Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93370
Title: O PAPEL DA GEOGRAFIA FÍSICA NOS TERRITÓRIOS INTELIGENTES: O CASO DE ESTUDO DA LOUSÃ COMO TERRITÓRIO INTELIGENTE E SUSTENTÁVEL
Other Titles: THE ROLE OF PHYSICAL GEOGRAPHY IN SMART TERRITORIES: THE STUDY CASE OF LOUSÃ AS A SMART AND SUSTAINABLE TERRITORY
Authors: Ornelas, Alexandre João Alves
Orientador: Cordeiro, António Manuel Rochette
Keywords: Territórios Inteligentes; Sustentabilidade; Inovação tecnológica; Modelação e VANT; Lousã; Smart territories; Sustainability; Technological innovation; Modelling and UAV; Lousã
Issue Date: 25-Oct-2019
Serial title, monograph or event: O PAPEL DA GEOGRAFIA FÍSICA NOS TERRITÓRIOS INTELIGENTES: O CASO DE ESTUDO DA LOUSÃ COMO TERRITÓRIO INTELIGENTE E SUSTENTÁVEL
Place of publication or event: Universidade de Coimbra - Faculdade de Letras
Abstract: A reflexão sobre a importância e as caraterísticas das cidades inteligentes não é recente, no entanto, tem adquirido alguma centralidade, tanto no contexto académico, como nas medidas delineadas por instituições governamentais portuguesas e, também, europeias.As cidades continuam a ter de lidar com processos e mudanças rápidas e complexas, que requerem a intervenção das autarquias locais na criação de estratégias devidamente planeadas e contextualizadas com os desafios que têm de ultrapassar.É neste contexto que surge a temática desta dissertação de mestrado. Com este trabalho, pretendemos fazer uma revisão da bibliografia já existente sobre a temática das cidades inteligentes e introduzir o papel que a geografia física pode ter na definição e caraterização destes territórios. Desta forma, a Geografia Física poderá ser uma ajuda fundamental para enquadrar o estudo dos territórios com a influência que a população exerce nestes, uma vez que está em posição de analisar as estruturas espaciais de modo a que se definam novos modelos que sejam mais benéficos para o território.Torna-se cada vez mais claro que para se realizar uma nova organização ou reorganização dos territórios, é necessário recorrer às Tecnologias de Informação e Comunicação e aos Sistemas de Informação Geográfica. É neste sentido que se vai desenvolver o modelo prático deste trabalho em que se pretende recorrer à tecnologia de um VANT (vulgo, drone) para implementar novas dinâmicas territoriais com base na inovação e na sustentabilidade. A criação de um território inteligente é possível, se para este definirmos medidas que o suportem, como é o caso da aquisição de dados geográficos digitais através das novas tecnologias. Com a modelação destes dados espaciais, vai ser possível tornar um território mais empreendedor, ativo e resiliente face aos desafios. Desta feita, a Lousã será o concelho escolhido para demonstrar que o modelo é viável e que tem potencialidade para se expandir para outros territórios de baixa densidade.
The reflection on the importance and characteristics of smart cities is not recent, however, it has acquired some centrality, both in the academic context, as well as in the measures outlined by portuguese governmental institutions and by the European Union.Cities still have to deal with rapid and complex processes and changes, which require the intervention of local authorities in creating planned and contextualised strategies with the challenges they have to overcome.It’s in this context that the theme of this master’s thesis emerges. First, we intend to review the existing bibliography on the theme of smart cities and introduce the role that Physical Geography can play in the definition and characterization of these territories. In this way, Physical Geography can be a fundamental aid to frame the study of territories with the influence that the population exerts on them, since it is in a position to analyse the spatial structures so that can be defined news models more beneficial to the territories.It is becoming increasingly clear that the use of Information and Communication Technologies and Geographical Information Systems is necessary in order to carry out a new organisation or reorganisation of the territories. It is in this sense that the practical model of this work will be developed, in which it is intended to use the technology of a UAV to implement new territorial dynamics based on innovation and sustainability.The creation of an intelligent territory is possible if we define measures to support it, such as the acquisition of digital spatial data through new technologies. With the modelling of these spatial data, it will be possible to make a territory more enterprising, active and resilient to the challenges. This time, Lousã will be the county chosen to demonstrate that the model is viable and has the potential to expand to other low density territories.
Description: Dissertação de Mestrado em Geografia Física - Ambiente e Ordenamento do Território apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93370
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
AlexandreOrnelas_versaofinal.pdf7.83 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

2
checked on Apr 9, 2021

Download(s)

1
checked on Apr 9, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons