Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/90102
Title: A Perspetiva de um Acionista: Aumentos de Capital ou Suprimentos?
Other Titles: A Shareholder Perspective: Capital Increases or a Loan?
Authors: Marques, Edgar Alexandre Freire
Orientador: Cruz, Isabel Maria Correia
Keywords: aumento de capital; suprimentos; decisão; financiamento; acionista; capital increase; shareholder loan; decision; financing; shareholder
Issue Date: 30-Sep-2019
Serial title, monograph or event: A Perspetiva de um Acionista: Aumentos de Capital ou Suprimentos?
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Este trabalho serve de relatório do estágio realizado na My Business Consultores Financeiros e Informáticos durante o período de 12 de fevereiro de 2018 a 20 de junho do mesmo ano. Sendo a entidade acolhedora um gabinete de contabilidade, as tarefas que o mestrando realizou durante o seu estágio relacionavam-se com a elaboração da contabilidade e das obrigações contabilísticas e fiscais dos seus clientes.As empresas tomam inúmeras decisões aquando da prossecução da sua atividade. Destas destacam-se as decisões de investimento e de financiamento. Para investir as empresas precisam primeiro de garantir uma fonte de financiamento. Normalmente, caberá à gerência da empresa tomar a decisão sobre a modalidade de financiamento a realizar. Contudo, e se tal decisão coubesse ao próprio financiador? Mais concretamente, e se o direito de tomar a decisão de financiamento pertencesse a um acionista que pretendesse investir na sua empresa-filha? Será sobre esta temática que o presente trabalho será realizado. Mais especificamente, será abordado a escolha do acionista entre a realização de um aumento do capital ou realização de suprimentos. Ambas apresentam caraterísticas específicas, as quais serão estudadas no decorrer deste trabalho. Enquanto que o aumento de capital será um reforço da posição do acionista na empresa, os suprimentos serão o assumir de uma posição de credor perante a mesma. A principal conclusão a que se chegou neste estudo foi que caso os dividendos por ação se mantenham constantes e a gerência prossiga os interesses dos seus acionistas iniciais, a participação social que o acionista detenha inicialmente na empresa em nada irá influenciar a sua escolha. Por outras palavras, o acionista deverá tomar a sua decisão como que se tratasse de um normal investidor na sociedade, pois o valor da sua participação social será o mesmo para ambas as opções de financiamento.
This paper serves as a report of the internship conducted at My Business Consultores Financeiros e Informáticos during the period from Frebruary 12, 2018 to June 20 of the same year. Being the welcoming entity an accounting office, the pasks performed during the internship where related with the preparation of the accounting and the accounting and tax obligations of their clientes. Companies make numerous decisions when pursuing their activity. These include investment and financing decisions. To invest companies first need to secure a source of finance. Normally, it will be up to the company's management to decide on the type of financing to be undertaken. However, what if it was up to the lender himself? More specifically, what if the right to make the financing decision belonged to a shareholder who wanted to invest in a company where he already had a participation? It will be on this theme that the present work will be done. More specifically, it will be adressed the choice of the shareholder between making a capital increase or making a shareholder’s loan. Both have specific characteristics, which will be studied during this work. While the capital increase will be a reinforcement of the shareholder’s position in the company, the shareholder’s loan will be the assuming of a creditor position towards the company. The main conclusion reached in this study was that if dividends per share remain constant and management pursues the interests of its initial shareholders, the shareholding that the shareholder initially holds in the company will not influence his choice. In other words, the shareholder should make his decision as if he were a normal investor in the company, as the value of his shareholding will be the same for both financing options.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Contabilidade e Finanças apresentado à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/90102
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Edgar Marques - Relatório de Estágio.pdf6.27 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

33
checked on Sep 24, 2020

Download(s)

16
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons