Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94549
Title: Fadiga e Parentalidade Mindful no Período Pós-Parto: Qual o Papel das Dificuldades de Regulação Emocional e da Sintomatologia Ansiosa e Depressiva Nesta Relação?
Other Titles: Fatigue and Mindful Parenting in the Postpartum Period: What are the Role of Difficulties in Emotion Regulation and Anxious and Depressive Symptomatology in this Relationship?
Authors: Vieira, Maria Inês Caçador
Orientador: Moreira, Helena Teresa da Cruz
Keywords: fadiga; dificuldades de regulação emocional; parentalidade mindful; sintomatologia ansiosa e/ou depressiva; período pós-parto; fatigue; difficulties in emotion regulation; mindful parenting; anxious and/or depressive symptomatology; postpartum period
Issue Date: 21-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Fadiga e Parentalidade Mindful no Período Pós-Parto: Qual o Papel das Dificuldades de Regulação Emocional e da Sintomatologia Ansiosa e Depressiva Nesta Relação?
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Objetivos: O presente estudo procurou explorar se os níveis de fadiga, de dificuldades de regulação emocional e de parentalidade mindful diferiam entre mães com níveis clinicamente significativos de sintomatologia ansiosa e/ou depressiva e mães com níveis normais de sintomatologia no período pós-parto. Procurou, também, examinar se as dificuldades de regulação emocional mediavam a relação entre a fadiga e a parentalidade mindful e se os níveis de sintomatologia ansiosa e/ou depressiva materna moderavam estas relações. Método: A amostra foi constituída por 295 mães de recém-nascidos até 12 meses de idade. A maioria das participantes (88.8%) foi recrutada online e apenas 11.2% foram recrutadas presencialmente em creches localizadas na zona centro de Portugal. As participantes completaram os seguintes instrumentos de autorresposta: a Escala de Mindfulness Interpessoal na Parentalidade - Versão Bebé; a Escala de Avaliação da Fadiga; a Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar; e a Escala de Dificuldades de Regulação Emocional - Versão Reduzida. Resultados: Verificou-se que mães com níveis clinicamente significativos de sintomatologia ansiosa e/ou depressiva reportaram níveis mais elevados de fadiga e de dificuldades de regulação emocional e níveis mais baixos de parentalidade mindful do que mães com níveis normais de sintomatologia. No modelo de mediação moderada, a fadiga apresentou um efeito direto significativo na parentalidade mindful, mas apenas no grupo de mães sem sintomatologia clinicamente significativa. Especificamente, níveis mais elevados de fadiga associaram-se a níveis mais baixos de parentalidade mindful. Observou-se também um efeito indireto significativo através das dificuldades de regulação emocional em ambos os grupos de sintomatologia, ou seja, níveis mais elevados de fadiga associaram-se a níveis mais elevados de dificuldades de regulação emocional que, por sua vez, se associaram a níveis mais baixos de parentalidade mindful. Conclusões: Os resultados deste estudo sugerem que as dificuldades de regulação emocional são um mecanismo explicativo relevante da relação entre a fadiga e a parentalidade mindful, particularmente em mães com níveis clinicamente significativos de sintomatologia. Este estudo enfatiza a necessidade e a importância de intervir com mães no período pós-parto, nomeadamente reduzir a fadiga e a sintomatologia ansiosa e/ou depressiva, bem como fomentar competências de regulação emocional adaptativas e de parentalidade mindful.
Objectives: The present study aimed to explore whether the fatigue, the difficulties in emotion regulation and the mindful parenting levels differed across mothers with clinically significant anxious and/or depressive symptomatology levels and mothers with normal levels of symptomatology in the postpartum period. It also aimed to examine if the difficulties in emotion regulation mediated the relationship between fatigue and mindful parenting and if the levels of maternal anxious and/or depressive symptomatology moderated these relationships. Method: The sample comprised 295 mothers of newborns until 12 months of age. The majority of the participants (88.8%) was recruited online and only 11.2% of the participants were recruited in person in nurseries located in the central region of Portugal. The participants completed the following self-reported measures: Interpersonal Mindfulness in Parenting Scale - Infant Version; Fatigue Assessment Scale; Hospital Anxiety and Depression Scale; and Difficulties in Emotion Regulation Scale - Short Form. Results: It was verified that mothers with clinically significant anxious and/or depressive symptomatology levels showed higher levels of fatigue and of difficulties in emotion regulation and lower levels of mindful parenting than mothers with normal levels of symptomatology. In the moderated mediation model, fatigue presented a significant direct effect on mindful parenting, but only in the group of mothers without clinically significant symptomatology. Specifically, higher levels of fatigue associated with lower levels of mindful parenting. It was also observed a significant indirect effect through difficulties in emotion regulation in both groups of symptomatology, that is, higher levels of fatigue associated with higher levels of difficulties in emotion regulation which, in turn, associated with lower levels of mindful parenting. Conclusions: Our results suggest that difficulties in emotion regulation are a relevant explanatory mechanism of the relationship between fatigue and mindful parenting, particularly in mothers with clinically significant symptomatology levels. This study highlights the need and importance of intervening with mothers in the postpartum period, namely in reducing fatigue and anxious and/or depressive symptomatology, as well fostering adaptive emotion regulation and mindful parenting skills.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94549
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE_MICV_2015240714.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

165
checked on Aug 17, 2022

Download(s)

131
checked on Aug 17, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons