Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/90122
Title: Beyond the efficiency contribution: A decomposition analysis of electricity intensity in European Union
Other Titles: Além da contribuição da eficiência: Uma análise de decomposição da intensidade elétrica na União Europeia
Authors: Perillo, Frederico
Orientador: Correia, Patrícia Carla Gama Pinto Pereira da Silva de Vasconcelos
Keywords: Intensidade elétrica; Eficiência energética; Eletrificação; Atividade econômica; Decomposição; Electricity intensity; Energy efficiency; Electrification; Economic activity; Decomposition
Issue Date: 30-Mar-2020
Serial title, monograph or event: Beyond the efficiency contribution: A decomposition analysis of electricity intensity in European Union
Place of publication or event: DEM
Abstract: O setor de energia é fundamental para o desenvolvimento sustentável. Manter os níveis de atividade econômica enquanto reduz-se o consumo de eletricidade é um dos principais desafios a ser superado.Neste contexto, a intensidade elétrica é um indicador chave na avaliação da eficiência econômica por ser uma medida da produção da economia relacionada à eletricidade demandada. No entanto, a análise simplista do índice de intensidade elétrica não é muito reveladora, uma vez que os desvios neste índice são resultado de mudanças nos seus diferentes componentes. Desta forma, o objetivo desta dissertação é abordar detalhadamente a influência destes componentes, decompondo o indicador de intensidade elétrica na União Europeia.Complementando o método logarithmic mean Divisia index (LMDI) introduzido por Ang (2015), é proposta uma atualização que decompõe o componente de intensidade e adiciona um novo elemento à metodologia de decomposição. Consequentemente, os componentes da intensidade elétrica são três: estrutura, eficiência e eletrificação. Este aprimoramento, inovador de acordo com o nosso conhecimento, é fundamental para distinguir a real influência do componente de eficiência dos outros elementos, considerando que as metas de eficiência energética têm se tornado mais rigorosas e precisam ser perfeitamente mensuradas.Os resultados da decomposição atualizada demonstraram que o impacto causado pelo componente de eficiência foi, na verdade, maior do que aparentava. Se houvesse apenas melhorias de eficiência energética e, simultaneamente, nenhuma mudança na estrutura econômica e na taxa de eletrificação, o índice de intensidade elétrica teria diminuído 48,64% entre 1995 e 2017, valor 8,75% maior ao que realmente ocorreu.O fator estrutural apresentou menor influência na intensidade elétrica, embora o setor de serviços tenha aumentado a sua participação em 5,12% e a estrutura econômica da UE tenha mudado. Adicionalmente, o componente de eletrificação contribuiu para aumentar o indicador de intensidade, já que o consumo de eletricidade cresceu a taxa superior à produção econômica.Por fim, uma análise particionada demonstrou que a redução na intensidade elétrica foi causada exclusivamente por melhorias de eficiência no ciclo 2012-2017, sugerindo evidências positivas a respeito do sucesso das medidas de eficiência energética na UE.
The energy sector is fundamental for sustainable development. Maintaining high levels of economic activity while reducing electricity consumption is still one of the main challenges to overcome.In this context, electricity intensity is a key indicator in assessing the economic efficiency because it is a measure of the economy output related to the electricity demanded. However, a simplistic analysis of the electricity intensity index does not reveal much, since the deviations in this indicator are the result of changes in its different components. Therefore, the objective of this dissertation is to address these components influence in detail, decomposing the electricity intensity indicator in European Union.Complementing the logarithmic mean Divisia index (LMDI) method introduced by Ang (2015), an upgrade is proposed, by breaking down the intensity component and adding a new element to the decomposition methodology. Consequently, the components of the electricity intensity are three: structure, efficiency and electrification. This enhancing feature, innovative to the best of our knowledge, is fundamental in distinguishing the real influence of the efficiency component from other elements, considering that energy efficiency goals are becoming more stringent and have to be perfectly measured.Results from the upgraded decomposition demonstrated that the impact caused by the efficiency component was, in fact, greater than it appeared. If there had been merely improvements in energy efficiency, and simultaneously no changes neither in the economic structure, nor in the electrification rate, the electricity intensity index would have decreased 48.64% from 1995 to 2017, a result 8.75% greater than what actually occurred.The structural factor displayed minor influence in electricity intensity, even though the service sector increased its shared by 5.12% and the economic activity profile of EU has changed. Additionally, the electrification component contributed to increase the intensity indicator, since the electricity consumption has grown at a higher rate than the economy output.Finally, a partitioned analysis demonstrated that the reduction in electricity intensity was solely caused by efficiency improvements in the 2012-2017 cycle, suggesting positive evidence regarding the success of energy efficiency measures in the EU.
Description: Dissertação de Mestrado em Energia para a Sustentabilidade apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/90122
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Mestrado EfS - Frederico Perillo.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

14
checked on Sep 17, 2020

Download(s)

9
checked on Sep 17, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons