Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94959
Title: Contributo da Psicologia Positiva na resposta psicossocial para a capacitação, bem-estar e regulação emocional de um indivíduo em programa de substituição de cloridrato de metadona – Estudo de caso.
Other Titles: Positive Psychology's Contribution to Psychosocial Response to Empowerment, Well-Being, and Emotional Regulation of an Individual in Methadone Hydrochloride Replacement Program - Case Study
Authors: Pascoal, Paulo Jorge Romeira
Orientador: Almeida, Ana Cristina Ferreira
Keywords: Psicologia Positiva; Intervenção Organizacional; Positive Psychology; organizational intervention
Issue Date: 8-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Contributo da Psicologia Positiva na resposta psicossocial para a capacitação, bem-estar e regulação emocional de um indivíduo em programa de substituição de cloridrato de metadona – Estudo de caso.
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Contributo da Psicologia Positiva na resposta psicossocial para a capacitação, bem-estar e regulação emocional de um indivíduo em programa de substituição de cloridrato de metadona – Estudo de caso.No âmbito do último ano do Mestrado Integrado em Psicologia, designadamente na área de especialização de Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento, cumpre concretizar dois projetos, respetivamente, de estágio de atividades de iniciação profissional e de investigação que, por vezes, e tal é o nosso caso, se complementam nas vertentes de estudo e de intervenção.Assim, este estudo decorre de uma necessidade identificada a partir das funções desempenhadas pela Equipa de Intervenção Direta, num Centro Comunitário, que se refere ao acompanhamento de cidadãos, particularmente, daqueles com características ou em situação que requerem o apoio desta Equipa. É o caso de cidadãos de minorias étnicas, cigana em particular, e/ou de cidadãos com comportamentos perturbados por adições, o que aumenta a vulnerabilidade sobre um conjunto de circunstâncias de dificuldades e de exclusão social e emocional. Sem menosprezar as idiossincracias ou o respeito pela individualidade, quisemos focar a atenção num caso que pretendemos estudar. Trata-se, assim, de um estudo de caso, de observação com algum detalhe de um indivíduo com uma história marcada pela toxicodependência, mas com um conjunto de particularidades que motivaram a investigação qualitativa que se apresenta. A recolha de dados aconteceu no ambiente “natural”, em interação direta com o indivíduo, observando as suas respostas numa aproximação dialógica semi-dirigida, com vista a reunir elementos descritivos relativos às suas experiências e história pessoal cruzada pela cultura da sua origem cigana. O processo de estudo, livre de pressupostos e de preconceitos tanto quanto possível, inscreve-se no alinhamento de uma abordagem fenomenológica, no sentido de clarificar o significado de acontecimentos passados e presentes, e de compreender a experiência subjetiva do sujeito-caso de estudo (ex) toxicodependente, em programa de substituição de cloridrato de metadona. O acompanhamento psicológico concomitante ao apoio social permitiu conhecer o indivíduo, com o seu consentimento informado, desde a sua história clínica, a talentos e projetos deixados por realizar até agora. Porém, à luz de uma abordagem preferencialmente humanista, decidimos monitorizar a prática psicológica com tónica fenomenológica (cf. Amatuzzi, 2009), de modo a associar a terapia de substituição momentos de reflexão sobre as experiências passadas e acontecimentos da atualidade, orientada para a expressão de pensamentos e de sentimentos, identificação de valores e regulação de emoções e comportamentos. Sabendo que existem diferentes tipos de tratamento disponibilizados em Portugal para a adição, e dentre eles o internamento em centros de reabilitação, situação pela qual o nosso interlocutor já havia passado, quisemos conhecer mais aprofundadamente a questão do comportamento aditivo, das políticas de intervenção e de tratamentos disponibilizados. Neste sentido, passámos em revista o conceito de comunidade terapêutica e explorámos indicadores de eficácia do processo de institucionalização e adesão ao tratamento. Contudo, em função do conhecimento deste caso (como exemplo de outros) constatámos na história do indivíduo a reincidência dos consumos e manutenção de um conjunto de fatores de risco, como a pobreza, enquadramento habitacional desfavorecido, isolamento social, vulnerabilidade, baixa autoestima, ausência de projeto de vida, etc. (cf. Moreira et al., 2005).Assim, buscámos na Psicologia Positiva alicerces para o estudo e acompanhamento deste indivíduo, pelo diálogo, observações naturalistas, questionamento, aproximação a inquérito apreciativo, avaliação das virtudes e forças de caráter, no sentido de, mais do que tratar os problemas, as patologias e os desajustamentos psicológicos, conhecer os fenómenos psicológicos para auxiliar a preparar-se para enfrentar a adversidade com resiliência, procurando compreender e otimizar as qualidades, reinterpretar subjetivamente a realidade (Csikszentmihaly & Csikszentmihaly, 2006; Seligman, Stenn, Park, & Peterson, 2005).Por outro lado, o próprio contexto organizacional do Centro Comunitário de acolhimento tem caminhado no sentido a aprender novas formas de intervir. Também neste plano a Psicologia Positiva propõe práticas inovadoras, no sentido de promover a mudança positiva por intervenções sistémicas e comunicacionais nas prórpias organizações.Assim, o presente estudo procedeu-se a uma breve revisão teórica da Psicologia Positiva, do seu percurso em contexto organizacional, bem como dos recentes
Positive Psychology's Contribution to Psychosocial Response to Empowerment, Well-Being, and Emotional Regulation of an Individual in Methadone Hydrochloride Replacement Program - Case StudyAs part of the final year of the Integrated Master in Psychology, namely in the area of ​​Psychology of Education, Development and Counseling, two projects are to be completed, respectively, for internships and research which, sometimes, is such. In our case, they complement each other in the areas of study and intervention.Thus, this study stems from a need identified from the functions performed by the Direct Intervention Team, in a Community Center, which refers to the monitoring of citizens, particularly those with characteristics or situation that require the support of this Team. This is the case for citizens of ethnic minorities, Roma in particular, and / or citizens with behaviors that are disturbed by addictions, which increases vulnerability to a range of circumstances of social and emotional distress and exclusion.Without disregarding idiosyncracies or respect for individuality, we wanted to focus attention on a case we intend to study.Thus, it is a case study, observation with some detail of an individual with a history marked by drug addiction, but with a set of particularities that motivated the qualitative research that is presented. Data collection took place in the “natural” environment, in direct interaction with the individual, observing their responses in a semi-directed dialogical approach, with a view to gathering descriptive elements related to their experiences and personal history crossed by the culture of their gypsy origin. The study process, free of assumptions and prejudices as much as possible, is part of the alignment of a phenomenological approach to clarify the meaning of past and present events, and to understand the subjective experience of the subject-case study ( ex) addict in methadone hydrochloride substitution program.The accompanying psychological support to the social support allowed to know the individual, with his informed consent, from his clinical history, to talents and projects left unrealized until now. However, in the light of a preferentially humanistic approach, we decided to monitor psychological practice with phenomenological emphasis (cf. Amatuzzi, 2009) in order to associate substitution therapy.momentos de reflexão sobre as experiências passadas e acontecimentos da atualidade, orientada para a expressão de pensamentos e de sentimentos, identificação de valores e regulação de emoções e comportamentos. Sabendo que existem diferentes tipos de tratamento disponibilizados em Portugal para a adição, e dentre eles o internamento em centros de reabilitação, situação pela qual o nosso interlocutor já havia passado, quisemos conhecer mais aprofundadamente a questão do comportamento aditivo, das políticas de intervenção e de tratamentos disponibilizados. Neste sentido, passámos em revista o conceito de comunidade terapêutica e explorámos indicadores de eficácia do processo de institucionalização e adesão ao tratamento. Contudo, em função do conhecimento deste caso (como exemplo de outros) constatámos na história do indivíduo a reincidência dos consumos e manutenção de um conjunto de fatores de risco, como a pobreza, enquadramento habitacional desfavorecido, isolamento social, vulnerabilidade, baixa autoestima, ausência de projeto de vida, etc. (cf. Moreira et al., 2005).Assim, buscámos na Psicologia Positiva alicerces para o estudo e acompanhamento deste indivíduo, pelo diálogo, observações naturalistas, questionamento, aproximação a inquérito apreciativo, avaliação das virtudes e forças de caráter, no sentido de, mais do que tratar os problemas, as patologias e os desajustamentos psicológicos, conhecer os fenómenos psicológicos para auxiliar a preparar-se para enfrentar a adversidade com resiliência, procurando compreender e otimizar as qualidades, reinterpretar subjetivamente a realidade (Csikszentmihaly & Csikszentmihaly, 2006; Seligman, Stenn, Park, & Peterson, 2005).Por outro lado, o próprio contexto organizacional do Centro Comunitário de acolhimento tem caminhado no sentido a aprender novas formas de intervir. Também neste plano a Psicologia Positiva propõe práticas inovadoras, no sentido de promover a mudança positiva por intervenções sistémicas e comunicacionais nas prórpias organizações.Assim, o presente estudo procedeu-se a uma breve revisão teórica da Psicologia Positiva, do seu percurso em contexto organizacional, bem como dos recentes desenvolvimentos e aplicações práticas em Portugal, explicitando as razões defendidas pelos seus autores para a sua integração na intervenção organizacional.Seguidamente, descreve-se o contexto institucional e a equipa de intervenção direta, suas funções e atividades, designadamente, de prevenção de comportamentos de risco.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94959
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

8
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

6
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons