Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/90168
Title: Registo de Experiências “Em Viagem”: Ferramentas Convencionais do Registo, Diário de uma Viagem - Atmosferas “Percetuais” de Zumthor
Other Titles: Journey Logging: Conventional Logging Tools, Journey Diary - Zumthor's “Perceptual” Atmospheres
Authors: Silva, Luís Pedro Charana e
Orientador: Gonçalves, José Fernando de Castro
Keywords: Arquitetura; Viagem; Registo; Ferramentas; Peter Zumthor; Architecture; Journey; Registration; Tools; Peter Zumthor
Issue Date: 5-Feb-2020
Serial title, monograph or event: Registo de Experiências “Em Viagem”: Ferramentas Convencionais do Registo, Diário de uma Viagem - Atmosferas “Percetuais” de Zumthor
Place of publication or event: Departamento de Arquitetura, Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra
Abstract: Resumo:O trabalho de dissertação que em seguida se apresenta, elaborado segundo o contexto do Mestrado Integrado em Arquitetura (MIA) da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra (FCTUC), resulta de um propósito de viagem, realizado pela incursão ao território Leste da Suíça, com especial enfoco na visita à obra construída do arquiteto Peter Zumthor, na região cantonal de Grisões (Graubünden), com vista ao estudo e levantamento, por meio do “registo de viagem”, das obras do arquiteto, que em seguida se apresentarão sobre o formato de diário de viagem.O estudo laboratorial, realizado segundo o enquadramento temático da arquitetura e viagem, toma como mote de análise, a investigação e aplicação direta das “ferramentas convencionais do registo em viagem”, destacando por excelência, a participação do desenho, da fotografia e da escrita, na produção de um tipo de conhecimento, por si dito, informal.Não obstante, estará em consideração o conjunto de reflexões sobre as matérias do registo enunciadas, assim como, a interpretação sobre a produção desse dito, conhecimento “informal”, com o propósito de realçar a participação direta e didática do viajante, pela incursão e permanência nos espaços, que a própria viagem proporciona.Por outras palavras, este tipo de envolvência, - através do registo, - é subjacente á própria carga simbólica e cognitiva que os seus participantes abarcam consigo. Resultando deste tipo de interações, não só provas de conhecimento produzido localmente, como também e de igual importância, de uma imensa capacidade subjetiva e de afinidade para com a apropriação e experimentação dos espaços e lugares.Desta forma, o presente trabalho aspira a propor e expor um método, ou processo de aproximação, ao estudo de levantamento por meio do registo de viagem e das suas ferramentas convencionais. Colocando em evidência, a importância deste tipo de experiências, e a sua participação direta no desenvolver de um vocabulário – pessoal e interpretativo – sobre a arquitetura e a viagem a favor.
Abstract:The dissertation work that follows, elaborated in the context of the Integrated Master ship in Architecture (MIA) of the Faculty of Sciences and Technologies of the University of Coimbra (FCTUC), results from a travelling purpose, accomplished by the incursion to the Eastern territory of Switzerland, with a special focus on visiting the built work of the architect Peter Zumthor, in the canton of Grisons (Graubünden), with the purpose of studying and surveying the works of the architect, by means of a “travel log”.The study, carried out according to the thematic framework of architecture and travel, takes as its theme of analysis, the investigation and direct application of the “conventional travel registration tools”, highlighting par excellence the participation of drawing, photography and writing, in the production of a kind of informal knowledge.Nevertheless, consideration will be given to the set of reflections about the subjects of registry mentioned, as well as the interpretation of the production of this “informal” knowledge, with the purpose of highlighting the direct and didactic participation of the traveller, by incursion and permanence in the spaces, which the trip itself provides.In other words, this kind of involvement - through registration - is underlined by the very symbolic and cognitive capabilities that its participants carry with them. Resulting from this kind of interactions, not only evidence of locally produced knowledge, but also and of equal importance, an immense subjective capacity and affinity for the appropriation and experimentation of spaces and places.Thus, the present work aims to propose and expose a method, or process of approximation, to the survey study through the trip log and its conventional tools. Highlighting the importance of such experiences, and their direct participation in developing a vocabulary - personal and interpretive - about architecture and the journey in favour.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/90168
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_darq_doc_final_luispedrosilva_20191220_CorrigidoVF.pdf46.27 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

10
checked on Sep 24, 2020

Download(s)

8
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons