Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94957
Title: (SOBRE)VIVENTES DAS DEPENDÊNCIAS - A perspetiva das forças no Serviço Social
Other Titles: Dependent of addicions - The Perspective of Forces in Social Work
Authors: Brandão, Sara Isabel Vicente
Orientador: Santos, Clara Maria Rodrigues Cruz Silva
Keywords: Serviço Social; Teoria das forças; Dependências; Biograma; Social Work; Theory of forces; Addictions; Biogram
Issue Date: 28-Oct-2019
Serial title, monograph or event: (SOBRE)VIVENTES DAS DEPENDÊNCIAS - A perspetiva das forças no Serviço Social
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O Serviço Social, enquanto disciplina científica e profissão, sofreu inevitavelmente com as referidas mutações, tendo assim a necessidade de se reconfigurar a par com as políticas sociais. Perante isto, o contexto de prática, apresenta-se aos assistentes sociais com um cenário de radicais mudanças e fragmentações sociais, obrigando consequentemente a que estes reconsiderem a sua intervenção perante os novos desafios da nova realidade com que os profissionais se iram confrontar. A presente investigação pretendeu dar enfâse à intervenção social feita a partir das potencialidades e dos recursos dos indivíduos, permitindo assim uma abordagem diferenciadora e potenciadora dos mesmos, através de instrumentos centrados na pessoa, tal como o biograma. Esta é uma investigação qualitativa, de caráter exploratório, foi levada a cabo no distrito de Coimbra e foram realizadas oito entrevistas semiestruturadas a utentes de uma Comunidade Terapêutica. A população alvo do estudo, é constituída por oito participantes do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 39 e os 57 anos de idade. Após a recolha dos dados, realizaram-se a transcrição das entrevistas e construção dos respetivos biogramas. Os resultados obtidos revelam a escassa consciência dos participantes das suas potencialidades e recursos internos, que promovem necessariamente uma intervenção social focada nas forças e potencialidades dos sujeitos, de forma a desenvolver uma intervenção mais capacitadora. A informação recolhida, revela que os indivíduos assumem fatores de resiliência e de força para ultrapassar momentos significativos de adversidade, em fatores externos a si.
O Serviço Social, enquanto disciplina científica e profissão, sofreu inevitavelmente com as referidas mutações, tendo assim a necessidade de se reconfigurar a par com as políticas sociais. Perante isto, o contexto de prática, apresenta-se aos assistentes sociais com um cenário de radicais mudanças e fragmentações sociais, obrigando consequentemente a que estes reconsiderem a sua intervenção perante os novos desafios da nova realidade com que os profissionais se iram confrontar. A presente investigação pretendeu dar enfâse à intervenção social feita a partir das potencialidades e dos recursos dos indivíduos, permitindo assim uma abordagem diferenciadora e potenciadora dos mesmos, através de instrumentos centrados na pessoa, tal como o biograma. Esta é uma investigação qualitativa, de caráter exploratório, foi levada a cabo no distrito de Coimbra e foram realizadas oito entrevistas semiestruturadas a utentes de uma Comunidade Terapêutica. A população alvo do estudo, é constituída por oito participantes do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 39 e os 57 anos de idade. Após a recolha dos dados, realizaram-se a transcrição das entrevistas e construção dos respetivos biogramas. Os resultados obtidos revelam a escassa consciência dos participantes das suas potencialidades e recursos internos, que promovem necessariamente uma intervenção social focada nas forças e potencialidades dos sujeitos, de forma a desenvolver uma intervenção mais capacitadora. A informação recolhida, revela que os indivíduos assumem fatores de resiliência e de força para ultrapassar momentos significativos de adversidade, em fatores externos a si.
Description: Dissertação de Mestrado em Serviço Social apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94957
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissetaçao Mestrado SS Sara Brandao.pdf1.89 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

4
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

3
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons