Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/935
Title: Biomimética : formulações haptotáticas para aplicação em regeneração óssea
Other Titles: Biomimetics : haptotatic formulations for bone regeneration
Authors: Guerra, Fernando Alberto Deométrio Rodrigues Alves 
Orientador: Abreu, João Luís Maló de
Cabrita, António Manuel Silvério
Keywords: Prótese Dentária e Oclusão; Enxerto ósseo; Regeneração óssea
Issue Date: 5-Jan-2004
Citation: GUERRA, Fernando Alberto Deométrio Rodrigues Alves - Biomimética : formulações haptotáticas para aplicação em regeneração óssea. Coimbra, 2003.
Abstract: As técnicas de enxerto ósseo são utilizadas em áreas para suprir deficiências do esqueleto. Em Medicina Dentária assumem particular relevância na reabilitação oral recorrendo à Prostodoncia Fixa e à Implantologia. O principal objectivo deste estudo autorizado, in vivo, no coelho, foi a avaliação da cicatrização óssea em defeitos ósseos cranianos como resposta a um mineral inorgânico bovino-derivado granulado (Anorganic Bovine Mineral - ABM) e a um material idêntico, ABM, adicionado de um peptídeo de 15 aminoácidos (P-15), tendo como controle positivo o uso de fragmentos de osso autólogo e como controle negativo o não preenchimento com qualquer material adicional. A amostra utilizada foi de trinta e seis animais, adultos, machos, com peso de 3,8 ± 0,5Kg, divididos em três grupos iguais com períodos de estudo de uma, duas e quatro semanas. A colheita da área dos defeitos foi feita en bloc sendo o processo de cicatrização dos defeitos ósseos analisado com recurso a meios imagiológicos e à microscopia de luz em cortes histológicos de material não descalcificado, com quantificação histomorfométrica e respectivo tratamento estatístico (ANOVA com medições repetidas). Os defeitos preenchidos com fragmentos de osso autógeno afirmou-se na sua posição de "gold standard" dos materiais de enxerto, tendo sido, também, notável a formação de novo tecido ósseo nos defeitos preenchidos com grânulos de ABM/P-15. O conjunto de defeitos preenchidos apenas com grânulos de ABM mostrou uma menor formação, embora com claros benefícios quando comparado com os defeitos sem preenchimento. Ocorreram diferenças significativas entre os grupos relativamente à formação óssea. Como conclusão deste estudo experimental pode afirmar-se que o ABM/P-15 demonstrou uma forte capacidade osteogénica, uma vez que impulsionou uma maior formação de novo tecido ósseo, num local ortotópico, quando comparada com aquela que se encontrou com um substrato osteocondutor, ou seja o ABM. As técnicas de enxerto ósseo são utilizadas em áreas para suprir deficiências do esqueleto. Em Medicina Dentária assumem particular relevância na reabilitação oral recorrendo à Prostodoncia Fixa e à Implantologia. O principal objectivo deste estudo autorizado, in vivo, no coelho, foi a avaliação da cicatrização óssea em defeitos ósseos cranianos como resposta a um mineral inorgânico bovino-derivado granulado (Anorganic Bovine Mineral - ABM) e a um material idêntico, ABM, adicionado de um peptídeo de 15 aminoácidos (P-15), tendo como controle positivo o uso de fragmentos de osso autólogo e como controle negativo o não preenchimento com qualquer material adicional. A amostra utilizada foi de trinta e seis animais, adultos, machos, com peso de 3,8 ± 0,5Kg, divididos em três grupos iguais com períodos de estudo de uma, duas e quatro semanas. A colheita da área dos defeitos foi feita en bloc sendo o processo de cicatrização dos defeitos ósseos analisado com recurso a meios imagiológicos e à microscopia de luz em cortes histológicos de material não descalcificado, com quantificação histomorfométrica e respectivo tratamento estatístico (ANOVA com medições repetidas). Os defeitos preenchidos com fragmentos de osso autógeno afirmou-se na sua posição de "gold standard" dos materiais de enxerto, tendo sido, também, notável a formação de novo tecido ósseo nos defeitos preenchidos com grânulos de ABM/P-15. O conjunto de defeitos preenchidos apenas com grânulos de ABM mostrou uma menor formação, embora com claros benefícios quando comparado com os defeitos sem preenchimento. Ocorreram diferenças significativas entre os grupos relativamente à formação óssea. Como conclusão deste estudo experimental pode afirmar-se que o ABM/P-15 demonstrou uma forte capacidade osteogénica, uma vez que impulsionou uma maior formação de novo tecido ósseo, num local ortotópico, quando comparada com aquela que se encontrou com um substrato osteocondutor, ou seja o ABM.
Description: Tese de doutoramento em Medicina Dentária, na especialidade de Prótese Dentária e Oclusão (Prótese Fixa) apresentada à Fac. de Medicina de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/935
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento
FMUC Med. Dentária - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

379
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.