Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93104
Title: Determinação de AFM1 no leite materno: avaliação da exposição de lactentes em Angola
Other Titles: Determination of AFM1 in breast milk: exposure assessment of infants in Angola
Authors: Vidal, Vanessa Duarte
Orientador: Pena, Angelina Lopes Simões
Duarte, Sofia Alexandra Giestas Cancela
Keywords: Aflatoxina B1; Aflatoxina M1; Leite materno; Lactentes; Exposição alimentar; Aflatoxin B1; Aflatoxin M1; Breast milk; Infants; Dietary exposure
Issue Date: 15-Dec-2020
Serial title, monograph or event: Determinação de AFM1 no leite materno: avaliação da exposição de lactentes em Angola
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e Escola Universitária Vasco da Gama
Abstract: As aflatoxinas são contaminantes que ocorrem naturalmente numa variedade de produtos agrícolas em todo o mundo, e que podem ter implicações sérias para a saúde humana e animal. A incidência destas toxinas é tendencialmente maior nos países da África Subsariana e do Sudeste Asiático, onde o clima tropical e subtropical, as inadequadas práticas agrícolas e as condições precárias de armazenamento das culturas propiciam o seu desenvolvimento. A aflatoxina M1 (AFM1), o principal metabolito da aflatoxina B1 (AFB1), pode ser encontrada no leite materno após a exposição da mãe. Considerando os efeitos toxicológicos das aflatoxinas, esta contaminação constitui um potencial risco para os lactentes. O presente estudo teve como objetivo determinar a ocorrência e os níveis de AFM1 no leite materno de participantes residentes em Belize, província de Cabinda, em Angola, e avaliar a exposição dos lactentes a esta toxina. No total, foram analisadas 37 amostras de leite materno, recolhidas em agosto-setembro de 2018 e em agosto de 2019, e analisadas através do ensaio imunoenzimático ELISA. Não foram detetados níveis de AFM1 acima do limite de deteção (5,0ng/L). Apesar do clima propício predominante nesta região, sugere-se que um nível socioeconómico mais elevado, a residência em áreas urbanas e os hábitos alimentares da mãe possam ter sido fatores determinantes destes resultados. Uma vez que as aflatoxinas são substâncias cancerígenas, é importante a implementação de medidas preventivas da infeção por fungos produtores, existência de regulamentação e programas que envolvam um controlo e monitorização dos níveis de contaminação dos alimentos. Considera-se que, dado os benefícios da prática do aleitamento materno, esta deve ser incentivada sempre que possível, principalmente nos países em desenvolvimento. Futuramente, será importante a realização de novos estudos de avaliação da exposição dos lactentes, envolvendo outras regiões em Angola, que visem a monitorização contínua da sua exposição, visto que constituem um grupo de risco.
Aflatoxins are naturally occurring contaminants in a variety of food crops worldwide and can pose a serious health threat to humans and animals. The incidence of these toxins tends to be higher in Southeast Asian and Sub-Saharan African countries where the tropical and subtropical climate, poor agricultural practices and storage conditions favor their development. Aflatoxin M1 (AFM1), the major metabolite of aflatoxin B1 (AFB1), can be found in breast milk as a result of maternal exposure. Considering the toxicological effects of aflatoxins, this contamination is a potential risk for infants. The present study aimed to determine the occurrence and levels of AFM1 in breast milk from participants residing in Belize, province of Cabinda, Angola and to assess infants’ exposure to this toxin. A total of 37 breast milk samples were collected in August-September 2018 and in August 2019, then analyzed using an enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA). AFM1 was not detected above the detection limit (5.0ng/L). Despite the prevailing climate in this region, it is suggested that a higher socioeconomic level, living in urban areas and the mother's eating habits may have been determining factors been determining factors of these results. Since aflatoxins are carcinogenic substances, it is important to implement measures to prevent aflatoxin-producing fungi infections, existing regulations, and programs for monitoring and controlling levels of aflatoxins in foods. It is considered that, given the benefits of breastfeeding, it should be encouraged whenever possible, especially in developing countries. In the future, it will be important to carry out further exposure studies of breastfed infants in other regions of Angola, to continuously monitor their exposure, as they are considered a risk group.
Description: Dissertação de Mestrado em Segurança Alimentar apresentada à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93104
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Determinação de AFM1 no leite materno_Angola.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

15
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

6
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons