Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94448
Title: Como é que os processos centrais da ACT baseiam a solidão e a saúde psicológica? Um estudo entre indivíduos com e sem doença física crónica
Other Titles: How do ACT core processes underlie loneliness and psychological health? A study among people with and without physical chronic disease
Authors: Castro, Joana Raquel Guimarães
Orientador: Ferreira, Cláudia Rute Carlos
Dinis, Joana Isabel Figueiredo Pereira
Keywords: Ação comprometida; Doença física crónica; Evitamento experiencial; Fusão cognitiva; Solidão; Cognitive fusion; Committed action; Experiential avoidance; Loneliness; Physical chronic disease
Issue Date: 21-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Como é que os processos centrais da ACT baseiam a solidão e a saúde psicológica? Um estudo entre indivíduos com e sem doença física crónica
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: This study intended to explore the differences between individuals with and without chronic physical disease regarding the core processes of ACT (cognitive fusion, experiential avoidance and uncommitted action), feelings of loneliness and psychological health. In this study was, also, tested a comprehensive model that hypothesized that cognitive fusion has an impact on loneliness and psychological health, through higher experiential avoidance and less committed actions.The sample comprised 765 participants (304 individuals diagnosed with chronic physical disease and 461 individuals without a diagnosis of chronic physical disease), who completed an online survey. Participants with chronic physical diseases reported higher levels of cognitive fusion, experiential avoidance and feelings of loneliness, as well as lower levels of psychological health, when compared to participants without chronic physical disease.Correlation results showed that, in both groups, cognitive fusion was positively linked with experiential avoidance and feelings of loneliness and negatively linked with committed action and psychological health. The path analysis results confirmed the adequacy of the proposed model, which explained 36% of loneliness and 57% of the psychological health’s variances. Cognitive fusion is associated to loneliness and decreased psychological health, through higher levels of experiential avoidance and lower levels of committed action, even when controlling for the effect of age. Findings offer important suggestions on how the ACT core processes underlie loneliness and psychological health and give support the development of interventions that target cognitive defusion, acceptance skills and committed actions to reduce feelings of loneliness and increase psychological health.
Este estudo pretende explorar as diferenças entre indivíduos com e sem doença física crónica em relação aos processos centrais da ACT (fusão cognitiva, evitamento experiencial e ação não comprometida), aos sentimentos de solidão e à saúde psicológica. Neste estudo foi, também, testado um modelo compreensivo que hipotetizou que a fusão cognitiva tem um impacto na solidão e na saúde psicológica, através de altos níveis de evitamento experiencial e menor ação comprometida.A amostra compreendeu 765 participantes (304 indivíduos diagnosticados com doença física crónica e 461 indivíduos sem diagnóstico de doença física crónica), que completaram um questionário online.Os participantes com doenças físicas crónicas reportaram níveis superiores de fusão cognitiva, evitamento experiencial e sentimentos de solidão, assim como níveis inferiores de saúde psicológica, quando comparados com os participantes sem doença física crónica.Os resultados correlacionais mostraram que, em ambos os grupos, a fusão cognitiva esteve positivamente associada ao evitamento experiencial e aos sentimentos de solidão e negativamente associada à ação comprometida e à saúde psicológica. Os resultados da Path Analysis confirmaram a adequação do modelo proposto, que explicou 36% da variância da solidão e 57% da variância da saúde psicológica. A fusão cognitiva está associada à solidão e à diminuição da saúde psicológica, através de níveis superiores de evitamento experiencial e níveis inferiores de ação comprometida, mesmo controlando o efeito da idade.Os resultados do estudo oferecem importantes sugestões relativamente a como é que os processos centrais da ACT baseiam a solidão e a saúde psicológica e dão suporte ao desenvolvimento de intervenções que têm como alvo a desfusão cognitiva, competências de aceitação e ações comprometidas, de modo a reduzirem os sentimentos de solidão e a aumentarem a saúde psicológica.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/94448
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese - Joana Castro.pdf780.44 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

11
checked on Jun 11, 2021

Download(s)

1
checked on Jun 11, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons