Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93709
Title: As sub-bacias hidrográficas como unidades territoriais em contexto de baixa densidade. O caso da Ribeira de Arcos - Penacova
Other Titles: Hydrographic sub-basins as territorial units in a low-density context. The case of Ribeira de Arcos – Penacova
Authors: Conceição, Humberto Jorge da
Orientador: Dimuccio, Luca António
Keywords: Territorial restructuring;; PNPOT; Sub-bacia hidrográfica como unidade territorial; Ribeira de Arcos (Penacova); Carta de Solos e de Capacidade de uso de Solos; Reestruturação territorial; PNPOT; Hydrographic sub-basin as territorial unit; Ribeira de Arcos (Penacova); Soil Chart and Land Use Capacity Chart
Issue Date: 14-Dec-2020
Serial title, monograph or event: As sub-bacias hidrográficas como unidades territoriais em contexto de baixa densidade. O caso da Ribeira de Arcos - Penacova
Place of publication or event: Universidade de Coimbra - Faculdade de Letras - Departamento de Geografia e Turismo
Abstract: ABSTRACTThe main objective of this study is to analyze the Ribeira de Arcos sub-basin and its immediate surroundings, the villages of Aveleira, Roxo, São Mamede, and Caneiro, where its mouth is located, in the Mondego River gorge. The theme highlights the importance of the sub-basins and their hydrological potential, questioning the current land use, in particular for monoculture, presenting alternatives. The study area was set in the regional territorial context of the Municipality of Penacova and in the northern sector of the Coimbra Marginal Massif, in the geological scope, presenting general aspects of climate and relief. Its physical and human characterization was carried out on a local scale, highlighting the physiography, thermo-pluviometric variability, vegetation cover and some aspects of current morphodynamics, with the analysis of its socioeconomic structure. Considering the study area as a territorial unit, the outline of soil cartography and capacity for use was developed. A 1940-2000 land use table and a forecast for 2040 were also presented. Field research was essential to obtain the data as empirical sources, using the abovementioned methodological instruments. In the hydrological dynamics of the study area, the hydrological year of 2018-2019 was considered, as in the observation of the precipitation and the flows of the identified water points, and in the watercourse reading.In the proposals for territorial restructuring, land use would be directed in a higher percentage to the production of fresh food, intended for self-consumption and commercialization, the latter being favored by the proximity of a potential consumer urban center, Coimbra, which receives the daily flow of its residents. The Small is beautiful theory, organic cultural alternatives, such as traditional agriculture, of organic and natural production, agroforestry and syntropic agriculture, permaculture and alternative cultures of therapeutic and aroma, under the principles of circular economy, are presented as alternatives to the mode of land use. Finally, the objective is for this territorial unit to be seen as a coalescent cell, resulting in a better use of the national territory. This work used the referenced works as secondary sources, and, as the main primary sources, some standards of the European Union, the Constitution of the Portuguese Republic, the water legislation and the PNPOT.
Este estudo tem como objetivo central a análise da sub-bacia da Ribeira de Arcos e de sua envolvência imediata, as povoações da Aveleira, Roxo, São Mamede, e do Caneiro, onde se localiza sua foz, na garganta do Rio Mondego. O tema destaca a importância das sub-bacias e de seu potencial hidrológico, questionando-se o uso atual do solo, em particular pela monocultura, apresentando alternativas. Localizou-se a área de estudo no contexto territorial regional do Concelho de Penacova e no setor Norte do Maciço Marginal de Coimbra, no âmbito geológico, aspetos gerais do clima e do relevo. Realizou-se sua caracterização física e humana em escala local, destacando a fisiografia, variabilidade termo pluviométrica, a cobertura vegetal e alguns aspetos das morfodinâmicas atuais, com a análise da estrutura socioeconómica. Considerada a área de estudo como unidade territorial, elaborou-se o esboço da cartografia dos solos e de capacidade de uso. Foi ainda apresentado o uso do solo de 1940-2000 e previsão para 2040. A pesquisa de campo foi essência para a obtenção dos dados como fontes empíricas, com a utilização dos instrumentos metodológicos citados. Na dinâmica hidrológica da área de estudo foi considerado o ano hidrológico de 2018-2019, como na observação da precipitação e dos fluxos dos pontos de água identificados e na realização da leitura de caudais.Nas propostas de reestruturação territorial, o uso do solo seria direcionado em maior percentual para a produção de alimentos frescos, destinados ao auto consumo e comercialização, esta favorecida pela proximidade de centro urbano potencial consumidor, Coimbra, que recebe o fluxo diário de seus moradores. Apresenta-se como alternativas ao modo de uso do solo a teoria do Small is beautiful, alternativas culturais orgânicas, como a agricultura tradicional, de produção orgânica e biológica, o agroflorestal e a agricultura sintrópica, a permacultura e culturas alternativas de terapêutica e de aroma, sob os princípios da economia circular. Por fim, objetiva-se que esta unidade territorial seja vista como uma célula coalescente, resultando no melhor aproveitamento do território nacional. Este trabalho utilizou como fontes secundárias as obras referenciadas, e como principais fontes primárias algumas normas da União Europeia, a Constituição da República Portuguesa, a legislação da água e o PNPOT.
Description: Dissertação de Mestrado em Geografia Física - Ambiente e Ordenamento do Território apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93709
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
HumbertoConceicao_versaofinal.pdf146.87 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

18
checked on Jul 29, 2021

Download(s)

5
checked on Jul 29, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons