Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93686
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorOliveira, Fernando Matos de-
dc.contributor.authorHeitor, André Marcos-
dc.date.accessioned2021-03-18T23:01:05Z-
dc.date.available2021-03-18T23:01:05Z-
dc.date.issued2020-12-02-
dc.date.submitted2021-03-18-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/93686-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Estudos Artísticos apresentada à Faculdade de Letras-
dc.description.abstractO seguinte ensaio é uma configuração de sínteses, concentrando em si três áreas disciplinares de conhecimento humano: História como ciência de memória, Cinema como arte de memória e Arquivística como ciência de informação. Ao mesmo tempo, cada síntese é fruto de reflexãos teórico-práticas sobre aquelas disciplinas, confluídas num único estudo de caso: o arquivo do Teatro Académico de Gil Vicente. Neste sistema de informação, discorre uma interseccionalidade entre registos histórico-artísticos, que obrigam a pensar no conceito de arquivo através do olhar da performance. A documentação gerada parece revelar um movimento performático específico de orgãos gestores, como Comunicação e Produção, no âmbito da administração de um espaço cultural como o TAGV. Esses objectos de memória, como por exemplo cartazes ou fichas de produção, possuem potência de relação, ou uma qualidade historiável. São documentos que performam, e onde coexiste registo de performance. São como representações documentais carregadas de significantes. Tal como o cinema é um arquivo de imagens-movimento captadas pelo olho-registo, também a memória é como um arquivo de imagens mentais que formam o rol imagético da mente humana. Os arquivos performáticos, como ATAGV, parecem apresentar não apenas registos de arte, mas também registos dos seus processos criativos. O espectáculo, ou evento/acontecimento artístico, é produto de todo um processo criativo que começa na ideia e termina na co-presença com públicos, passando por registos de pré e pós produção, assim como de divulgação. Assim, o arquivo do teatro custodia memória artística, e memória de criação artística.por
dc.description.abstractThe following essay is a configuration of syntheses, which centers in itself three disciplinary areas of human knowledge: History as science of memory, Cinema as art of memory, and Archival as science of information. Simultaneously, each synthesis is the result of a theoretical and practical analysis on those disciplines, conjoined in one single study case: the archive of Teatro Académico de Gil Vicente (ATAGV). In this information system, occurs a intersectionality between historic-artistic records, that compel to think the concept of archive through the perspective of performance. The generated documentation seems to reveal a performing motion specific from managements, like Public Relations and Production, placed in the administration work of a cultural space like TAGV. Those memory objects, like posters or production sheets, hold a relation output, or a historical quality. They work as documental representations filled with significants. Similarly, as cinema is a moving images archive, captured by the eye-record, memory is like a mental images archive which form the imagetic array of the human mind. The performing archives, as ATAGV, seem to present not only art records, but also the records of creative processes. The spectacle, or artistic happening, is a product of a full creative process, starting on ideia and completed on the co-presence with audiences, going by pre and post production records, as well as public relations records. Therefore, the theatre’s archive own artistic memory, and creativity memory.eng
dc.language.isopor-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/-
dc.subjectHistóriapor
dc.subjectCinemapor
dc.subjectMemóriapor
dc.subjectArquivopor
dc.subjectPerformancepor
dc.subjectHistoryeng
dc.subjectCinemaeng
dc.subjectMemoryeng
dc.subjectArchiveeng
dc.subjectPerformanceeng
dc.titlePerformatividade historiável: guião sobre Teatro Académico de Gil Vicentepor
dc.title.alternativeHistorical performativity: script on Teatro Académico de Gil Vicenteeng
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationCoimbra-
degois.publication.titlePerformatividade historiável: guião sobre Teatro Académico de Gil Vicentepor
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid202674550-
thesis.degree.disciplineArtes do Espectáculo-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Estudos Artísticos-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Letras-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorHeitor, André Marcos::0000-0002-1658-1546-
uc.degree.classification18-
uc.degree.presidentejuriBranco, Sérgio Emanuel Dias-
uc.degree.elementojuriOliveira, Fernando Matos de-
uc.degree.elementojuriNeves, Mário Djalme Montenegro Araújo de Castro-
uc.contributor.advisorOliveira, Fernando Matos de-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
AndreHeitor_versaofinal.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

5
checked on Apr 23, 2021

Download(s)

4
checked on Apr 23, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons