Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/90163
Title: OSTEOPOROSE NA IDADE MÉDIA Estudo da massa cortical óssea através do 2º metacárpico das amostras osteológicas de S. João de Almeida, Convento se S. Francisco (Santarém) e Cacela-a-Velha
Other Titles: OSTEOPOROSIS IN THE MIDDLE AGE Study of cortical bone mass through the 2nd metacarpal bone of S. João de Almeida, Convento de S. Francisco (Santarém) and Cacela-a-Velha osteological samples
Authors: Ferreira, Sónia Isabel Rodrigues
Orientador: Umbelino, Cláudia Isabel Soares
Curate, José Francisco Taborda
Keywords: radiogrametria; osso cortical; perda óssea; fraturas; paleopatologia; radiogrammetry; cortical bone; bone loss; fractures; paleopathology
Issue Date: 19-Feb-2020
Serial title, monograph or event: OSTEOPOROSE NA IDADE MÉDIA Estudo da massa cortical óssea através do 2º metacárpico das amostras osteológicas de S. João de Almeida, Convento se S. Francisco (Santarém) e Cacela-a-Velha
Place of publication or event: DCV
Abstract: Osteoporosis can be defined as a metabolic disorder of multifactorial etiology, characterized by a decrease in bone mass and consequently a greater susceptibility to fracture. Given its increasing prevalence in contemporary populations, it has proved to be a serious public health problem. Paleopathological studies are a valuable aid in anticipating such problems by helping to understand past bone loss patterns and the potential to predict the susceptibility of populations to disease. The purpose of this work was essentially to understand the patterns of bone loss in a sample of individuals belonging to three distinct portuguese medieval populations, dating from the 12th century to the beginning of modernity, coming from the church of São João de Almedina (N = 11; ± 12.6%), Convento de São Francisco (in Santarém) (N = 48; ± 55.2%) and the Christian necropolis of Cacela-a-Velha (N = 28; ± 32.2%). The radiogrammetry technique was applied to the second metacarpal (II MTC) for subsequent calculation of cortical index (ICM) and evaluation of bone mass loss according to gender and age group. The analysis and recording of fragility fractures was performed and a set of femoral morphometric measurements was carried out to evaluate the role of its morphology in the occurrence of hip fractures. Due to the small number of individuals in the samples the three archaeological sites were statistically analyzed together. The results obtained were inconclusive regarding the patterns and rates of bone loss associated with aging. The parameters evaluated varied inconsistently across age groups, probably due to the small number of individuals under study. There were no significant differences in the prevalence of vertebral fractures between sexes and their increase with age. Only vertebral compression fractures were observed, with no record of hip, proximal humerus or forearm fractures. A fracturing event has been reported in a young woman, which does not necessarily have to be justified as a direct consequence of bone loss at an early age, possibly having other etiologies. It is essential to pursue this type of studies with more significant sampling and even in other chronological contexts.
A osteoporose pode ser definida como uma desordem metabólica de etiologia multifatorial, caracterizada por um decréscimo na massa óssea e, consequentemente, por uma maior suscetibilidade à fratura. Tendo em conta a sua crescente prevalência nas populações contemporâneas, tem-se revelado um grave problema de saúde pública. Os estudos paleopatológicos constituem uma ajuda valiosa para a antecipação deste tipo de problemas através do auxílio na compreensão dos padrões de perda de massa óssea no passado e no potencial de previsão da suscetibilidade das populações para a doença. O propósito deste trabalho consistiu essencialmente em compreender os padrões de perda de massa óssea numa amostra de indivíduos pertencentes a três populações medievais portuguesas distintas, datadas desde o século XII até aos princípios da modernidade, provenientes da igreja de São João de Almedina (N=11; ±12,6%), do Convento de São Francisco (em Santarém) (N=48; ±55,2%) e da necrópole Cristã de Cacela-a-Velha (N=28; ±32,2%). A técnica de radiogrametria foi aplicada aos segundos metacárpicos (II MTC) para posterior cálculo do índice cortical (ICM) e avaliação da perda de massa óssea em função do sexo e classe etária dos indivíduos. Foi efetuada a análise e registo das fraturas de fragilidade e procedeu-se ainda à realização de um conjunto de medidas morfométricas do fémur de modo a avaliar o papel da sua morfologia na ocorrência de fraturas de fragilidade associadas à região da anca. Devido ao pequeno número de indivíduos nas amostras os três sítios arqueológicos foram analisados estatisticamente em conjunto. Os resultados obtidos foram inconclusivos no que concerne aos padrões e taxas de perda óssea associados ao envelhecimento. Os parâmetros avaliados variavam de forma inconsistente ao longo das classes etárias, provavelmente devido ao reduzido número de indivíduos em estudo. Não se verificaram diferenças significativas na prevalência das fraturas vertebrais entre sexos nem o seu aumento com a idade. Apenas foram observadas fraturas de compressão vertebral, não havendo qualquer registo de fraturas na anca, no úmero proximal ou no antebraço. Foi registado um evento fraturante numa mulher jovem, que não tem necessariamente de ser justificado como consequência direta de uma perda óssea numa idade precoce, apresentando possivelmente outras etiologias. É essencial prosseguir com este tipo de estudos, com uma amostragem mais significativa e inclusive noutros contextos cronológicos.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/90163
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO MEBH_Sónia Ferreira_2014192191.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

17
checked on Sep 24, 2020

Download(s)

10
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons