Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/91234
Title: Memórias de Miróbriga: Conservação e Reabilitação das Termas Romanas
Other Titles: Memories of Miróbriga: Conservation and Rehabilitation of the Roman Baths
Authors: Rascão, Mafalda Cordeiro
Orientador: Santarém, João Paulo Mendes Seiça da Providência
Keywords: Miróbriga; Termas Romanas; Ruína; Reabilitação,; Conservação; Mirobriga; Roman Baths; Ruin; Rehabilitation; Conservation
Issue Date: 16-Sep-2019
Serial title, monograph or event: Memórias de Miróbriga: Conservação e Reabilitação das Termas Romanas
Place of publication or event: Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra
Abstract: Miróbriga situa-se na costa alentejana, num esporão conhecido por Castelo Velho, onde controla visualmente o território. A proximidade ao mar e sua centralidade em relação aos recursos da envolvente, foram importantes fatores para a ocupação dos romanos, que teve início no século II a.C. Graças ao crescimento urbano considerável no século I d. C., foi promovida a Municipium e, no século III d. C. a densidade populacional intensificou-se. Contudo, a população foi diminuindo até que, nos finais do século V d. C., já não existiam vestígios de ocupação romana. A cidade moderna de Santiago do Cacém nasce em data incerta no topo da colina dentro das muralhas do castelo, reutilizando as pedras da cidade romana. Apesar de haver esforços no sentido de valorizar e divulgar as Ruínas Romanas de Miróbriga, o sítio arqueológico ainda revela alguma fragilidade no que toca à relação com o território e à cidade moderna, assim como na relação entre as estruturas internas.As termas de Miróbriga são compostas por dois edifícios que se localizam na zona central do sítio arqueológico, com um declive acentuado que os oculta em três dos seus lados e que a uma cota mais elevada, propicia um escoamento de águas pouco conveniente.A proposta de Reabilitação e Conservação das Termas Romanas procura aproximar o visitante da ruína e protegê-la dos elementos externos através de muros de contenção que impedem o escoamento das águas e de uma cobertura que sugere uma ideia do volume que outrora existiu. Através da utilização de materiais e técnicas de carácter reversível e de instalações amovíveis, a ruína manter-se-á salvaguardada.
Miróbriga is located on Alentejo coast, in the spur of a hill known as Castelo Velho, towering above the territory. The proximity to the sea and its centrality regarding the surrounding resources were important factors for the occupation of the Romans, which began in the 2nd century BC. Due to the considerable urban growth in the 1st century AD, it was promoted to Municipium and, in the 3rd century AD, the population growth intensified. However, the population decreased in numbers by the end of the 5th century AD, until there were no longer traces of Roman occupation. The modern city of Santiago do Cacém is born in uncertain date at the top of the hill within the castle walls, reusing the stones of the Roman city. Despite the efforts to value and promulgate the Roman Ruins of Miróbriga, the archaeological site still shows some fragility regarding the relations with the territory and the modern city, as well as the relations between the internal structures.Miróbriga baths are composed by two buildings that are located in the centre of the archaeological site, with a steep slope that conceals them in three flanks which, at a higher elevation, provokes inconvenient waterflows.The proposal of Rehabilitation and Conservation of Roman Baths intends to bring the visitor closer to the ruins, and protect them from external elements with the aid of containment walls that prevent waterflows and a roof, which suggests a notion of the volume that once there existed. Through the use of materials and techniques of reversible character and of installations that can be removed, the ruin will remain preserved.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/91234
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_MafaldaRascao.pdf56.49 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

19
checked on Nov 19, 2020

Download(s)

6
checked on Nov 19, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons