Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/924
Title: Contribuição para o estudo do carcinoma colo-rectal.
Authors: Cabrita, António Manuel Silvério 
Keywords: Patologia (Anatomia Patológica)
Issue Date: 1994
Citation: Contribuição para o estudo do carcinoma colo-rectal. Coimbra, ed. aut., 1994.
Abstract: Estudaram-se 401 neoplasias colo-rectais no que se refere à sua macroscopia e microscia, usando técnicas de histoquímica e imunocitoquímica para avaliação morfológicas. Os parâmetros morfológicos macroscópicos, avaliados foram: Diâmetro máximo da neoplasia, localização da neoplasia, tipo macroscópico e complicações. Os parâmetros morfológicos microscópicos, avaliados foram: Padrão de crescimento, tipo histológico, grau de diferenciação, profundidade da lesão, metástases ganglionares e de órgão, invasão vascular, fibrose do estroma, infiltrado inflamatório, mitoses, atipias, padrão de mucinas e os graus de Dukes, estadio TNM e estadio DNM. Foram ainda realizados estudos de imunocitoquímica para a caracterização das lesões quanto à presença de antigénio carcinoembrionário, Hormona coriópnica gonadotrófica, B2, microglobulina, hialuronidase e proteína P 170. Os vários parâmetros foram correlacionados entre si com a sobrevida, avaliando de que forma e quais, em conjunto ou isoladamente, podem ser bons indicadores de sobrevida. Este estudo foi complementado com um estudo de xenotransplante de neoplasia colorrectal humana sob a cápsula do rim do rato Wistar subcutaneamente no murganho atímico para caracterização das alterações fenotípicas durante o xenotransplante, com eventual interesse para ensaios terapêuticos. Foi igualmente caracterizado um modelo experimental de neoplasia colorectal no rato, para estudos de quimioprevenção. Este modelo foi caracterizado pelo estudo radiológico e anatomopatológico das lesões. A avaliação Anatomopatológica compreendeu: Localização das lesões, dimensão das lesões - volume, tipo histológico, produção de mucinas e superfície colagénica. Foi ainda introduzido o conceito de superfície de contacto, como toda a superfície de contacto do tecido neoplásico com o tecido não neoplásico.
URI: http://hdl.handle.net/10316/924
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

437
checked on Sep 22, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.