Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94941
Title: A Atividade Onírica e as suas Relações com os Mecanismos de Defesa
Other Titles: Dream Activity and its Relations with Defense Mechanisms
Authors: Silva, Maria Helena Correia Coelho da
Orientador: Paixão, Rui Alexandre Paquete
Keywords: Sonhos; Mecanismos de defesa; Dreams; Defense mechanisms
Issue Date: 17-Oct-2019
Serial title, monograph or event: A Atividade Onírica e as suas Relações com os Mecanismos de Defesa
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Este estudo teve como objetivo conhecer e caracterizar a atividade onírica numa amostra da população portuguesa, e relacioná-la com os estilos e mecanismos defensivos. Um grupo de observação de 190 indivíduos (F = 63%, M = 37%) entre os 18 e 64 anos (M=33.26; DP=12.57) esteve envolvido; a avaliação foi realizada utilizando versões traduzidas dos questionários Mannheim Dream Questionnaire e Iowa Sleep Experiences Survey para avaliar a atividade onírica, Defense Style Questionnaire 40 para avaliação dos mecanismos de defesa e o Brief Symptom Inventory para avaliação de indícios de psicopatologia. Além de correlações e testes de comparação de médias, foram usadas regressões lineares para variáveis numéricas e regressões logísticas ordinais para variáveis ordinais. Os valores encontrados para a atividade onírica, estão próximos de estudos em vários países europeus: Em particular a maioria dos participantes recorda que sonha cerca de duas vezes por semana. A frequência de pesadelos na atualidade acompanha a frequência recordada de pesadelos na infância, e o sonho lúcido tem uma prevalência alta (78%) ocorre, em média, duas a quatro vezes por ano. Verificou-se um declínio da perceção da atividade onírica com o aumento da idade, sendo mais elevada no sexo feminino, e em participantes com indícios de psicopatologia. Os mecanismos de defesa de Deslocamento, Fantasia autística e a Formação Reativa destacaram-se nas associações a variáveis da atividade onírica. Entre os perfis defensivos do DSQ-40, apenas o grupo das defesas imaturas mostrou uma associação consistente entre os dois instrumentos de avaliação da atividade onírica.
This study aimed to characterize the dream activity in a sample of the Portuguese population and relate it to the defensive styles and mechanisms. An observation group of 190 female-dominated subjects (F = 63%, M = 37%) between 18 and 64 years (M = 33.26; SD = 12.57) was involved; the evaluation was performed using translated versions of the Mannheim Dream Questionnaire and Iowa Sleep Experiences Survey questionnaires to assess dream activity and the Defense Style Questionnaire 40 to evaluate defense mechanisms. In order to acess psycopathology, BSI of 53 itens was used.In addition to correlations and tests of means comparison, linear regressions were used for numerical variables and ordinal logistic regressions for ordinal variables. The values found for dream activity are close to studies in several European countries. Most participants recall that they dream more than one a week. The frequency of nightmares follows the remembered frequency of nightmares in childhood, and lucid dreaming has a high prevalence (78%) occurring on average two to four times a year. There was a decline in the perception of dream activity with increasing age, being higher in females, and in participants with evidence of psychopathology. The displacement, autistic fantasy and reactive formation defense mechanisms, stood out in associations with dream activity variables. Among the DSQ-40 defensive profiles, only the immature defenses group showed a consistent association between the dream activity across the two assessment tools.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94941
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Maria____Silva___Final.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

10
checked on Jun 11, 2021

Download(s)

5
checked on Jun 11, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons