Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92862
Title: Tetraciclinas no leite e no mel
Authors: Favas, Ingride Míriam Capela
Orientador: Lino, Celeste
Keywords: Tetraciclinas; Resíduos de medicamentos; Antibióticos; Leite; Mel; Cromatografia líquida de alta pressão
Issue Date: Mar-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O uso de medicamentos veterinários para tratamento, prevenção de doenças e como suplemento alimentar em animais produtores de alimentos, exige um grande controlo sobre o Limite Máximo de Resíduo (LMR) que os produtos podem apresentar. As tetraciclinas são os medicamentos veterinários mais utilizados em animais produtores de produtos alimentícios. Estes medicamentos são uma classe de antibióticos com um amplo espetro de ação. O leite pode apresentar resíduos devido ao facto do gado bovino ser tratado com tetraciclinas em caso de mastites, infeções uterinas e cervicais e como suplemento alimentar quando em doses subterapêuticas. O mel pode apresentar resíduos destes medicamentos devido ao facto das colmeias serem atingidas por microrganismos que causam a morte às abelhas e para que estes microrganismos não ataquem as colmeias, os apicultores procedem à prevenção através do uso de tetraciclinas. Devido ao seu largo uso, é obrigatório proceder a análises para deteção de resíduos destes medicamentos que podem causar reações de hipersensibilidade, resistência e casos mais graves como nefrotoxicidade e hepatoxicidade. Vários são os métodos de deteção e quantificação, como a Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC) acoplada a detetor de díodos, de fluorescência, etc., que permitem obter os teores exatos dos resíduos nos alimentos antes de chegarem aos mercados, como é o caso do leite e do mel, onde as tetraciclinas são bastante utilizadas.
The use of veterinary medicinal products in the treatment and prevention of diseases, and as a food supplement in food-producing animals, requires a restrict control of the Maximum Residue Limit (MRL), the maximum concentration of residue accepted in food products obtained from an animal that has received a veterinary medicine. Tetracyclines are the veterinary drugs most used in food- producing animals products. These drugs are a class of antibiotics with a broad spectrum of action. The milk can present residues due to the fact that the dairy cattle are treated with tetracycline in case of mastitis, uterine and cervical infections, and as a food supplement in subtherapeutic doses. Honey can also have residues of these drugs, because the hives can be attacked with some microorganisms that could murder them. To prevent these attacks, the beekeepers use tetracyclines. As a result of its wide use, it is mandatory to carry out analyzes for the detection of residues of these drugs that may cause hypersensitivity reactions, resistance and in more serious cases nephrotoxicity and hepatotoxicity. There are several methods for detecting and quantifying these drugs such as High-Performance Liquid Chromatography (HPLC) coupled with a diode array detector, fluorescence, etc. This allows us to obtain the exact levels of residues in food before reaching the market, like in the examples above, where tetracyclines are widely used.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/92862
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_Ingride Favas.pdf2.6 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

19
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

2
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.