Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94792
Title: Educar Corações: O desenvolvimento emocional e social em contexto de vulnerabilidade ou exclusão social
Other Titles: Educating Hearts: emotional and social development in the context of vulnerability or social exclusion
Authors: Silva, Catarina Isabel Martins da
Orientador: Gaspar, Maria Filomena Ribeiro Fonseca
Keywords: Pobreza; Exclusão Social; Comunidade de Inserção; Inteligência Emocional; Competências Sociais e Emocionais; Poverty; Social Exclusion; Insertion Community; Emotional Intelligence; Social and Emotional Competences
Issue Date: 16-Jul-2019
Serial title, monograph or event: Educar Corações: O desenvolvimento emocional e social em contexto de vulnerabilidade ou exclusão social
Place of publication or event: FPCE
Abstract: Vivemos, atualmente, numa sociedade que se caracteriza por expressar uma forte ideia de mercado, onde tudo é passível de ser adquirido, até mesmo a emancipação social. Esta visão neoliberalista da sociedade acaba por se traduzir num crescente individualismo e num fator agravante das injustiças sociais. Com estas injustiças sociais, agravam-se, também, os fenómenos da pobreza e da exclusão social, fenómenos estes que estão cada vez mais presentes na nossa sociedade. Para poder atenuar os fatores agravantes ou propiciadores de riscos e fatores que conduzem a situações de vulnerabilidade ou exclusão social, são diversas as respostas oferecidas pela Segurança Social, uma dimensão da intervenção do Estado-Providência. Dentro das diversas respostas, podemos encontrar, enquadrado nos Apoios Sociais e Programas, direcionados para a Família e Comunidade, as Comunidades de Inserção. Foi nesta resposta social, enquadrada nos serviços prestados pelo Gabinete de Atendimento à Família (GAF), uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sediada no concelho de Viana do Castelo, que desenvolvemos um projeto socioeducativo, enquadrado no estágio curricular do Mestrado em Ciências da Educação, da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.Nesta Comunidade de Inserção pretende-se capacitar os indivíduos para a sua integração socioprofissional, através de ações orientadas para o desenvolvimento pessoal e social e para o desenvolvimento de outras competências gerais. Por este motivo, foi selecionada a área da inteligência emocional e das competências emocionais e sociais para ser trabalhada no mencionado projeto socioeducativo. Pela heterogeneidade que caracterizava o grupo que integrava a Comunidade e pelo facto de todos os elementos se situarem em diferentes patamares nos seus processos de (re)inserção, trabalhar as competências no âmbito da inteligência emocional e no âmbito das competências emocionais e sociais poderia beneficiar as pessoas do grupo a dois níveis: ao nível pessoal - através do desenvolvimento e aprofundamento destas competências cada pessoa poderia atuar no seu processo de (re)inserção e, assim, perspetivar e facilitar o mesmo; e ao nível grupal, promovendo melhores relações interpessoais, em contexto de Comunidade. Assim, desenvolvemos o projeto, que intitulamos Educar Corações, que decorreu entre janeiro e maio de 2019 e foi composto por treze sessões, onde se abordaram as emoções e sentimentos, as crenças limitadoras e fortalecedoras, os medos e fobias, a autoconfiança, a autorregulação e a comunicação (estilos de comunicação, feedback, comunicação eficaz, comunicação não-verbal) e os conflitos, bem como a resolução dos mesmos. Avaliámos as percepções dos participantes quer quanto ao impacto que teve neles próprios, quer quanto aos conteúdos e estratégias utilizadas.
We are currently living in a society characterized by a strong idea of the market, where everything can be acquired, even social emancipation. This neo-liberal view of society turns out to be a growing individualism and an aggravating factor of social injustice. With these social injustices, the phenomena of poverty and social exclusion are also aggravated, which are increasingly present in our society. In order to mitigate the aggravating factors or risk factors and factors that lead to situations of vulnerability or social exclusion, the responses offered by Social Security, a dimension of the welfare state intervention, are diverse. Within the various answers, we can find, within the Social Support and Programs, directed to the Family and Community, the Insertion Communities.It was in this social response, framed in the services provided by the Gabinete de Atendimento à Família (GAF), a Private Social Solidarity Institution (IPSS), based in the city of Viana do Castelo, where we developed a socio-educational project, part of the Master’s in Educational Sciences, Faculty of Psychology and Educational Sciences, University of Coimbra.In this Insertion Community, we intend to train individuals for their socio-professional integration, through actions oriented to personal and social development and to the development of other general competences. For this reason, we selected the area of emotional intelligence and emotional and social skills to be worked on in the aforementioned socio-educational project. Because of the heterogeneity that characterized the group that was part of the Community, and because all elements were at different levels in their (re) insertion processes, working on emotional intelligence and emotional and social skills could benefit the people of the group at two levels: at the personal level - through the development and deepening of these competences each person could act in their (re) insertion process and, thus, to assess and facilitate the same; and at the group level, promoting better interpersonal relations in a community context. Thus, we developed the project, entitled Educating Hearts, which ran from January to May 2019 and was composed of thirteen sessions, which addressed the emotions and feelings, limiting and strengthening beliefs, fears and phobias, self-confidence, self-regulation and communication (styles of communication, feedback, effective communication, non-verbal communication) and conflicts, as well as the resolution of them. We evaluated the participants perceptions, regarding both the impact it had on them and the content and strategies used.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Ciências da Educação apresentado à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94792
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
RelatórioDeEstágio_MCE_CatarinaSilva.pdf18.68 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

7
checked on Jul 22, 2021

Download(s)

9
checked on Jul 22, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons