Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94676
Title: Experiência de viagem compartilhada e seus fatores de influência
Other Titles: Shared travel experience and its influencing factors
Authors: SHU, CHEN
Orientador: Coelho, Arnaldo Fernandes Matos
Keywords: viagens compartilhadas; experiência; uber; shared travel; experience; uber
Issue Date: 31-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Experiência de viagem compartilhada e seus fatores de influência
Place of publication or event: Portugal
Abstract: RESUMO Propósito: O objetivo deste estudo é ter em consideração quer as causas e as consequências da experiência de uma viagem compartilhada, quer a compreensão relativamente ao facto de existem diferenças culturais entre Portugal e China, nas viagens compartilhadas.Abordagem: O modelo conceitual propõe 10 hipóteses relacionadas com experiências de viagens compartilhadas e o teste é baseado numa amostra de 438 pessoas da China e de Portugal. Foram recolhidos dados, através de um questionário on-line, usando um modelo de equação estrutural para análise estatística.Resultados: Nos dados recolhidos, conclui-se o seguinte: a facilidade de uso do software, os colaboradores, preço, risco percebido e Customer Novelty Seeking teve um impacto positivo nas viagens compartilhadas. As viagens compartilhadas podem ter um impacto positivo no WOM, na memória, na satisfação do cliente, na lealdade do mesmo e prazer. Verificou-se que existem diferenças entre os dois países participantes na amostra, e a facilidade de uso do software tem um impacto maior na experiência de viagem compartilhada dos usuários portugueses. Por outro lado, para os consumidores chineses de viagens compartilhadas, o risco percebido e a pesquisa de novos clientes têm um impacto maior na experiência do cliente. Além disso, para os consumidores chineses, a WOM trazida pela experiência da economia compartilhada é significativamente maior do que a dos consumidores portugueses, e a sua satisfação e lealdade são um pouco maiores que Portugal. Portanto, pode considerar-se que a experiência da viagem compartilhada é uma parte importante no desenvolvimento da viagem compartilhada.Limitações e futuras linhas de investigação: Neste artigo, o questionário de amostra é usado para analisar os dados. Contudo, o método mais adequado é limitado por custo e tempo, sendo difícil garantir a representatividade da amostra para um grupo tão complexo de usuários da economia compartilhada. Portanto, os resultados da amostragem têm limitações. Note-se também que este artigo se concentra na experiência do cliente em viagem compartilhada e estuda a experiência do usuário Uber / Didi. Com a entrada de um maior número de novas empresas no mercado, que compartilham viagens (por exemplo, Bolt em Portugal, Meituan na China), etc., ele não envolve todos os softwares de táxi no mercado. Os principais dados deste artigo baseiam-se em Portugal e na China continental, existindo certas limitações geográficas.Contribuições práticas: As marcas precisam de usar plataformas de tecnologia para realizar marketing multicanal, tendo como objectivo melhorar a experiência do cliente.Uma boa experiência do cliente pode aumentar a satisfação do mesmo, melhorar o diálogo, aumentar a lealdade do cliente, melhorar a sua satisfação e permanecer na memória do cliente por um longo tempo. Portanto, para compartilhar empresas econômicas, criar uma boa experiência de viagem para os clientes é um passo importante para o sucesso.Originalidade: Este estudo faz um levantamento de muitos fatores relacionados com a experiência de viagens compartilhadas, destacando a sua relevância no campo do marketing, usando amostras portuguesas e chinesas de forma comparativa para descobrir o impacto das diferenças culturais.
ABSTRACT Purpose: The purpose of this study is to take into account both the causes and consequences of the experience of a shared trip, as well as an understanding of the fact that there are cultural differences between Portugal and China, in shared trips.Approach: The conceptual model proposes 10 hypotheses related to shared travel experiences and the test is based on a sample of 438 people from China and Portugal. Data were collected through an online questionnaire, using a structural equation model for statistical analysis.Results: In the data collected, the following is concluded: the ease of use of the software, employees, price, perceived risk and Customer Novelty Seeking had a positive impact on shared trips. Shared travel can have a positive impact on WOM, memory, customer satisfaction, customer loyalty and pleasure. It was found that there are differences between the two countries participating in the sample, and the ease of use of the software has a greater impact on the shared travel experience of Portuguese users. On the other hand, for Chinese shared travel consumers, the perceived risk and the search for new customers have a greater impact on the customer experience. In addition, for Chinese consumers, the WOM brought by the experience of the shared economy is significantly greater than that of Portuguese consumers, and their satisfaction and loyalty are slightly higher than Portugal. Therefore, the shared travel experience can be considered to be an important part in the development of shared travel.Limitations and future lines of investigation: In this article, the sample questionnaire is used to analyze the data. However, the most appropriate method is limited by cost and time, making it difficult to guarantee the representativeness of the sample for such a complex group of users of the shared economy. Therefore, the sampling results have limitations. It should also be noted that this article focuses on the customer experience in shared mobility and studies the Uber / Didi user experience. With the entry of a greater number of new companies in the market, which share trips (for example, Bolt in Portugal, Meituan in China), etc., it does not involve all taxi software on the market. The main data in this article are based on Portugal and mainland China, with certain geographical limitations.Practical contributions: Brands need to use technology platforms to conduct multichannel marketing, with the aim of improving the customer experience.A good customer experience can increase customer satisfaction, improve dialogue, increase customer loyalty, improve customer satisfaction and remain in the customer's memory for a long time. Therefore, to share economic companies, creating a good travel experience for customers is an important step towards success.Originality: This study surveys many factors related to the shared travel experience, highlighting its relevance in the field of marketing, using Portuguese and Chinese samples in a comparative way to discover the impact of cultural differences.
Description: Dissertação de Mestrado em Marketing apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94676
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
CHEN SHU.pdf916.85 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

8
checked on Jul 23, 2021

Download(s)

10
checked on Jul 23, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons