Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94596
Title: O Bem e o Mal no Bebé: Análise da Competência da Atribuição de Valências às Ações e as suas Implicações nas Preferências Sociais e no Desenvolvimento Moral
Other Titles: Good and Evil: Analysis on the Attribution of Valences to Actions and its Impact in Social Preferences and Moral Development
Authors: Santos, Maria Ana Gonçalves dos
Orientador: Sá, Joaquim Eduardo Nunes
Keywords: bebé; bem e mal; emoções; preferências sociais; desenvolvimento moral; infant; good and evil; emotions; social preferences; moral development
Issue Date: 27-Feb-2020
Serial title, monograph or event: O Bem e o Mal no Bebé: Análise da Competência da Atribuição de Valências às Ações e as suas Implicações nas Preferências Sociais e no Desenvolvimento Moral
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Neste estudo analisa-se a competência do bebé para compreender a intenção das ações de outros indivíduos e realizar escolhas relativas aos parceiros sociais, capacidade que poderá anteceder o desenvolvimento moral.O presente trabalho tem dois principais objetivos. O primeiro é analisar a competência de atribuir valência a ações, distinguindo entre as boas e as más. O segundo propõe-se a analisar de forma exploratória os instrumentos de Hamlin et al. (2007; 2011) de modo a compreender se estes se adequam à avaliação dessa competência.O design exploratório recorre a uma amostra de 10 bebés entre os 6 e os 12 meses, replicando os estudos de Hamlin, Wynn e Bloom (2007; 2011), do Departamento de Psicologia da Universidade de Yale (EUA). A presente investigação tem como base um estudo empírico no qual se replicam três instrumentos decorrentes dos estudos e prática clínica de Hamlin (2007; 2011). A investigadora, em conjunto com outros colaboradores, Wynn (2007; 2011) e com o Bloom (2007) tiveram como maior propósito compreender as origens do comportamento de avaliação social, que realizamos em adultos, de modo a perceber como este surge e como se desenvolve ao longo do crescimento do ser humano. Os instrumentos utilizados avaliam a discriminação entre o bem e o mal na fase pré-verbal do bebé. Os instrumentos consistem na apresentação de três cenários, onde ocorrem interações entre duas personagens com ações antagónicas (boa e má). Após repetidas observações, são apresentadas as personagens, com a intenção de que o bebé escolha entre ambas.Os resultados obtidos são consistentes com os estudos originais, sendo possível afirmar que o instrumento poderá fornecer indicadores relativos a uma aparente capacidade de distinção entre as ações das personagens.
This study analyses the baby’s competence to comprehend intentions behind others’ actions and, through it, choose social partners. This predisposition might be stablished as an antecedent to moral development.The present study's two main goals. The first one consists on the analysis the competence of valence attribution to actions, differentiating the good ones from the bad ones. The second one assesses, in an exploratory way, the applied instruments in terms of its adequacy to evaluate that competence.Methodological design implies a sample of 10 babies, with ages raging from 6 to 12 months, and it replicates of Hamlin, Wynn and Bloom’s studies (2007; 2011) in the Psychology Department of the University of Yale (USA). The present investigation is based on an empirical study in which are replicated three instruments from Hamlin's clinical practice (2007; 2011). Hamlin, together with Wynn (2007; 2011) and Bloom (2007) had as a major concern understanding the origins of social evaluation behavior, that we have as adults, in order to comprehend how this emerges and develops throughout human development. The instruments assess the ability to differentiate between good and evil in the pre-verbal stage, and consist on a presentation of three scenarios, in which occur interactions between two different characters, one acting good and another acting bad, towards a main character. After repeated presentations, those two characters are presented, and the baby must choose one of them.The results are consistent with the original studies, which allows us to affirm that this instrument might provide markers related to the ability to differentiate between the characters’ actions.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94596
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_MariaSantos_2014197892.pdf705.83 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

29
checked on Aug 17, 2022

Download(s)

24
checked on Aug 17, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons