Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94463
Title: O Treino de Competências Sociais como estratégia de intervenção transdiagnóstica
Other Titles: The Social Skills Training as a transdiagnostic intervention strategy
Authors: Raposo, Tânia Cristina Neto
Orientador: Lima, Luiza Isabel Gomes Freire Nobre
Keywords: Treino de competências sociais; Incapacidades; Intervenção em grupo; Intervenção individual; Relação terapêutica; Social skills training; Disabilities; Group Intervention; Individual Intervention; Therapeutic alliance
Issue Date: 20-Nov-2020
Serial title, monograph or event: O Treino de Competências Sociais como estratégia de intervenção transdiagnóstica
Place of publication or event: Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC)
Abstract: Este relatório científico-profissional reflete um percurso profissional de 18 anos na Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), mais especificamente na Quinta da Conraria, onde a mestranda tem desempenhado um conjunto variado de funções, entre as quais se destacam a avaliação psicológica dos candidatos aos curso de formação; o acompanhamento psicológico dos formandos no decorrer do seu percurso formativo (que integra a formação em contexto de trabalho - estágio); participação em projetos de inovação e desenvolvimento; formação interna de ativos; coordenação do departamento de psicologia e por último a orientação de estágios profissionais e curriculares. Desde 2002 até ao momento atual, a intervenção psicológica com os formandos tem evidenciado os Treinos de Competências Sociais, como uma estratégia necessária, senão mesmo fundamental, e de aplicação transversal aos vários quadros diagnósticos que os utentes da Quinta da Conraria apresentam. Por esta razão, depois de uma nota curricular e de uma apresentação sumária do trabalho desenvolvido, um segundo capítulo deste relatório é dedicado ao trabalho desenvolvido no âmbito dos Treinos de Competências Sociais. Na revisão da literatura efetuada são identificados os principais modelos teóricos subjacentes a este tipo de Treinos, apresentando-se as principais aplicações clínicas, nomeadamente nas perturbações de ansiedade, depressivas e do espectro da esquizofrenia, e caracterizando-se as principais metodologias avaliativas neste mesmo âmbito e os procedimentos de implementação dos treinos mais frequentemente utilizados (modelamento, treino comportamental, feedback, autoavaliação e reforço social). Conclui-se que os Treinos de Competências Sociais continuam a apresentar-se como uma estratégia de intervenção atualizada e de alcance transdiagnóstico, seja numa perspetiva de intervenção grupal ou individual, reforçando-se, ainda, a importância que a relação terapêutica possui neste âmbito.
The present professional and scientific report aims to reflect an 18-year career at the Cerebral Palsy Association of Coimbra (APCC), specifically at Conraria’s Farm, where this master’s student has developed work in a varied of tasks and functions, such as psychological assessment of candidates to training courses; psychological support of the trainees (including those in “work context” experiences), development of several innovation and development projects; training of APCC’s own staff and employees, coordination of the psychology department and lastly, guidance of curricular and professional internships. From 2002 until today, psychological intervention with trainees has provided ample evidence on the importance of social skills training – not only a viable strategy, social skills training can be fundamental –and its applicability to the wide variety of clinical presentations and difficulties among Conraria’s Farm user’s. Therefore, a chapter dedicated exclusively to work done within social skills training programs follows brief notes on academic and professional background’s and on the development work. In the review of scientific literature, main theoretical models on this training programs are identified and clinical applications are highlighted, namely on anxiety, depression and schizophrenia spectrum disorders. Main evaluative methodologies and the most common implementation procedures (modeling, behavioral training, feedback, self-evaluation and social reinforcement) are also characterized. It’s possible to conclude that social skills training is an updated intervention strategy of transdiagnostic scope, useful in the group or individual settings, while simultaneously reinforcement the key role of the therapeutic alliance in this context.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94463
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tânia Cristina Neto Raposo.pdf925.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

200
checked on Aug 3, 2022

Download(s)

129
checked on Aug 3, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons