Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93027
Title: Relatórios de Estágio e Monografia intitulada “Fumarato de Dimetilo, da Esclerose Múltipla às doenças Neurodegenerativas”
Other Titles: Internship Reports and Monograph entitled "Dimethyl Fumarate, from Multiple Sclerosis to Neurodegenerative diseases"
Authors: Marques, Sara Gabriela Costa
Orientador: Santos, Bárbara Gisela Bastos dos
Martinho, Cid Mickael Moutinho
Rosete, Maria Teresa da Teixeira Cruz
Keywords: Doença de Alzheimer; Doença de Parkinson; Esclerose Múltipla; Fumarato de Dimetilo; Alzheimer’s Disease; Dimethyl-fumarate; Parkinson’s Disease; Multiple Sclerosis
Issue Date: 28-Jul-2020
Serial title, monograph or event: Relatórios de Estágio e Monografia intitulada “Fumarato de Dimetilo, da Esclerose Múltipla às doenças Neurodegenerativas”
Place of publication or event: FAculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Mirafoz e Hospital de Santo António-Porto
Abstract: O Fumarato de Dimetilo (DMF) é um medicamento sujeito a receita médica restrita e está autorizado para o tratamento da Esclerose Múltipla (EM) do tipo Surto-Remissão em adultos. A Doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa na qual há uma perda progressiva não só de memória como de outras funções cognitivas. A terapêutica existente é ineficaz, pois como os mecanismos fisiopatológicos da AD não estão totalmente bem estabelecidos e baseiam-se em diversas teorias, os fármacos atualmente comercializados modulam alguns hallmarks da AD mas não modificam o decurso da doença. A Doença de Parkinson é também uma doença neurodegenerativa, na qual há uma perda progressiva das sinapses dopaminérgicas; as terapêuticas existentes visam aumentar os níveis de dopamina a nível cerebral, como por exemplo a levodopa, os agonistas da dopamina e inibidores da Monoamina Oxidase B(MAO-B). Esta monografia foca-se na utilização do DMF em doenças neurodegenerativas, nomeadamente na Doença de Alzheimer e na Doença de Parkinson, que partilham algumas características fisiopatológicas presentes na EM.O Fumarato de Dimetilo (DMF) é um medicamento sujeito a receita médica restrita e está autorizado para o tratamento da Esclerose Múltipla (EM) do tipo Surto-Remissão em adultos. A Doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa na qual há uma perda progressiva não só de memória como de outras funções cognitivas. A terapêutica existente é ineficaz, pois como os mecanismos fisiopatológicos da AD não estão totalmente bem estabelecidos e baseiam-se em diversas teorias, os fármacos atualmente comercializados modulam alguns hallmarks da AD mas não modificam o decurso da doença. A Doença de Parkinson é também uma doença neurodegenerativa, na qual há uma perda progressiva das sinapses dopaminérgicas; as terapêuticas existentes visam aumentar os níveis de dopamina a nível cerebral, como por exemplo a levodopa, os agonistas da dopamina e inibidores da Monoamina Oxidase B(MAO-B). Esta monografia foca-se na utilização do DMF em doenças neurodegenerativas, nomeadamente na Doença de Alzheimer e na Doença de Parkinson, que partilham algumas características fisiopatológicas presentes na EM.
Dimethyl-fumarate is a drug that needs a restricted prescription and it’s approved to the treatment of Relapsing-Remitting form of Multiple Sclerosis in adults.Alzheimer’s Disease is a neurodegenerative disorder characterized by a progressive loss not only of memory but of other cognitive functions. The available therapies are ineffective, because as the pathophysiological mechanism of Alzheimer’s Disease is not totally well established and is based on several theories, the drugs the drugs currently commercialized modulate some hallmarks of AD but do not modify the course of the disease.Parkinson’s Disease is also a neurodegenerative disorder in which there is a progressive loss of dopaminergic synapses. The available therapies try to recover Dopamine levels, such as Levodopa, Dopamine agonist and Monoamine Oxidase (MAO-B) inhibitors. This monograph is focused on the use of Dimethyl-Fumarate in neurodegenerative diseases, specifically in Alzheimer’s disease and Parkinson’s disease, which share some pathophysiological characteristics present in MS.Dimethyl-fumarate is a drug that needs a restricted prescription and it’s approved to the treatment of Relapsing-Remitting form of Multiple Sclerosis in adults.Alzheimer’s Disease is a neurodegenerative disorder characterized by a progressive loss not only of memory but of other cognitive functions. The available therapies are ineffective, because as the pathophysiological mechanism of Alzheimer’s Disease is not totally well established and is based on several theories, the drugs the drugs currently commercialized modulate some hallmarks of AD but do not modify the course of the disease.Parkinson’s Disease is also a neurodegenerative disorder in which there is a progressive loss of dopaminergic synapses. The available therapies try to recover Dopamine levels, such as Levodopa, Dopamine agonist and Monoamine Oxidase (MAO-B) inhibitors. This monograph is focused on the use of Dimethyl-Fumarate in neurodegenerative diseases, specifically in Alzheimer’s disease and Parkinson’s disease, which share some pathophysiological characteristics present in MS.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93027
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Sara Marques.pdf3.17 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons