Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94950
Title: Estudo comparativo entre adultos idosos e adultos jovens sobre o efeito de animacidade
Other Titles: Comparative study between older and younger adults on the animacy effect
Authors: Girão, Vanessa Sofia Ferreira
Orientador: Pinho, Maria Salomé Ferreira Estima
Keywords: Memória; Efeito de Animacidade; Envelhecimento; Perspetiva Evolucionária; Memory; Animacy Effect; Aging; Evoluionary Perspective
Issue Date: 28-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Estudo comparativo entre adultos idosos e adultos jovens sobre o efeito de animacidade
Place of publication or event: Coimbra - Portugal
Abstract: O efeito de animacidade diz respeito a uma vantagem do processamento mnésico de estímulos referentes a coisas animadas por comparação com estímulos relativos a coisas inanimadas. De acordo com uma perspetiva evolutiva, os estímulos relativos a coisas animadas são considerados prioritários no ajustamento do indivíduo ao meio. Uma vez que no envelhecimento se verifica um declínio da memória episódica e das funções executivas, poder-se-ia supor que o efeito de animacidade se encontrasse reduzido em adultos idosos.No presente estudo foi solicitado a 70 participantes, divididos em dois grupos etários (35 adultos idosos, entre os 65 e 80 anos, e 35 adultos jovens, entre os 20 e os 30 anos), que realizassem uma tarefa de evocação livre após a exposição de uma lista de 24 palavras (12 palavras referentes a coisas animadas e 12 palavras respeitantes a coisas inanimadas). Esta tarefa experimental de memória de palavras teve como principal objetivo perceber se em adultos idosos, sem declínio cognitivo, sem sintomatologia depressiva, com autonomia funcional e escolaridade igual ou superior à antiga quarta classe, se observa o efeito de animacidade, ou seja, se o processamento de palavras que se referem a coisas animadas favorece a evocação. O desempenho mnésico dos adultos idosos foi ainda comparado com os resultados de adultos jovens (sem sintomatologia depressiva), de forma a averiguar se o efeito de animacidade seria mais baixo nos primeiros, por outras palavras, se seria mais proeminente nos adultos jovens. Adicionalmente, analisou-se se a aptidão verbal dos participantes influenciava o desempenho na referida tarefa de memória.Os resultados obtidos mostram que as palavras referentes a objetos animados são mais evocadas do que as palavras que remetem para objetos inanimados, não se tendo registado para a categoria de palavras animadas um efeito diferenciado no desempenho mnésico dos adultos jovens versus idosos, nem uma relação entre a aptidão verbal e o efeito de animacidade em qualquer dos grupos etários. O processamento baseado na animacidade poderá, então, ser utilizado para promover a evocação de material verbal em adultos idosos.
The animacy effect refers to an advantage of memory processing of stimuli relative to animate things compared to stimuli relative to inanimate things. From an evolutionary perspective, stimuli for animate things are considered a priority in the individual’s adjustment to the environment. Since episodic memory and executive functions decline with aging, it could be assumed that the animacy effect is also reduced in older adults.In the present study, 70 participants, divided into two age groups (35 older adults between 65 and 80 years old and 35 younger adults between 20 and 30 years old), were asked to perform a free recall task after being presented with a list of 24 words (12 referring to animated things and 12 referring to inanimated things). This experimental words memory task had as its main goal to perceive if in older adults, without cognitive decline and depressive symptomatology, with functional autonomy and education level equal or superior to the old fourth grade, the animacy effect is observed, that is, if the processing of words that refer to animated things favors recall. The performance of older adults was also compared with the results of younger adults (without depressive symptomatology), in order to determine if the animacy effect would be lower in the former, in other words, if it would be more proeminent in younger adults. Additionally, it was analyzed if the verbal aptitude of the participants influenced the performance on the referred experimental memory task.The obtained results show that the words referring to animated objects are better recalled than the words referring to inanimate objects, and there was no differentiated effect on the performance of younger versus older adults for the animated word category, nor a relationship between verbal aptitude and the effect of animacy on any of the age groups. Animacy-based processing can then be used to promote the recall of verbal material in older adults.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94950
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_Vanessa Girão[versão final].pdf454.71 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

7
checked on Jun 11, 2021

Download(s)

7
checked on Jun 11, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons