Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93726
Title: A extrema esquerda portuguesa e a descolonização: debates e perspetivas políticas na imprensa partidária da UDP, PCTP/MRPP e MDP/CDE (1974-1977)
Other Titles: The Portuguese extreme left and decolonization: debates and political perspectives in the UDP, PCTP/MRPP and MDP/CDE party press (1974-1977)
Authors: Barbosa, Diogo André da Silva
Orientador: Pimenta, Fernando Manuel Tavares Martins
Keywords: Descolonização Portuguesa; 25 de Abril de 1974; Extrema esquerda; UDP, PCTP/MRPP; MDP/CDE; Portuguese Decolonization; 25 April 1974; Extreme left; UDP, PCTP/MRPP; MDP/CDE
Issue Date: 2-Feb-2021
Serial title, monograph or event: A extrema esquerda portuguesa e a descolonização: debates e perspetivas políticas na imprensa partidária da UDP, PCTP/MRPP e MDP/CDE (1974-1977)
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: A presente dissertação tem como objetivo analisar o pensamento político produzido pela extrema esquerda portuguesa relativamente ao processo de descolonização português entre 1974 e 1977. A cronologia foi estendida até 1977, de forma a englobar o estudo das repercussões em Portugal do golpe de 27 de maio de 1977 em Angola, tendo em conta as ligações de alguns setores da extrema esquerda portuguesa à situação política angolana. Neste sentido, analisa-se o pensamento político em matéria de descolonização da União Democrática Popular (UDP), do Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses/Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado (PCTP/MRPP) e do Movimento Democrático Português/Comissão Democrática Eleitoral (MDP/CDE. A este respeito e tendo em conta que a imprensa partidária era um dos meios primordiais de divulgação ideológica desses mesmos partidos, principalmente entre os seus militantes, tem-se em particular consideração os debates e as perspetivas acerca da descolonização presentes nos jornais Voz do Povo (UDP), Luta Popular (PCTP/MRPP) e Unidade (MDP/CDE). Paralelamente a estas fontes, que constituem o núcleo documental central da pesquisa, utilizam-se outros materiais coevos, tais como os estatutos dos partidos, certos comunicados e material de propaganda, bem como os debates parlamentares da Assembleia Constituinte. Com a abertura democrática em Portugal, na sequência do golpe de Estado de 25 de Abril de 1974, estes movimentos, na maioria ilegais no período do Estado Novo, saíram de clandestinidade. Assim, procura-se analisar a sua propaganda ideológica acerca do processo de descolonização português no advento da democracia em Portugal.
This dissertation aims to analyse the political thought produced by the Portuguese extreme left regarding the Portuguese decolonization process between 1974 and 1977. The chronology was extended until 1977 to include the study of the repercussions in Portugal of the coup of 27 May 1977 in Angola, taking into account the links between some sectors of the Portuguese extreme left and the Angolan political situation. In this sense, the political thought on the decolonization of the União Democrática Popular (UDP), the Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses/Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado (PCTP/MRPP) and the Movimento Democrático Português/Comissão Democrática Eleitoral (MDP/CDE) is analysed. In this regard and taking into account that the party press was one of the primary means of ideological dissemination of these same parties, especially among their militants, particular consideration is given to the debates and perspectives on decolonization present in the newspapers Voz do Povo (UDP), Luta Popular (PCTP/MRPP) and Unidade (MDP/CDE). Alongside these sources, which form the core of the research, other cohesive materials are used, such as party statutes, certain communiqués and propaganda material, as well as parliamentary debates in the Constituent Assembly. With the democratic opening in Portugal following the coup of 25 April 1974, these movements, most of them illegal during the Estado Novo period, came out of hiding. Thus, an attempt is made to analyze its ideological propaganda about the Portuguese decolonization process at the advent of democracy in Portugal.
Description: Dissertação de Mestrado em História apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93726
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DiogoBarbosa_versaofinal.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

42
checked on Jul 22, 2021

Download(s)

58
checked on Jul 22, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons