Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94605
Title: Estilos Educativos Parentais, Utilização das TIC e Saúde Mental em Adolescentes
Other Titles: Parenting Educational Styles, Use of ICT and Mental Health in Adolescents
Authors: Sieiro, Mélanie de Fátima Sobral
Orientador: Dias, Maria da Luz Bernardes Rodrigues Vale
Keywords: Adolescência; Estilos Educativos Parentais; Facebook; Saúde Mental; Adolescence; Parenting Educational Styles; Facebook; Mental Health
Issue Date: 28-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Estilos Educativos Parentais, Utilização das TIC e Saúde Mental em Adolescentes
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Nos dias que correm existe um elevado interesse da literatura científica no estudo das TIC e na sua utilização, nomeadamente pela população mais jovem. É consensual que o mundo das novas tecnologias de informação e comunicação têm influência em todos nós, especialmente nos adolescentes, que tendem a usar mais estes meios de comunicação. A par disto, interessa perceber se fatores como o ambiente familiar estarão relacionados com o uso das TIC e domínios da saúde mental. Por conseguinte, este trabalho tem o objetivo de avaliar a existência de relações entre os Estilos Educativos Parentais, o uso das TIC e a Saúde Mental. Assim, utilizou-se uma amostra de 209 sujeitos com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, que participaram preenchendo cinco instrumentos: um Questionário Sociodemográfico (Maia de Carvalho, Vale Dias, & Sieiro, 2019), a Escala de Estilos Educativos Parentais (Barros de Oliveira, 1994), a adaptação portuguesa do MTUAS-PY (Costa et al., 2016), a adaptação portuguesa do BSI (Canavarro, 1999) e o MHC-SF adaptado para a população portuguesa por Matos et al. (2010). Os resultados demonstram que os Estilos Educativos Parentais não se relacionam com a frequência da utilização do Facebook e que por sua vez, a frequência de utilização do Facebook poderá ter consequências na Saúde Mental. As implicações que esta investigação apresenta para estudos futuros é a sua replicação com uma amostra maior e mais equilibrada e a utilização de outras variáveis. Concluiu-se que, deve existir uma intervenção social preventiva no que respeita ao uso das redes sociais.
In the modern scientific literature, it is possible to perceive a recent increase of interest and number of studies about new technologies of information and communication, with particular incidence on younger population. It’s a fact that the technological advancements verified in the modern world currently play a major role of influence in all of us, and specially, teenagers. Parallel to this, it matters to understand if factors like family environment are related to the user of ICTs and the domains of mental health. By estimate, this work aims to assess the existence of relationships between Parenting Educational Styles, the use of ICT and Mental Health. So, use a sample of 209 subjects aged between 15 and 18, who recorded five instruments: a Socio-Demographic Questionnaire (Maia de Carvalho, Vale Dias and Sieiro, 2019), the Parenting Educational Styles Scale (Barros de Oliveira, 1994), a Portuguese adaptation of MTUAS-PY (Costa et al., 2016), a Portuguese adaptation of BSI (Canavarro, 1999) and the MHC-SF adapted for the Portuguese population by Matos et al. (2010). The results demonstrate that Parenting Educational Styles are not related to the use of Facebook and that, in turn, the frequency of Facebook use may have consequences on Mental Health. The results demonstrate that Parenting Educational Styles are not related to the use of Facebook and that, in turn, the frequency of using Facebook may have consequences on Mental Health. The implications that this investigation has for future studies is its replication with a larger and more balanced sample and the use of other variables. It was concluded that, there must be a preventive social intervention regarding the use of social networks.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94605
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese___Mélanie de Fátima Sobral Sieiro.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

162
checked on Aug 10, 2022

Download(s)

200
checked on Aug 10, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons