Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92141
Title: Religião, Cura e Superstição: o Pluralismo Médico-Religioso em Trás-os-Montes e a sua importância na criação de comunidades
Other Titles: Religion, Healing and Superstition: the Medic-Religious Pluralism in Trás-os-Montes and its importance in the creation of communities
Authors: Miranda, Diana Raquel Rebelo
Orientador: Florêncio, Fernando José Pereira
Keywords: medicina tradicional; biomedicina; pluralismo médico-religioso; crença; comunidade; tradicional medicine; biomedicine; medic-religious pluralism; belief; community
Issue Date: 18-Nov-2020
Serial title, monograph or event: Religião, Cura e Superstição: o Pluralismo Médico-Religioso em Trás-os-Montes e a sua importância na criação de comunidades
Place of publication or event: Departamento de Ciências da Vida, FCTUC
Abstract: Contrariamente ao que seria expectável da modernidade e dos avanços da medicina científica, a medicina tradicional, na atualidade, e contrariando as suas principais motivações há alguns anos, continua a revelar-se no seio das comunidades, continuando a par com a religião. A falta de confiança na biomedicina e a sua falibilidade agregada à religiosidade popular fazem com que os indivíduos procurem outros meios de obtenção de cura e bem-estar. Esta dissertação desenrola-se no entrecruzar do catolicismo popular e da medicina tradicional mostrando a forma como estes se representam na atualidade da vida dos indivíduos, atribuindo à crença um papel importante no alívio da dor e preocupação e reconhecendo não só a distinção entre illness, sickness e disease como o Homem como um somar de corpo/mente. Através de uma articulação entre pesquisa bibliográfica e trabalho de campo situado no norte de Portugal analisa-se a forma como as populações experienciam a sua religiosidade e como esta influencia a sua visão do mundo, em particular da doença e, consequentemente, do processo de cura. Para tal, não só se discorre sobre a religião na modernidade bem como sobre a importância da crença e da criação de espaços de debate sobre estas temáticas num período onde a hegemonia da ciência se sobrepõe a esta num contexto público. Observa-se também o espírito comunitário que se faz sentir nas localidades estudadas e o porquê de este ainda se expressar num mundo que tende para o culto do individualismo, bem como a necessidade de novos mecanismos para estudar a religião na população. O objetivo desta dissertação passa por recolher elementos da medicina popular que justifiquem a sua existência nos dias de hoje e mostrar como estes ainda se encontram vivos entre algumas populações, emergindo no contexto do pluralismo médico-religioso.
In opposition to what is to be expected from modernity and from the advances in scientific medicine, traditional medicine, nowadays, contradicting its own major motivations for some years, is still relevant in communities, side by side with religion. The lack of trust in biomedicine and its fallibility juxtaposed with popular religiosity make it so that individuals search other methods for their healing and well-being. This dissertation crosses popular Catholicism and traditional medicine to show the way these are represented in the life of individuals and it imbues belief with an important role in the relief of pain and worry, and recognizing not only the distinction between illness, sickness and disease but also the Man as a sum of mind and body. Via an articulation between bibliographic research and fieldwork situated in northern Portugal, it is analysed the way in which populations experiment their own religion and the way it influences their vision of the world, particularly disease and, consequently, of the healing process. To this end, it is relevant to discuss religion in modernity as well as the importance of belief and the creation of platforms to discuss these thematic further in a period when science is hegemonic and more important to the public eye. The spirit of community is also observed in the places studied as well as the reason why it is still expressed in a world that tends to the cult of individuality and the necessity for new mechanisms to study religion in a population. The goal of this dissertation is the collection of elements of popular medicine that may justify its own existence, nowadays, and to show how these are still alive among some populations, emerging in the context of the medic-religious pluralism.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Social e Cultural apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/92141
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_DianaMiranda.pdf908.7 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

6
checked on Jan 14, 2021

Download(s)

10
checked on Jan 14, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons