Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94937
Title: Voluntariado Sénior: motivações e benefícios.
Other Titles: Senior volunteering: motivations and benefits.
Authors: Fonseca, Rafael Alexandre Preces
Orientador: Oliveira, Albertina Lima
Keywords: Voluntariado; Pessoa Idosa; Motivações; Benefícios; volunteering;; elderly; motivations; benefits
Issue Date: 28-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Voluntariado Sénior: motivações e benefícios.
Place of publication or event: FPCE - UC
Abstract: O voluntariado tem sido apontado como uma vantagem na vivência da velhice pois sugere um efeito positivo sobre os indivíduos, ajudando-os a manter um papel ativo na sociedade e a promover uma melhoria das capacidades biopsicossociais (Abreu, 2015). Este estudo visa explorar as principais motivações e benefícios associa-dos ao trabalho de voluntário na pessoa idosa, permitindo também alargar os conhe-cimentos sobre o voluntariado nas pessoas idosas, um tema ainda pouco explorado em Portugal. Trata-se de uma investigação de natureza qualitativa que permitirá conhecer e analisar algumas das motivações e benefícios desta prática.Foram contactadas instituições de apoio social (instituições, organizações e as-sociações) e de saúde (hospitais) de forma a sinalizar os participantes do estudo. De-pois de contactados, foi-lhes administrado um questionário sociodemográfico e uma entrevista semiestruturada como forma de recolha de dados. Os dados recolhidos através da entrevista foram alvo de uma análise de conteúdo. Participaram neste estudo 26 pessoas com uma média de idades de 67,61 anos. Os participantes desenvolviam atividades de voluntariado formal e/ou informal, em contextos comunitários, hospitalar e religioso, com regularidade e já há alguns anos, em média, há 11,04 anos.No que respeita às motivações, mostram-se os diferentes tipos de motivações associadas ao trabalho voluntário e propõe-se uma tipologia que agrupa as motivações dos voluntários em cinco categorias: i) Trajetória de vida; ii) Integração e Satisfação das necessidades; iii) Condição de vida; iv) Disponibilidade; V) Aprendizagem e Desenvolvimento Pessoal.Relativamente aos benefícios agrupam-se em três grandes grupos: i) os benefí-cios que o voluntariado traz para os próprios voluntários (benefícios pessoais); ii) os benefícios que o voluntariado traz para a comunidade (benefícios comunitários); iii) os benefícios que o voluntariado traz para as famílias dos voluntários (benefícios familia-res).Por fim, conclui-se que o exercício de voluntariado formal ou informal realizado por pessoas resulta em benefícios que conduzem a uma melhoria da qualidade de vida de quem desenvolve esta atividade promovendo o envelhecimento ativo, assim como suporte social a quem dele necessita.
Voluntary work has been pointed out as an advantage in the living experience of old age, as it suggests a positive effect on individuals, by helping them play an active role in society and by improving their bio-psycho-social abilities (Abreu, 2015). This study aims at exploring the main motivations and benefits connected with voluntary work done by the elderly by allowing us to broaden our knowledge on this issue, still poorly studied in Portugal. It is a qualitative type of investigation that aims at inferring the motivations and the benefits of this practice.Contacts with some social care institutions (organizations and associations) and health care institutions (hospitals) were established in order to target the participants in this study. Afterwards a socio-demographic survey and a semi-structured interview were applied as the means chosen to collect data. The collected data in the interview were subjected to a content analysis.Twenty-six people took part in this survey with an age average of 67,61. The participants had been carrying out formal and/or informal voluntary work activities, in community, hospital and religious contexts, on a regular basis for an average of 11,04 years.As far as motives are concerned several types associated to voluntary work are shown and we propose a kind that groups the volunteers’ motivation in five categories: i) Life story; ii) Integration and Needs Satisfaction; iii) Living conditions; iv) Availability; v) Learning and Personal Development.As for benefits they can be put together in three large groups: i) benefits brought about by volunteering to the volunteers themselves (personal benefits); ii) benefits brought about by volunteering to the community (community benefits); iii) brought about by volunteering to the volunteers’ families (family benefits)Finally, and as a conclusion, elderly people doing formal or informal voluntary work that support the benefits that lead to an improved life quality of those who un-dertake this activity promoting active ageing as well as social support to those who need it.
Description: Dissertação de Mestrado em Educação e Formação de Adultos e Intervenção Comunitária apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94937
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE FINAL MESTRADO___Rafael.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

8
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

2
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons