Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93885
Title: A Cidade do Futuro - As Novas Políticas e Formas de Mobilidade
Other Titles: The City of the Future - New Policies and Forms of Mobility
Authors: Serôdio, Diogo Manuel Neto Ferreira da Silva
Orientador: Silva, Ana Maria César Bastos
Keywords: Veículo Autónomo; Veículo Autónomo Conectado; Intermodalidade; Multimodalidade; Sistemas de Mobilidade; Autonomous Vehicle; Connected Autonomous Vehicle; Intermodality; Multimodality; Mobility Systems
Issue Date: 9-Dec-2020
Serial title, monograph or event: A Cidade do Futuro - As Novas Políticas e Formas de Mobilidade
Place of publication or event: DEC-FCTUC
Abstract: A mobilidade enquanto serviço encontra-se em permanente mudança desde o momento em que a humanidade percebeu a sua extrema importância para o desenvolvimento das sociedades. Aliando isto ao facto de se viver atualmente a quarta revolução industrial, Indústria 4.0, é perfeitamente expectável que resulte numa alteração à escala global no paradigma da mobilidade. Outro grande catalisador desta mudança é o crescimento descontrolado que grande parte das cidades sofreu nas últimas décadas, necessitando agora de uma reorganização urgente do seu espaço e das suas redes.Com estas noções fundamentais como pano de fundo, associadas à crescente consciencialização ambiental e incentivo a estilos de vida mais saudáveis, existe uma crescente aposta nos modos pedonais e cicláveis. No entanto, estes modos possuem raios de ação bastante reduzidos, o que leva à necessidade de existirem não só plataformas, mas também redes e equipamentos capazes de suportar uma aposta na multimodalidade e na intermodalidade. Ainda num campo paralelo, assistem-se também a duas mudanças nos veículos convencionais, a descarbonização e a automação. O maior requisito para a primeira passa por conseguir energias “limpas” oriundas de fontes renováveis e poderá ter benefícios visíveis a curto/médio prazo, no entanto a segunda trata-se de um enorme desafio, não só a nível de engenharia, mas com implicações éticas, legais e acima de tudo, na segurança dos utilizadores.Assim, esta dissertação pretende efetuar uma análise não só ao estado da arte, mas simultaneamente identificar e avaliar pós e contras associados às novas formas de mobilidade.É ainda apresentado um estudo de caso, que tenta com base nas formas de mobilidade apresentadas na revisão bibliográfica, encontrar soluções que permitam melhorar o sistema de mobilidade na cidade de Coimbra, introduzindo também alterações à rede viária que além de facilitarem a aplicação dessas mesmas formas, conferem uma coerência global ao sistema de transportes. A definição de dois circuitos com potencial para integração de veículos autónomos, na resposta a necessidades diferenciadas, evidenciou as potencialidades destes veículos, na sua integração na rede geral dos transportes públicos.
Mobility as a service has been constantly changing since mankind realised its extreme importance for the development of societies. Combining this with the fact that we are now living through the fourth industrial revolution, Industry 4.0, it is perfectly expected to result in a change on a global scale in the paradigm of mobility. Another major catalyst for this change is the uncontrolled growth that most cities have experienced in recent decades, now demanding an urgent reorganisation of their space and networks.With these fundamental notions in the background, coupled with growing environmental awareness and the encouragement of healthier lifestyles, there is a growing commitment to pedestrian and cycle modes. However, these modes have very limited radii of action, which leads to the need for not only platforms but also networks and equipment capable of supporting a commitment to multimodality and intermodality. Still in a parallel field, there are also two changes in conventional vehicles, decarbonisation, and automation. The biggest requirement for the first is to get "clean" energy from renewable sources and it can have visible benefits in the short/medium term, however the second is a huge challenge, not only at the engineering level, but with ethical, legal and, above all, user safety implications.Thus, this dissertation aims at carrying out an analysis not only of the state of the art, but at the same time identifying and evaluating post and contrasts associated with new forms of mobility.A case study is also presented, which tries, based on the forms of mobility presented in the bibliographical review, to find solutions to improve the mobility system in the city of Coimbra, also introducing changes in the road network which, besides facilitating the application of these same forms, give an overall coherence to the transport system. The definition of two circuits with potential for the integration of autonomous vehicles, in response to differentiated needs, has highlighted the potential of these vehicles in their integration in the general public transport network.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia Civil apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93885
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
A CIDADE DO FUTURO AS NOVAS POLÍTICAS E FORMAS DE MOBILIDADE.pdf7.19 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

3
checked on Apr 9, 2021

Download(s)

3
checked on Apr 9, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons