Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94108
Title: Juventude negra: acolher, fortalecer e (re)existir
Authors: Silva, Marcos Antonio Batista da 
Issue Date: 2020
Publisher: Alexa Cultural
Project: info:eu-repo/grantAgreement/EC/H2020/725402/EU/The politics of anti-racism in Europe and Latin America: knowledge production, decision-making and collective struggles 
Serial title, monograph or event: Afeto & violência: lugares de servidão e resistência
Place of publication or event: São Paulo
Abstract: O foco principal deste artigo é a juventude, em especial a juventude negra. Ao se inserir no universo dos estudos das relações raciais e situar o assunto no campo da Psicologia Social no Brasil é possível apreender que essa temática se integra há muito tempo o campo de estudos da Psicologia no Brasil ― final do século XIX e início do XX (Escola Nina Rodrigues). Os trabalhos de Raimundo Nina Rodrigues [...] possibilitaram a formulação de um modelo psicofísico de explicação sobre as deficiências do negro brasileiro e sobre as consequências sociais da manutenção do convívio com essa raça” (SANTOS et al., 2012, p. 169). O período entre 1930 e 1950 foi marcado pela introdução da Psicologia no ensino superior e pelo debate sobre a construção sociocultural das diferenças e da desconstrução do determinismo biológico de raças.
URI: http://hdl.handle.net/10316/94108
ISBN: 978-65-87643-45-8
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Juventude negra_acolher fortalecer e _re_existir.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

52
checked on Jul 22, 2021

Download(s)

24
checked on Jul 22, 2021

Google ScholarTM

Check

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.