Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94108
Title: Juventude negra: acolher, fortalecer e (re)existir
Authors: Silva, Marcos Antonio Batista da 
Issue Date: 2020
Publisher: Alexa Cultural
Project: info:eu-repo/grantAgreement/EC/H2020/725402/EU/The politics of anti-racism in Europe and Latin America: knowledge production, decision-making and collective struggles 
Serial title, monograph or event: Afeto & violência: lugares de servidão e resistência
Place of publication or event: São Paulo
Abstract: O foco principal deste artigo é a juventude, em especial a juventude negra. Ao se inserir no universo dos estudos das relações raciais e situar o assunto no campo da Psicologia Social no Brasil é possível apreender que essa temática se integra há muito tempo o campo de estudos da Psicologia no Brasil ― final do século XIX e início do XX (Escola Nina Rodrigues). Os trabalhos de Raimundo Nina Rodrigues [...] possibilitaram a formulação de um modelo psicofísico de explicação sobre as deficiências do negro brasileiro e sobre as consequências sociais da manutenção do convívio com essa raça” (SANTOS et al., 2012, p. 169). O período entre 1930 e 1950 foi marcado pela introdução da Psicologia no ensino superior e pelo debate sobre a construção sociocultural das diferenças e da desconstrução do determinismo biológico de raças.
URI: http://hdl.handle.net/10316/94108
ISBN: 978-65-87643-45-8
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Juventude negra_acolher fortalecer e _re_existir.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

4
checked on Apr 9, 2021

Google ScholarTM

Check

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.