Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94716
Title: Exploring Data Literacy: Concepts and Determinants for Data Skills Development
Other Titles: Explorando a Literacia em Dados: Conceitos e Determinantes para o desenvolvimento de Habilidades de Dados
Authors: Arruda, Sergie Andrei Gerrits
Orientador: Melo, Manuel Paulo Albuquerque
Keywords: Literacia em Dados; Educação; Negócios; Tecnologia; Habilidades; Data literacy; Education; Business; Technology; Skills
Issue Date: 22-Sep-2020
Serial title, monograph or event: Exploring Data Literacy: Concepts and Determinants for Data Skills Development
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: Conforme a tecnologia progride e torna-se cada vez mais fácil utilizar o poder dos dados para diversos propósitos, cresce também a necessidade de entender todos os processos que envolvem dados à nossa volta. Nesse sentido, a literacia em dados também ganha mais relevância, que é o conhecimento sobre os dados e as várias habilidades envolvidas, como ler, coletar, interpretar, visualizar, manipular, gerenciar e decidir com base nos dados. No entanto, o conceito de alfabetização de dados é relativamente novo e ainda está em desenvolvimento. Além disso, ele possui diversas variações na literatura acadêmica, onde cada autor a define com base em seus contextos específicos. Ainda assim, há um núcleo de elementos e competências comuns comumente mencionados na literatura que podem ser um ponto de referência para estudar o tema. No final, este é um complexo conceito que envolve uma gama de habilidades, desde a manipulação tecnológica de dados até a interpretação crítica de sua análise. Apesar dos muitos níveis de conhecimento existentes dessa habilidade, praticamente qualquer pessoa pode se beneficiar de ter pelo menos um conhecimento básico de dados. Entretanto, há um aparente descompasso entre o que se espera de novos profissionais e suas habilidades. Por um lado, as grandes organizações aproveitam a tecnologia e otimizam o fluxo de trabalho com base em conjuntos de dados gigantescos, moldando a realidade com decisões orientadas por dados e elas esperam que novos profissionais tenham o conhecimento necessário para fazer o mesmo. Por outro lado, a maioria das pessoas não possui as habilidades necessárias para avaliar corretamente como os dados estão sendo usados diariamente em atividades que os afetam, desde decisões políticas a anúncios de marketing. Esta pesquisa tem como objetivo analisar quais são os elementos envolvidos nesse conceito e, em seguida, projetar uma estrutura teórica genérica de literacia em dados que permita entender o que está envolvido para o indivíduo médio e quais fatores determinam o desenvolvimento dessa habilidade. Embora ainda não seja possível fornecer uma resposta final, as evidências sugerem que a literacia em dados ainda está concentrada em pessoas específicas com formação educacional mais alta ou específica, mas principalmente naquelas com uma atitude positiva (ou simplesmente um interesse) em relação aos dados. Não obstante, as evidências também mostram que algumas pessoas simplesmente desconhecem as muitas implicações dessa habilidade e podem ser levadas a aprender dados os devidos estímulos.
As technology progresses and it becomes increasingly easy to harness the power of data for a multitude of purposes, the need to understand all the processes involving data around us grows as well. In that sense, data literacy also gains more relevance, which the knowledge about data and the many skills involved, such as reading, collecting, interpreting, visualizing, manipulating, managing, and deciding based on data. Nevertheless, the concept of data literacy is relatively new and is still under development. Moreover, it has several variations in the academic literature, where each author defines it based on their specific contexts. Still, there is a core of common elements and competencies commonly mentioned in the literature which can be a guiding point to study the theme. In the end, this is a complex concept which involves a range of skills from the technological manipulation of data to the critical interpretation of its analysis. Despite the many existing levels of expertise of this skill, virtually any person can benefit from having at least a basic data literacy. However, there is an apparent mismatch between what is expected from new professionals and their abilities. On one side, large organisations leverage technology and optimize workflow based on gigantic datasets, thus shaping reality with data-driven decisions and they expect new professionals to have the necessary knowledge to do the same. On the other side, most people lack the skills to correctly assess how data is being used daily in activities that affect them, from political decisions to marketing advertisements. This research aims to analyse what are the elements involved in this concept and then design a generic theoretical data literacy framework that enables the understanding of what is involved for the average individual and what factors determine the development of this skill. While it is not yet possible to provide a final answer, evidence suggests data literacy is still concentrated in specific people with higher or specific educational backgrounds, but mostly in those with a positive attitude (or simply an interest) towards data. Notwithstanding, evidence also shows that some people are simply unaware of the many implications of this skill and can be led to learn given due stimuli.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94716
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação.pdf2.88 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons