Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94945
Title: Sorrisos com Arte
Other Titles: Smiles with Art
Authors: Cebola, Maria João do Carmo
Orientador: Alcoforado, Joaquim Luis Medeiros
Keywords: Museu; “EU no musEU”; Cuidadores Informais; défice cognitivo; perturbações neuro cognitivas; Museum; “EU no musEU”; Informal Caregivers; cognitive deficit; Neuro-cognitive disorders
Issue Date: 28-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Sorrisos com Arte
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Os museus desde cedo, compreenderam que o seu papel na sociedade eram mais do que meros “depósitos de arte”, disponíveis para serem vistos e apreciados por todos os seus visitantes. Eles assumem múltiplos papeis em diversas áreas distintas (política, cultural ou institucional) e têm uma grande responsabilidade social, quer a nível de inclusão social, apoio comunitário, desenvolvimento científico ou mesmo de aprendizagem ao longo da vida.O presente trabalho de investigação foi desenvolvido no domínio da Educação de adultos e Intervenção Comunitária, e pretendeu analisar o impacto que o projeto “EU no musEU” realizado no Museu Nacional Machado de Castro (MNMC) em Coimbra tem na vida dos cuidadores informais de doentes com Perturbações Neuro Cognitivas (PNC) do tipo Doença de Alzheimer (DA). O “EU no musEU” tem como objetivo a promoção do bem-estar e a inclusão social de pessoas com défice cognitivo, demência e os seus cuidadores informais, e estimular ao nível cognitivo as pessoas com défice cognitivo, demência e seus cuidadores informais, mediante a fruição e (re)interpretação de obras de arte.Para a realização deste estudo suportámo-nos numa metodologia de base qualitativa, elegendo como instrumentos de recolha de dados a entrevista semiestruturada, orientada para seis cuidadores informais, cujo guião foi criado apenas para o efeito, e a observação participante onde durante dezoito meses a investigadora participou e observou as sessões do “EU no musEU” no MNMC em Coimbra. Os principais resultados do estudo, revelam que ao longo de duas horas e uma vez por mês, o cuidador informal transforma-se, volta a (re)encontrar-se na primeira pessoa, nem que seja por apenas escassos minutos, conseguindo ter o seu momento de liberdade, o seu “balão de oxigénio”. Essa transformação “nasce” a partir dos dinamizadores do projeto, que através da obra de arte, chegam aos cuidadores informais de forma a que estes se permitam relaxar e sentirem-se mais calmos e serenos.É fundamental que haja mais projetos como este, que permita que todos as pessoas que cuidam e que “dão” o seu tempo a outros, sejam eles mesmo e consigam estar consigo na primeira pessoa.
Early on, museums understood that their role in society was more than mere “art depots” available for all visitors to see and enjoy. They take on multiple roles in many different areas (political, cultural or institutional) and have a great social responsibility, whether social inclusion, community support, scientific development or even lifelong learning.This research work was developed in the field of Adult Education and Community Intervention, and aimed to analyze the impact that the “EU no musEU” project carried out at the Machado de Castro National Museum (MNMC) in Coimbra has on the lives of informal caregivers of patients. with Neuro Cognitive Disorders (CNS) of the Alzheimer's Disease (AD) type. The “Eu no musEU” aims to promote the well-being and social inclusion of people with cognitive impairment, dementia and their informal caregivers, and to stimulate people with cognitive impairment, dementia and their informal caregivers at the cognitive level, the enjoyment and (re) interpretation of works of art. For this study, we supported a qualitative methodology, choosing as data collection instruments the semi-structured interview, oriented to six informal caregivers, whose script was created for this purpose only, and the participant observation where for eighteen months the researcher participated and observed the sessions of “EU no musEU” at MNMC in Coimbra. The main results of the study reveal that over the course of two hours and once a month, the informal caregiver changes, finds himself, in the first person again, if only for a few minutes, managing to have his own moments of freedom, yours “oxygen balloon”. This transformation is “born” from the project's drivers, who through the artwork reach the informal caregivers so that they allow themselves to relax and feel calm and more serene. More projects like this are essential, allowing all the caregivers to "give" their time to others, themselves and being able to be with you in the first person.
Description: Dissertação de Mestrado em Educação e Formação de Adultos e Intervenção Comunitária apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94945
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Mestrado Maria João Cebola .pdf2.9 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

7
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

4
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons