Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93669
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, João José Figueira da-
dc.contributor.authorMiranda, Clara Margarida de Matos Silva-
dc.date.accessioned2021-03-18T23:00:44Z-
dc.date.available2021-03-18T23:00:44Z-
dc.date.issued2020-12-11-
dc.date.submitted2021-03-18-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/93669-
dc.descriptionRelatório de Estágio do Mestrado em Jornalismo e Comunicação apresentado à Faculdade de Letras-
dc.description.abstractO storytelling - expressão inglesa sobre a capacidade de contar (tell) estórias (stories) através do recurso a várias linguagens, desde as palavras ao audiovisual - tem um papel cada vez mais relevante no contexto organizacional contemporâneo, principalmente devido à presença online das organizações e às ferramentas que o espaço virtual possibilita. Sites e redes sociais são exemplos de terrenos férteis para a criação de narrativas que expressam a identidade da organização e a ligam ao público, tornando a comunicação de um serviço ou produto mais eficaz ou, pelo menos, mais humanizada. Esta ação - contar histórias - que, na sua essência, é tão familiar e até inata ao ser humano revela-se, assim, um instrumento estratégico especialmente interessante por estar presente em vários campos desta área e por contribuir para uma melhor relação organização/empresa - público/consumidor, particularmente em tempos de estímulos variados e atenção difusa. Verifica-se, portanto, que a construção do sentido corporativo acontece também através de narrativas que promovem significados comuns e que unem as pessoas entre si e à organização em causa - um laço que se consolida quando nos contamos ao outro e percebemos o valor de uma boa história. Neste relatório, que tem por base o estágio curricular realizado na agência de comunicação Central de Informação, no Porto, no último trimestre do ano transato, é feita a contextualização deste termo partindo do ato mais elementar de contar histórias através da oralidade e culminando no conceito de storytelling propriamente dito, enquanto instrumento estratégico da comunicação organizacional. Depois, concretiza-se a sua relevância para benefício das organizações. Finalmente, analisam-se alguns projetos da agência.por
dc.description.abstractStorytelling - an english expression about the ability to tell stories through the use of various languages, from words to audiovisual - plays an increasingly relevant role in the contemporary organizational context, mainly due to the presence of the entities online and to the tools that the virtual space enables. Sites and social media are examples of fertile ground for the creation of narratives that express the organization's identity and connect it to the public, making the communication of a service or product more effective or, at least, more humanized.This action – telling a story - which, in essence, is so familiar and even innate for us, proves to be an especially interesting strategic tool because it is present in several fields in this area and for contributing to a better organization / company - public / consumer relationship, especially in times of varied motivations and diffuse attention. It is verified, therefore, that the construction of corporate sense also occurs through narratives that promote common meanings that unite people with each other and with the organization concerned - a bond that is consolidated when we tell ourselves to others and realize the value of a good story.In this article, which is based on the curricular internship carried out at the Central of Information communication agency, in Porto, during the last quarter of last year, this term is contextualized using the most elementary act of storytelling through orality and culminating in the concept of storytelling itself, as a strategic tool for organizational communication. Then, its relevance for the benefit of organizations is realized. Finally, some of the agency's projects are analyzed.eng
dc.language.isopor-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectstorytellingpor
dc.subjectcomunicação organizacionalpor
dc.subjectmultimédiapor
dc.subjectsentidopor
dc.subjectmemóriapor
dc.subjectstorytellingeng
dc.subjectorganizational communicationeng
dc.subjectmultimediaeng
dc.subjectmeaningeng
dc.subjectmemoryeng
dc.titleA importância do storytelling na Comunicação Organizacional Exemplos na agência Central de Informaçãopor
dc.title.alternativeThe importance of storytelling in Organizational Communication Examples at the Central of Information agencyeng
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationFaculdade de Letras da Universidade de Coimbra-
degois.publication.titleA importância do storytelling na Comunicação Organizacional Exemplos na agência Central de Informaçãopor
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid202674665-
thesis.degree.disciplineInformação e Jornalismo-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Jornalismo e Comunicação-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Letras-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorMiranda, Clara Margarida de Matos Silva::0000-0003-0119-2625-
uc.degree.classification15-
uc.degree.presidentejuriSilveirinha, Maria João Rosa Cruz-
uc.degree.elementojuriSilva, João José Figueira da-
uc.degree.elementojuriSantos, Sílvio Manuel Rodrigues Correia dos-
uc.contributor.advisorSilva, João José Figueira da-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
ClaraMiranda_versaofinal.pdf2.68 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

40
checked on Sep 17, 2021

Download(s)

45
checked on Sep 17, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons