Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92277
Title: The effect of omega-3 supplementation on chick growth and foraging ecology of Cape Verde shearwater (Calonectris edwardsii)
Other Titles: Efeito da suplementação de omega-3 no crescimento das crias e na ecologia de procura de alimento da cagarra-de-Cabo-Verde (Calonectris edwardsii)
Authors: Martins, Beatriz Santos
Orientador: Ramos, Jaime Albino
Araújo, Pedro Miguel
Keywords: Ácidos gordos; Qualidade alimentar; Isótopos estáveis; Rastreamento; Ambiente tropical; Fatty acids; Food quality; Stable isotopes; Tracking; Tropical environment
Issue Date: 25-Sep-2020
Serial title, monograph or event: The effect of omega-3 supplementation on chick growth and foraging ecology of Cape Verde shearwater (Calonectris edwardsii)
Place of publication or event: Ecology and Conservation of Top Predators (ECOTOP MARE-UC, Marine and Environmental Sciences Centre, Universidade de Coimbra)
Abstract: Em geral, estudos no âmbito da ecologia de procura de alimento e da dieta de predadores focam-se essencialmente no estudo da quantidade de alimento, em vez da sua qualidade. Relativamente aos ácidos gordos presentes na dieta, estudos prévios sugerem que a sua qualidade é tão, ou mais, importante que a quantidade ingerida. Ácidos gordos são considerados nutrientes essenciais tendo em conta a sua importância para o normal funcionamento e desenvolvimento saudável dos indivíduos, ainda que estes compostos não sejam vulgarmente biosintetizados pelos predadores. Desta forma, consumidores dependem da disponibilidade de ácidos gordos no ambiente para obter alimento de qualidade. Contudo, esta disponibilidade ambiental e o seu potencial efeito limitador nos predadores são ainda pouco conhecidos, especialmente considerando ambientes de baixa produtividade, como é o caso das regiões tropicais. Neste trabalho apresentamos um estudo preliminar de manipulação da qualidade alimentar de crias, através da suplementação de ómega-3, num contexto de condições selvagens de uma espécie tropical de ave marinha (i.e. cagarra-de-Cabo-Verde, Calonectris edwardsii), com o objetivo de melhor compreender a influência dos ácidos gordos no desenvolvimento das crias e na ecologia de forrageamento dos pais. Em geral, os resultados apresentados não demonstraram uma influência aparente da suplementação de ómega-3 no desenvolvimento das crias, nomeadamente no crescimento, na condição aquando da saída do ninho ou no seu estado fisiológico. Contudo, os pais pareceram responder, a um certo nível, à condição das crias, tendo em conta as variações no esforço de forrageamento, refletido também nas análises de dieta dos pais (i.e. isótopos estáveis e ácidos gordos). Assim, concluímos que os pais tendem a adotar diferentes estratégias de forrageamento tendo em conta a condição da cria. Por último, os nossos resultados reforçam o facto deste predador tropical apresentar uma alta plasticidade e grande adaptabilidade durante o forrageamento em cenários exigentes. Contudo, é ainda necessária investigação futura que integre dados ambientais, de maneira a possibilitar a caracterização da paisagem marinha disponível para os predadores durante o forrageamento.
Ecology studies on foraging ecology and predators’ diet have generally focused on food quantity over quality. In terms of fatty acid composition, previous studies have suggested food quality to be as important, if not more, than food quantity. Fatty acids are considered essential nutrients given the importance for normal functioning and healthy development of individuals, even though fatty acids are not usually biosynthesised endogenously by predators. Therefore, consumers depend on the availability of fatty acids on the environment to obtain quality food. However, this environmental availability and its potential limit effect on predators are still uncertain, especially when considering environments with lower profitability, as is the case of tropical regions. Here, we suggest a preliminary field study on food quality manipulation of free-living chicks, through omega-3 supplementation, considering natural conditions of a tropical seabird species (i.e. Cape Verde shearwater, Calonectris edwardsii), in order to better understand the influence of essential fatty acids on chick development and, subsequently, on parents’ foraging ecology. Overall, our results showed no apparent influence of the omega-3 supplementation on chick development, regarding growth, fledging condition or physiological status of chicks. However, parents seem to respond at some level to chicks’ condition, considering the variations on the foraging effort performed by parents, reflected as well on diet assessments of these adults (i.e. stable isotopes and fatty acids profiles). Thus, we conclude parents tend to adopt different foraging strategies regarding chick condition. At last, our results reinforce the fact of this tropical top predator presents a high plasticity and great adaptability while foraging under challenging scenarios, as previously described for the Cape Verde shearwater. Nevertheless, further research is still required, especially regarding environmental conditions in order to characterize the foraging marine landscape available to predators.
Description: Dissertação de Mestrado em Ecologia apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92277
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação_MesEco_Final_BeatrizM.pdf2.52 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

18
checked on Jan 14, 2021

Download(s)

13
checked on Jan 14, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons