Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92966
Title: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Mecanismos de Neurodegeneração na Doença de Alzheimer e a sua Modulação por Polifenóis".
Other Titles: Internship and Monograph reports entitled”Mechanisms of Neurodegeneration in Alzheimer's Disease and its Modulation by Polyphenols".
Authors: Oliveira, Patrícia Isabel Machado
Orientador: Nunes, Carla Maria dos Santos
Magalhães, Daniela Maria Teixeira
Keywords: Doença de Alzheimer; Peptídeo Beta-Amilóide; Proteína Tau; Disfunção Mitocondrial; Polifenóis da Dieta; Alzheimer's Disease; Beta-Amyloid Peptide; Tau Protein; Mitochondrial Dysfunction; Dietary Polyphenols
Issue Date: 7-Oct-2020
Serial title, monograph or event: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Mecanismos de Neurodegeneração na Doença de Alzheimer e a sua Modulação por Polifenóis".
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Lima Lixa
Abstract: Alzheimer’s Disease (AD) is the most prevalent neurodegenerative disease and also represents the major common type of dementia, affecting mainly individuals over 65 years. It is an extremely disabling disease that is characterized, fundamentally, by a progressive decline in cognitive capabilities, which ultimately leads to dependence on others to perform the tasks of daily routine.The neurodegeneration that occurs mainly at the hippocampus and cerebral cortex, the presence of senile plaques, made up of aggregates of peptides β-amyloid, and neurofibrillary tangles, made up of hyperphosphorylated tau protein are the most characteristic neuropathological marks of AD.Several studies have shown that abnormal aggregates of peptides Aβ and hyperphosphorylated tau protein, mitochondrial dysfunction, oxidative stress, excitotoxicity, neuroinflammation and cerebrovascular dysfunction play a key role in the degeneration and neuronal death that occurs in AD. However, currently, the etiology of AD is still enigmatic, remaining largely unclear what triggers such mechanisms of neurodegeneration. Moreover, the pharmacological therapy is clearly ineffective, because it has no curative effect, only relieving the symptoms of the disease and improving the quality of life of patients and their caregivers. Therefore, it is urgent the development of new therapeutic strategies able to effectively to prevent and/or limit the neurodegeneration. In this context, it is important to note that dietary polyphenols, due to their ability to modulate cell signaling pathways and gene transcription, have been the target of numerous studies and, they are considered promising molecules for the development of new therapies for the treatment of AD.The main goal of this monography is the elucidation of several molecular mechanisms involved in the neurodegeneration that occurs in AD and its modulation by some dietary polyphenols.
A Doença de Alzheimer (DA) é a doença neurodegenerativa mais prevalente e representa, também, o tipo mais comum de demência, afetando principalmente indivíduos acima dos 65 anos. Trata-se de uma doença extremamente incapacitante que se caracteriza, fundamentalmente, por um declínio progressivo das capacidades cognitivas, o que acaba por levar à dependência de terceiros para a realização das tarefas da rotina diária. A neurodegeneração que ocorre, principalmente, ao nível do hipocampo e córtex cerebral, a presença de placas senis, constituídas por agregados de peptídeos β-amilóide, e as tranças neurofibrilares, compostas pela proteína tau hiperfosforilada são as marcas neuropatológicas mais características da DA. Vários estudos têm evidenciado que aglomerados anormais de peptídeos Aβ e de proteína tau hiperfosforilada, a disfunção mitocondrial, o stresse oxidativo, a excitotoxicidade, a neuroinflamação e a disfunção cerebrovascular desempenham um papel chave na degeneração e morte neuronal que ocorre na DA. No entanto, atualmente, a etiologia da DA é ainda enigmática, permanecendo largamente por esclarecer o que despoleta tais mecanismos de neurodegeneração. Além do mais, a terapêutica farmacológica existente é ineficaz, pois não tem efeito curativo, atuando apenas no alívio da sintomatologia da doença e na melhoria da qualidade de vida dos doentes e seus cuidadores. Tal facto, torna urgente o desenvolvimento de estratégias terapêuticas capazes de, eficazmente, prevenirem e/ou travarem a neurodegenerescência. Neste contexto, importa referir que os polifenóis da dieta, devido, essencialmente, à sua capacidade de modular vias de sinalização celular e a transcrição de genes, têm sido alvo de inúmeros estudos e são, atualmente, considerados moléculas promissoras para o desenvolvimento de novas terapêuticas para o tratamento da DA. A presente monografia tem como principal objetivo a elucidação de vários mecanismos moleculares envolvidos na neurodegeneração que ocorre na DA e a sua modulação por alguns polifenóis da dieta.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92966
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Doc. Único_Patrícia Oliveira.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

3
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons