Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94589
Title: RELAÇÃO ESCOLA – FAMÍLIA EM TEMPOS DE PANDEMIA Relação Escola – Família em tempos de pandemia: Co(N)vid(AR) à reflexão
Other Titles: SCHOOL - FAMILY RELATIONSHIP IN PANDEMIC TIMES School - Family relationship in times of pandemic: Invite to reflection
Authors: Carreiro, Liliana Martins
Orientador: Gaspar, Maria Filomena Ribeiro Fonseca
Pedrosa, Vanda Cristina Barrocas Varela
Keywords: Parceria escola família; competências sociais e emocionais; ensino à distância; pandemia da Covid-19; School family partnership; social and emotional skills; distance learning; Covid-19 pandemic
Issue Date: 20-Nov-2020
Serial title, monograph or event: RELAÇÃO ESCOLA – FAMÍLIA EM TEMPOS DE PANDEMIA Relação Escola – Família em tempos de pandemia: Co(N)vid(AR) à reflexão
Place of publication or event: Academia do Conhecimento, Instituto Politécnico de Leiria
Abstract: A Escola sempre desenvolveu competências académicas, contudo é imperativo que se desenvolvam também as competências socioemocionas, fulcrais para o desenvolvimento da prontidão escolar e necessárias para que as crianças atinjam o sucesso. Para isso, é fundamental que os educadores e professores estabeleçam parcerias com as famílias. Para desenvolver estas competências e estratégias que permitam o estabelecimento de parcerias entre a escola e as famílias implementámos um programa de formação para educadores e professores, o TCM – AI (Webster-Stratton, 2014).Com a chegada do confinamento obrigatório, decorrente da pandemia devido ao SARS-CoV2, a aprendizagem passou a ser realizada em casa. Para avaliar as perceções desta relação, durante este tempo, foram elaborados questionários para os educadores/professores que frequentaram três dos workshops do TCM, e para as famílias das crianças das suas salas. Foi ainda nosso objetivo verificar se os docentes utilizavam as estratégias abordadas durante os workshops. Os resultados obtidos mostram que todos os docentes implementaram estratégias do TCM - AI para melhorar a sua relação com as crianças e famílias e que as famílias avaliaram as interações com os docentes como muito boas e boas, enquanto estes avaliaram as interações com as famílias como boas.Concluímos que os maiores constrangimentos apontados foram a falta de acesso a meios tecnológicos e de literacia nesta área por parte dos pais. Para garantir equidade no acesso das famílias aos meios tecnológicos, diminuir as desigualdades das crianças com desvantagens socioeconómicas e assegurar a possibilidade de acesso a uma educação de qualidade, recomendamos que seja facultado às famílias acesso a meios tecnológicos e que se realizem formações para os pais, capacitando-os para trabalhar nas plataformas digitais. Estas formações devem ser iniciadas presencialmente, em pequenos grupos, de forma a garantir que se estabeleça um contacto próximo, passando, posteriormente, a formação a desenrolar-se online, permitindo a experiência nessas mesmas plataformas.
The School has always developed academic skills, however it is imperative that socio-emotional skills are also developed, because they are central to the development of school readiness and necessary for children to achieve success. Therefore, it is essential that educators and teachers establish partnerships with families. To develop social and emotional skills and strategies that allow the establishment of partnerships between school and families, we have implemented a training program for educators and teachers, the TCM - AI (Webster-Stratton, 2014).With the arrival of mandatory confinement, due to the SARS-CoV2 pandemic, learning started to be done at home. To assess the perceptions of this relationship, during this time, we prepared questionnaires for educators/teachers who attended three of the TCM workshops, and for the families of the children in their classrooms. It was also our objective to verify if the teachers used the strategies discussed during the workshops. The results obtained show that all teachers implemented TCM - AI strategies to improve their relationship with children and families and that families rated interactions with teachers as very good and good, while educators/teachers rated interactions with families as good.In conclusion, the biggest constraints pointed out were the lack of access to technological means and literacy in this area by parents. In order to guarantee equity in the access of families to technological means, to reduce the inequalities of children with socioeconomic disadvantages and to ensure the possibility of access to quality education, we recommend that families be given access to technological means and that training be provided for parents, enabling them to work on digital platforms. These training courses must be initiated in person, in small groups, in order to ensure that close contact is established, with the training taking place later online, allowing the experience on those same platforms.Keywords: School-family partnership; social and emotional skills; distance learning, Covid-19 pandemic.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Ciências da Educação apresentado à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94589
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Relatório Final.pdf7.24 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

659
checked on Aug 11, 2022

Download(s)

748
checked on Aug 11, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons