Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94921
Title: Perfil de funcionamento neurocognitivo e Reforma Antecipada por Invalidez: Um estudo de follow-up
Other Titles: Neurocognitive functioning profile and Early Retirement for Inability: A follow up study
Authors: Esteves, Mafalda Sofia Paçô de Sousa
Orientador: Sousa, Liliana Baptista
Vilar, Maria Manuela Pereira
Keywords: Reforma Antecipada; Incapacidade para o trabalho; Perito Forense; Avaliação follow-up neuropsicológica; Perfil Neurocognitivo; Early Retirement; Disablement/Incapacity for work; Forensic Expert; Follow up Neuropsychological Assessment; Neurocognitive Functioning
Issue Date: 28-Oct-2019
Serial title, monograph or event: Perfil de funcionamento neurocognitivo e Reforma Antecipada por Invalidez: Um estudo de follow-up
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação
Abstract: Introduction: Life expectancy has increased, as well as the aging of the population. It is known that cognitive decline starts at 50 to 60 years of age, but the retirement age stipulated by law is 66 years and 5 months, with the possibility of requiring early retirement by incapacity upon justification from a medical board. There are few studies conducted on the possible impact of early retirement on cognitive decline. This study aims to be innovative in this area of research, contributing to the scientific knowledge of the thematic and the elaboration of a structured neuropsychological assessment protocol. Objectives: This study aims to characterize do neurocognive profile obtained in a follow up assessment, and compared it to previously established functioning profile. Additionally, the study aims to understand if there are differences in the evolution/characteristics of the profile in the subsamples depending on the positive or negative response to the early retirement request. Method: We analyzed a community convenience sample of 14 subjects who volunteered to perform a follow-up neuropsychological assessment. The neuropsychological evaluation protocol includes instruments of cognitive screening (ACE-R), of neurocognitive profile (TMT A & B, Semantic and Phonemic Verbal Fluency, Rey Complex Figure Test, Word Lists I and II/WMS-III, Code and Digit Span/WAIS-III), of functional (in)capacity (IAFAI/Adults and Older Adults Functional Assessment Inventory), and performance validity (Rey 15-IMT).Results: In this study, we highlight the variability and heterogeneity in terms of results, both in retired and non-retired subjects’ groups. However, executive functions, planning and problem solving, visual memory, visuoconstructive/visuospatial capacity, attention and visuomotor capacities constitute a neurocognitive functions to consider in the context of early retirement claims.Education level emerges as a protective factor, attenuating cognitive decline. In regards of functional capacity, no differences were found as a result of obtaining or not obtaining retirement, since all subjects obtained results that were mostly below the average. Conclusions: We did not find a distinctive effect of obtaining/not obtaining retirement on the neurocognitive profile. The need for monitoring retired subjects and subjects requesting early retirement for incapacity is pointed out. Although this study has some limitations, it has contributed to the validation of a proposal for a brief protocol for neuropsychological assessment.
Introdução: A esperança média de vida tem aumentado, bem como o envelhecimento da população. Sabe-se que o declínio cognitivo acelera a partir dos 50 a 60 anos de idade, mas a idade de reforma estipulada por lei é de 66 anos e 5 meses, existindo porém a possibilidade de pedir reforma antecipada por invalidez, mediante justificação apurada por uma junta médica. Existem poucos estudos realizados sobre o impacto que a obtenção ou não obtenção de reforma antecipada por invalidez pode ter nesse declínio. Este estudo pretende ser inovador nesta área de investigação, contribuindo para o conhecimento científico do tema e para a elaboração de um protocolo de avaliação neuropsicológica estruturado. Objetivos: Com este estudo pretende-se caracterizar o perfil neurocognitivo obtido na avaliação follow-up e compará-lo com o perfil de funcionamento previamente estabelecido, numa primeira avaliação, aquando do pedido de reforma antecipada por invalidez. Adicionalmente, pretende-se averiguar a existência de diferenças no perfil de funcionamento, em função da obtenção ou não obtenção do pedido de reforma antecipada por invalidez. Método: Foi analisada uma amostra de conveniência, da comunidade, de 14 sujeitos, que se disponibilizaram para realizar uma avaliação neuropsicológica de follow-up. O protocolo de avaliação neuropsicológica incluiu instrumentos de rastreio cognitivo (ACE-R), de perfil neurocognitivo (TMT A & B, FVF e FVS, FCR, Listas de Palavras I e II/WMS-III, Código e Memória de Dígitos/WAIS-III), de capacidade funcional (IAFAI) e de validade de desempenho (Rey 15-IMT). Resultados: Neste estudo, sobressai a variabilidade e heterogeneidade em termos de resultados, quer no grupo que obteve, quer no que não obteve reforma. No entanto, as funções executivas, planificação e resolução de problemas, memória visual, capacidade visuoconstrutiva/visuoespacial, atenção e capacidades visuomotoras constituem um núcleo de funcionamento a considerar, no âmbito dos processos de pedido de reforma antecipada por invalidez. A escolaridade surge como uma variável protetora, atenuando o declínio cognitivo. A nível da capacidade funcional, não foram encontradas diferenças em função da obtenção ou não obtenção de reforma, uma vez que todos os sujeitos obtêm resultados maioritariamente inferiores à média. Conclusões: Não encontramos um efeito distintivo da obtenção/ não obtenção da reforma no perfil neurocognitivo. É apontada a necessidade de acompanhamento dos sujeitos em situação e de pedido de reforma antecipada por invalidez e pós-reforma. Este estudo tem algumas limitações, tendo contribuído, no entanto, para a validação de uma proposta de protocolo breve de avaliação neuropsicológica.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94921
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Reforma Antecipada_Mafalda Esteves.pdf2.28 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

4
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

4
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons