Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92733
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAragão, Maria Alexandra Sousa-
dc.contributor.authorMelo, Arthur Diniz Ferreira de-
dc.date.accessioned2021-01-27T23:08:07Z-
dc.date.available2021-01-27T23:08:07Z-
dc.date.issued2020-12-15-
dc.date.submitted2021-01-27-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/92733-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Direito apresentada à Faculdade de Direito-
dc.description.abstractA produção, utilização e circulação de substâncias químicas, em muitos casos, representam graves riscos para o ambiente e também para a vida e a saúde humana. Por esta razão, surge a necessidade de o Direito impor um controle sobre elas. Tais riscos demandam a responsabilização dos agentes por eventuais danos ocasionados, bem como impõem o reconhecimento de direitos fundamentais a serem protegidos. Deste modo, vem sendo elaboradas diversas normas buscando regular esta situação. Neste cenário, a Avaliação de Alternativas deve assumir uma posição relevante. É necessário atentar para o princípio da proporcionalidade dentro da esfera do Direito do Ambiente, utilizando-se a Avaliação de Alternativas como um método que permite examinar até que ponto há justificativa para autorizar a colocação de determinada substância perigosa no mercado ou se não deve ser priorizada uma alternativa que apresente melhores resultados em uma análise que observe, de modo amplo, todos os fatores envolvidos. Utilizada desta forma, a Avaliação de Alternativas pode ser o meio para assegurar minimamente a observância da proporcionalidade nas decisões, mas é necessário que haja um procedimento que permita o conhecimento verdadeiro das alternativas existentes, com a seleção das melhores técnicas disponíveis e o reconhecimento e ponderação de todos os valores em confronto, ainda que de naturezas diferentes.#A produção, utilização e circulação de substâncias químicas, em muitos casos, representam graves riscos para o ambiente e também para a vida e a saúde humana. Por esta razão, surge a necessidade de o Direito impor um controle sobre elas. Tais riscos demandam a responsabilização dos agentes por eventuais danos ocasionados, bem como impõem o reconhecimento de direitos fundamentais a serem protegidos. Deste modo, vem sendo elaboradas diversas normas buscando regular esta situação. Neste cenário, a Avaliação de Alternativas deve assumir uma posição relevante. É necessário atentar para o princípio da proporcionalidade dentro da esfera do Direito do Ambiente, utilizando-se a Avaliação de Alternativas como um método que permite examinar até que ponto há justificativa para autorizar a colocação de determinada substância perigosa no mercado ou se não deve ser priorizada uma alternativa que apresente melhores resultados em uma análise que observe, de modo amplo, todos os fatores envolvidos. Utilizada desta forma, a Avaliação de Alternativas pode ser o meio para assegurar minimamente a observância da proporcionalidade nas decisões, mas é necessário que haja um procedimento que permita o conhecimento verdadeiro das alternativas existentes, com a seleção das melhores técnicas disponíveis e o reconhecimento e ponderação de todos os valores em confronto, ainda que de naturezas diferentes.por
dc.description.abstractThe production, use and movement of chemicals, in many cases, pose serious risks to the environment and also to human life and health. For this reason, there is a need for Law to impose control over them. Such risks demand the agent’s responsibility for ultimate damages, as well as impose the recognition of fundamental rights to be protected. In this way, several rules have been developed to regulate this situation. In this scenario, the Alternatives Assessment must assume a relevant position. It is necessary to pay attention to proportionality as a principle on Environmental Law, using the Alternatives Assessment as a method that can allows getting the right information whereabout there is valid reasons to justify placing a dangerous substance on the market or whether it should be prioritized an alternative that presents better results in an analysis that observes, in a broad way, all the factors involved. Used in this way, the Alternatives Assessment can be the right path to ensure proportionality in environmental decisions, but it is necessary that there is a procedure allowing the finding of every existing alternatives, with the selection of the best available techniques and the acknowledgement and weighting of all the values involved, albeit from different kinds.#The production, use and movement of chemicals, in many cases, pose serious risks to the environment and also to human life and health. For this reason, there is a need for Law to impose control over them. Such risks demand the agent’s responsibility for ultimate damages, as well as impose the recognition of fundamental rights to be protected. In this way, several rules have been developed to regulate this situation. In this scenario, the Alternatives Assessment must assume a relevant position. It is necessary to pay attention to proportionality as a principle on Environmental Law, using the Alternatives Assessment as a method that can allows getting the right information whereabout there is valid reasons to justify placing a dangerous substance on the market or whether it should be prioritized an alternative that presents better results in an analysis that observes, in a broad way, all the factors involved. Used in this way, the Alternatives Assessment can be the right path to ensure proportionality in environmental decisions, but it is necessary that there is a procedure allowing the finding of every existing alternatives, with the selection of the best available techniques and the acknowledgement and weighting of all the values involved, albeit from different kinds.eng
dc.language.isopor-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/-
dc.subjectAvaliação de Alternativaspor
dc.subjectSubstâncias Químicaspor
dc.subjectProporcionalidadepor
dc.subjectMelhores Técnicas Disponíveispor
dc.subjectTomadas de Decisãopor
dc.subjectAlternatives Assessmenteng
dc.subjectChemicalseng
dc.subjectProportionalityeng
dc.subjectBest Available Techniqueseng
dc.subjectDecision-Makingeng
dc.titleA Avaliação de Alternativas e A Regulação das Substâncias Químicas: A Busca pela Proporcionalidade no Direito do Ambientepor
dc.title.alternativeAlternatives Assessment and Chemicals Regulation: Finding Proportionality on Environmental Laweng
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationCoimbra, 2020-
degois.publication.titleA Avaliação de Alternativas e A Regulação das Substâncias Químicas: A Busca pela Proporcionalidade no Direito do Ambientepor
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid202585859-
thesis.degree.disciplineCiências Jurídicas-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Direito-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Direito-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorMelo, Arthur Diniz Ferreira de::0000-0002-6297-9758-
uc.degree.classification17-
uc.degree.presidentejuriRamos, Teresa Maria Coelho Marques Almeida Moura-
uc.degree.elementojuriAzevedo, Bernardo Mascarenhas Almeida-
uc.degree.elementojuriAragão, Maria Alexandra Sousa-
uc.contributor.advisorAragão, Maria Alexandra Sousa-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.deptFaculty of Law-
crisitem.advisor.researchunitUCILER – University of Coimbra Institute for Legal Research-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação FINAL - ARTHUR DINIZ FERREIRA DE MELO.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

23
checked on Jun 10, 2021

Download(s)

30
checked on Jun 10, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons