Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92255
Title: PENSAR A CIDADE PELOS OLHARES DA POESIA: Entre o impalpável e a dimensão física da arquitetura
Other Titles: Thinking the city through the eyes of poetry: between the image of the impalpable and the physical dimension of architecture
Authors: Ramos, Ana Carolina Ferreira Mendes
Orientador: Gil, Bruno Ricardo Abrantes
Coelho, Carolina da Graça Cúrdia Lourenço
Keywords: arquitetura; cidade; relação; poesia; imagem; architecture; city; relationship; poetry; image
Issue Date: 22-Oct-2020
Serial title, monograph or event: PENSAR A CIDADE PELOS OLHARES DA POESIA: Entre o impalpável e a dimensão física da arquitetura
Place of publication or event: Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra
Abstract: Estimulada por um entendimento (mais) cabal da arquitetura, a presente dissertação problematiza a relação entre as dimensões corpórea e incorpórea da cidade e o modo como estas descodificam a sua expressividade. Para o efeito, estabelece-se um diálogo entre a arquitetura e a poesia, com o intuito de retirar desta última a visão do ambiente sensível e impalpável da cidade, acedível pela experiência do espaço — a dimensão incorpórea.Considerando o espaço temporal entre 1875 e 2020, Lisboa é analisada na forma como é experienciada, percebida e acolhida no imaginário de quem usufrui do espaço urbano, através dos poemas que refletem (objetivamente) a vivência e perspetiva do poeta-utilizador. Após um mapeamento poético e imagético, condensa-se numa imagem consubstanciada o nível impalpável da arquitetura da cidade que, acredita-se, alcança significado na coletividade. Desta decomposição, enunciam-se espaços que são, depois, analisados quanto à sua componente física, através da representação rigorosa, imagética e escrita.As ilações a retirar da comparação considerada, espera-se, permitem averiguar inúmeras possibilidades: a de desenvolver, proveitosamente, pontes interdisciplinares; a de assumir uma imagem da cidade a partir de determinados elementos; a de perspetivar o desvirtuamento da autenticidade da arquitetura; e a de perceber, ademais, que preocupações devem ser contempladas pelos arquitetos no momento de discutir e intervir na cidade.Como última conclusão, ambiciona-se a verificação da essencialidade de uma abordagem e consciência que compreendam e conjuguem ambas as dimensões corpórea e incorpórea da arquitetura — primeiro, enquanto capacidades identitárias da cidade e, depois, de modo a perspetivar o presente e futuro desta.
Stimulated by a (more) complete understanding of architecture, this dissertation problematizes the relationship between the corporeal and incorporeal dimensions of the city and the way they decode its expressiveness. To this end, a dialogue is established between architecture and poetry, with the aim of obtaining from the latter the vision of the sensitive and impalpable environment of the city, approachable through the experience of space — the incorporeal dimension. Considering the temporal space between 1875 and 2020, Lisbon is analyzed in the way it is experienced, perceived and accepted in the imaginary of those who use and occupy the urban space, through poems that reflect (objectively) the experience and perspective of the poet-user. After a poetic and imagery mapping, the impalpable level of the city's architecture is condensed into a substantiated image which, is believed, reaches meaning by its collectivity. From this decomposition, spaces are enunciated and are then analyzed in terms of their physical component, through rigorous, imagery and written representation. The lessons to be learned from the comparison considered, it is expected, allow to ascertain numerous possibilities: to develop, profitably, interdisciplinary bridges; to assume an image of the city from certain elements; to observe the distortion of the authenticity of architecture; and to realize, moreover, which concerns should be contemplated by architects when discussing and intervening in the city. As a last conclusion, it is aimed to verify the essentiality of an approach and awareness that understands and conjugates both the corporeal and incorporeal dimensions of architecture — first, as identity capacities of the city and, then, in order to consider the present and future of the city.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92255
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Pensar a cidade pelos olhares da poesia final.pdf57.07 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

18
checked on Jan 14, 2021

Download(s)

7
checked on Jan 14, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons