Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/908
Title: Para-Suicídio - Contributo para uma Compreensão Clínica dos Comportamentos Suicidários Recorrentes. Coimbra, ed. autor, 1997, 1 vol., 341 p.
Authors: SARAIVA, Carlos Manuel Bráz 
Keywords: Neuropsiquiatria
Issue Date: 1998
Abstract: A partir da definição de para-suicídio, o autor elabora uma metodologia de investigação que, não se restringindo a uma perspectiva quantitativa do fenómeno, permite a possibilidade de um estudo sob uma faceta qualitativa e eminentemente clínica. O desenho do trabalho de campo decorre da constatação comum na literatura sobre comportamentos suicidiários de que, apesar de conhecidos os perfis sociodemográficos, permanecem obscuros os esquemas mentais subjacentes. A investigação incide sobre 165 para-suicidas (40 homens e 125 mulheres) entrados no Serviço de Urgência dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) de 1 de Janeiro de 1994 a 31 de Dezembro de 1995. A amostra não inclui todos os para-suicidas, mas tão somente aqueles que, sendo seguidos clinicamente, concluiram a investigação a partir da Entrevista de Avaliação de Comportamentos Suicidiários - EACOS , criada pela Consulta de Prevenção do Suicídio (CPS) dos HUC, e de uma bateria de testes de avaliação de desesperança, intenção suicida, acontecimentos de vida, psicopatologia geral, estratégias de adaptação, depressão e personalidade. O empirismo clínico, decorrente da observação de centenas de doentes para-suicidas bem como ensaios preliminares psicométricos pelo Inventário da Resolução de Problemas - IRP (Vaz Serra, 1998), permite ao autor postular a existência de dois subgrupos a partir de um ponto de corte: os designados Não Grandes Recorrentes (NGR), com um ou dois para-suicídios nas suas histórias clínicas (n=116), e os Grandes Recorrentes (GR), com três ou mais para-suicídios (n=49). Para além das comparações entre a população para-suicida dos subgrupos NGR e GR, a comparação é estabelecida com o grupo de controlos normais (N) nas áreas sociodemográficas, desenvolvimento, interacção familiar, personalidade, antecedentes, factores circunstanciais, nosologia e psicometria. Os grandes objectivos são conhecer os perfis sociais, psicológicos e psicopatológicos do para-suicida e as diferenças entre os NGR e os GR. Por outro lado, são estudadas as diferenças entre sexos e entre adolescentes e adultos para-suicidas. O ensaio de um modelo hipotético para um compreender e explicar do trajecto ideação, para-suicídio, suicídio é também apresentado.
URI: http://hdl.handle.net/10316/908
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 20

542
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.