Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92547
Title: A Arquitetura como Motor de Inclusão Social - Um projeto para o Hospital Psiquiátrico Sobral Cid
Other Titles: Architecture as a Engine for Social Inclusion - A project for the Sobral Cid Psychiatric Hospital
Authors: Gonçalves, Sara Cristina Simões
Orientador: Santarém, João Paulo Mendes Seiça da Providência
Keywords: Arquitetura Hospitalar; Hospital Sobral Cid; Doença Mental; Estigma; Hospital Architecture; Hospital Sobral Cid; Mental Illness; Stigma
Issue Date: 10-Jul-2020
Serial title, monograph or event: A Arquitetura como Motor de Inclusão Social - Um projeto para o Hospital Psiquiátrico Sobral Cid
Place of publication or event: Departamento de Arquitetura - Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
Abstract: A doença mental é uma realidade cada vez mais visível na sociedade atual, segundo dados estatísticos da DGS em 2014 com base num Estudo Epidemiológico de Saúde Mental realizado em 2013, as perturbações psiquiátricas afetam mais de um quinto da população portuguesa. No entanto, ainda é um tema pouco abordado e, até mesmo, considerado tabu no quotidiano e as situações de injustiça que pessoas portadoras destas patologias estão sujeitas não pode ser considerado normal, precisando de implementar estratégias de mitigação do estigma da doença mental. Estas estratégias começam a ser uma preocupação e são temas de alguns estudos científicos como na Dissertação de Mestrado de Mariana Bento, O Estigma da Doença Mental e os Meios de Comunicação Social, por exemplo. Será que uma dessas estratégias poderá também passar pela Arquitetura?O desafio lançado em Atelier de Projeto II para reabilitar o património arquitetónico de Coimbra empreendido por Bissaya Barreto, revela-se ambicioso, em especial, quando se trata de um Hospital Psiquiátrico. A imagem negativa que a sociedade tem sobre a função hospitalar, revela-se um fardo acrescido para as instituições psiquiátricas. É imperativo alterar-se esse paradigma, sendo o ponto de partida para a proposta de um projeto de intervenção no Hospital Sobral Cid, atual sede do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Coimbra.Os setenta e cinco anos da instituição psiquiátrica revelam um percurso marcado por momentos complexos, altos e baixos, avanços e recuos, a par com a evolução dos processos psiquiátricos como o processo de desinstitucionalização que procura introduzir métodos de tratamento nas comunidades para combater o estigma associado aos doentes mentais. Contudo, é ainda uma realidade longínqua e a desinstitucionalização revela-se um problema por não serem criadas alternativas adequadas na comunidade, demonstrando a importância de manter os hospitais psiquiátricos e destes necessitarem de responder às exigências atuais, podendo passar pela introdução de um novo programa que possibilite novos usos de atração de utilizadores externos.A partir de um estudo analítico e cuidadoso pela história e conceitos chave, propõe-se a criação de um novo pavilhão para o hospital que introduz um programa diverso que inclui o desporto, o lazer e a espiritualidade, articulando com espaços verdes, recursos naturais pré-existentes e as ligações viárias na procura de uma resposta para mitigar o estigma da doença mental.
Mental illness is a growing reality more and more visible in nowadays’ society, according to DGS statistics of 2014 based on an Epidemiological Study of Mental Health carried out in 2013, psychiatric disorders affect more than one-fifth of the Portuguese population. However, it's still a little addressed topic and considered a taboo for most people. Injustice and discrimination can no longer be considered normal, the need to implement strategies that aim to mitigate the stigma against mental illness is imperative. These strategies are beginning to be a concern and they are themes for some scientific studies as in Mariana Bento's Dissertation, The Stigma of Mental Illness, and the Media, for example. Could one of those strategies involve Architecture?The challenge presented in Design Studio II, to rehabilitate the architectonic patrimony of Coimbra, sponsored by Bissaya Barreto, turned out to be very ambitious, especially when rehabilitating a Psychiatric Hospital. The negative impression that society has upon the medical function, reveals itself as a burden to psychiatric institutes. It is crucial that this paradigm changes, it is this the starting point to the project’s motion of the intervention on Sobral Cid's Hospital, currently the headquarters of the Psychiatric Hospital Center of Coimbra.The seventy-five years of the psychiatric institution reveal a path with complex moments, highs and lows, progress, and retreats, along with the evolution of the psychiatric process as the deinstitutionalization that introduces treatment methods in communities to combat the stigma of the mental illness. However, it's still a distant reality and deinstitutionalization turns out to be a problem because there are no suitable alternatives in the community, proving the importance of keeping psychiatric hospitals and of these are needing to respond to current requirements, can introduce a new program that allows new uses to attract external users.Based on an analytic and cautious study on the history and keywords on mental illness, the proposal is to create a new pavilion to the hospital, that inserts a diverse program including activities such as sports, recreation, and spirituality, in articulation with green areas, pre-existing natural resources and several connections linked together in the search of an answer to mitigate the stigma of mental illness.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92547
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat
AArquiteturaComoMotorDeInclusaoSocial_SG.pdf176.25 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

8
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons