casa da Misericórdia de Anadia (SCMA) no contexto do Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), traduzindo, assim, o estágio, a via em que se concretizou este trabalho de Mestrado em Serviço Social.O SAD constitui uma das respostas sociais privilegiadas, de natureza formal, em termos da prestação de cuidados aos idosos e é a que tem assumido um maior crescimento por entre as diferentes modalidades de provisão de apoio aos mesmos. Dados provenientes da Carta Social - Relatório de 2017 (GEP/MSESS, 2017) informam que no período que medeia entre 2000 e 2017, o incremento deste serviço se situou na ordem dos 71%. O SAD traduz uma das modalidades de apoio desenvolvida no âmbito da rede solidária e para a qual, em muito contribuem as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS's), entre as quais se incluem as Misericórdias, que procuram de forma primordial efetivar o apoio no domicílio dos idosos e contribuir para a qualidade de vida destes públicos. Neste âmbito, os objetivos gerais do estudo empírico, contextualizado pela realidade institucional, intentaram percecionar a qualidade de vida dos idosos integrados no SAD da SCMA, assim como compreender o papel do SAD e do Serviço Social na qualidade de vida desses idosos. Com um enfoque mais específico pretendeu-se, caracterizar a amostra composta por utentes idosos, ajudantes familiares e assistente social/diretora técnica da resposta social, apurar elementos analíticos da qualidade de vida geral dos idosos e elementos advindos da sua perceção acerca da qualidade de vida na sua relação com o SAD; percecionar o contributo do SAD para a qualidade de vida dos idosos, em termos de necessidades (in)satisfeitas, prestação de cuidados e expetativas relativas a este serviço; compreender quais as conceções e práticas ancoradas ao Serviço Social potenciadoras da qualidade de vida dos idosos no contexto institucional.Com o intuito de alcançar os objetivos delineados foi privilegiada a metodologia qualitativa conducente à realização de um estudo empírico com a tipologia de um estudo de caso exploratório único, de natureza holística (Yin, 1993), tendo sido para o efeito reunida uma amostra constituída por 14 participantes (idosos, ajudantes familiares e assistente social). Os instrumentos de recolha de dados mostraram-se múltiplos e beneficiaram de fontes teórico-documentais, do diário/notas de campo e de um protocolo de entrevista semi-estruturada. A metodologia dominante em termos de análise de dados prosseguiu a análise de conteúdo, tendo, contudo o estudo também recorrido à análise estatística simples para a apresentação mais sistemática de dados referentes a elementos de caracterização da amostra.A interpretação dos resultados permitiu verificar quanto às entrevistas e relativamente aos elementos analíticos da qualidade de vida dos idosos que a mesma se associa, quanto a aspetos de saúde e funcionalidade, à inexistência de problemas de saúde mental, ou seja, de memória limitadores do quotidiano; quanto ao apoio social e participação, ao cuidado provisionado por familiares, maioritariamente filhos(as); quanto ao meio ambiente em que os idosos estão inseridos, à segurança e ao conforto sentidos no domicílio. De salientar que os idosos afirmam sentir-se satisfeitos com a vida e salientam como preocupações futuras capazes de influenciar a sua qualidade de vida, as que se relacionam com a deterioração da sua saúde e/ou vivência de um estado de dependência. A influência do SAD para a qualidade de vida dos idosos é percecionada como decisiva para a satisfação de necessidades elementares, designadamente, alimentação, limpeza do domicílio, higiene pessoal e vestuário, tendo sido sugeridas melhorias com influência na qualidade de vida, a nível da flexibilidade dos horários. Relativamente aos serviços prestados pelas ajudantes familiares, os resultados do estudo informam que as tarefas do foro doméstico têm uma influência na qualidade de vida dos idosos acrescendo o seu conforto e consequente felicidade e satisfação; as tarefas que focalizam uma atenção pessoal ao idoso são importantes para o combate à solidão destes públicos; as tarefas que potenciam a relação do idoso com o meio envolvente traduzem oportunidades para que os mesmos possam participar em atividades quebrando a sua monotonia diária e as tarefas a nível do apoio familiar favorecem a proximidade entre a família e o idoso. Ao nível do Serviço Social, a auscultação feita permitiu apurar que os enfoques centrais da intervenção profissional comprometida com a qualidade de vida do idoso decorrem de uma atuação que procura integrar o idoso, incentivar a sua autodeterminação, motivar os profissionais, prosseguir a política de qualidade, entre outros aspetos. O contributo do SAD para a qualidade de vida decorre dos serviços individualizados e personalizados no domicílio sendo que o desafio que se coloca ao Serviço Social neste âmbito su
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Serviço Social apresentado à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94960
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Monografia final.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

13
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

19
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons